terça-feira, 2 de novembro de 2010

Navegantes: Idéias do século XIX: Socialismo



O Socialismo é um sistema político-econômico ou uma linha de pensamento criado no século XIX para confrontar o liberalismo e o capitalismo. A idéia foi desenvolvida a partir da realidade na qual o trabalhador era subordinado naquele momento, como baixos salários, enorme jornada de trabalho entre outras.
Nesse sentido, o socialismo propõe a extinção da propriedade privada dos meios de produção e a tomada do poder por parte do proletariado e controle do Estado e divisão igualitária da renda.
Os precursores dessa corrente de pensamento foram Saint-Simon (1760-1825), Charles Fourier (1772-1837), Louis Blanc (1811-1882) e Robert Owen (1771-1858), conhecidos como criadores do socialismo utópico.
Outros pensadores importantes que se enquadram no socialismo científico são os conhecidos Karl Marx e Friedrich Engels.
Apesar das idéias socialistas terem sido criadas ainda no século XIX, foram somente no século XX colocadas em vigor. O primeiro país a implantar esse regime político foi a Rússia, a partir de 1917, quando ocorreu a Revolução Russa, momento em que o governo monarquista foi retirado do poder e instaurado o socialismo. Após a Segunda Guerra Mundial, esse regime foi introduzido em países do leste europeu, nesse mesmo momento outras nações aderiram ao socialismo em diferentes lugares do mundo, a China, Cuba, alguns países africanos e outros do sudeste asiático.
Diante de todas as considerações, a seguir os principais aspectos do socialismo que deixam claro a disparidade com o sistema capitalista.
• Socialização dos meios de produção: todas as formas produtivas, como indústrias, fazendas entre outros, passam a pertencer à sociedade e são controladas pelo Estado, não concentrando a riqueza nas mãos de uma minoria.
• Não existem classes, ou seja, existe somente a classe trabalhadora e todos possuem os mesmos rendimentos e oportunidades.
• Economia planificada: corresponde a todo controle dos setores econômicos, dirigidos pelo Estado, determinando os preços, os estoques, salários, regulando o mercado como um todo.
O socialismo que foi desenvolvido no decorrer do século XX e que permanece em alguns países até os dias atuais é conhecido por socialismo real, em outras palavras foi executado de forma prática.
Por outro lado, o socialismo ideal é aquele desenvolvido no século XIX, que pregava uma sociedade sem distinção e igualitária, que acabava com o capitalismo. Os pensadores dessa vertente socialista eram em sua maioria anarquistas.
O principal pensador do socialismo foi Karl Marx, para ele esse regime surgiu a partir do capitalismo e seus meios de produção, tendo seu controle desempenhado pelo proletário, assim como o Estado, que posteriormente seria extinto, dando origem ao comunismo que corresponde a uma sociedade sem governo, polícia, forças armadas entre outros, além de não possuir classes sociais e economia de mercado.
Após o declínio do socialismo, a partir de 1991 com a queda da União Soviética, o sistema perdeu força no mundo, atualmente poucos países são socialistas, é o caso da China, Vietnã, Coréia do Norte e Cuba.


ATENÇÃO!
Antes de responder as questões propostas, fique ciente que:
• não serão aceitas respostas copiadas dos colegas e muito menos copiar e colar do texto;
• o aluno que de alguma forma se desviar da proposta do blog (o aprendizado, a troca de idéias, a exposição do pensamento) com piadinha ou desrespeito terá sua nota de atividade anulada.
• Toda e qualquer resposta aos questionamentos deverá, obrigatoriamente, ter um porque, uma justificativa clara e lógica.


Questões propostas:
1- A que se propões o Socialismo?
2- Relacione Socialismo e Capitalismo.
3- Pesquise sobre algum país socialista nos dias atuais. Como é a economia? O comportamento das pessoas de lá? Como a sociedade vive de uma maneira geral?
4- Quais as diferenças do Socialismo Utópico do século XIX para o Socialismo do século XX, que foi aplicado em países como a Rússia?

102 comentários:

  1. Ilana Rabelo nº 18, e Amanda Yngrid nº 01 2° A3 de novembro de 2010 08:58

    1- A que se propões o Socialismo?
    As propriedades privadas passaram a ser controlada pelo estado, e a renda dividida igualmente para as pessoas.

    2- Relacione Socialismo e Capitalismo.
    O socialismo surgiu a partir do capitalismo e seus meios de produção, sendo assim controlado pelo estado, que posteriormente deu origem ao comunismo, que seria uma sociedade sem governo, policias, forças armadas, além de não possuir classes sociais e nem economia de mercado.

    4- Quais as diferenças do Socialismo Utópico do século XIX para o Socialismo do século XX, que foi aplicado em países como a Rússia?
    O socialismo do século XX é conhecido por socialismo real, em outras palavras executado de forma prática e o do século XIX pregava uma sociedade sem distinção e igualitária que acabava com o capitalismo.

    ResponderExcluir
  2. Francisco Caio Nº15 2ºano A3 de novembro de 2010 09:01

    1- A que se propões o Socialismo?
    propõem a um grande sistema economico q foi criado no século XIX para confrontar o capitalismo

    2- Relacione Socialismo e Capitalismo.

    socialismo:O sistema Socialista pode se caracterizar como um sistema em que não existe propriedade privada ou meios de produção particulares. A economia é controlada pelo Estado com o objetivo de promover a distribuição justa da riqueza entre todas as pessoas da sociedade. Após a Segunda Guerra Mundial (1939-1945) outros países se tornaram socialistas como, por exemplo: a China em 1949, liderado por Mao Tsé-Tung (1893-1976), Cuba em 1959 por Fidel Castro e outros. Entretanto, este novo sistema colocado em prática apresentou vários problemas
    Falta de participação do povo nas decisões governamentais;

    Falta de liberdade de pensamento e expresso Formação de um grupo político altamente privilegiado.

    capitalismo: o Capitalismo é um sistema que separa o capital de trabalho e cujas relações são de dominação e exploração, ou seja: para que haja dominação e exploração é necessário que o trabalho de produção e o capital estejam separados.

    ResponderExcluir
  3. ariane,04;rafael33;2A.3 de novembro de 2010 09:01

    1- A que se propões o Socialismo?
    A portunidades e rendimento para todas as classes socias trabalhistas.
    2- Relacione Socialismo e Capitalismo.
    socialismo:É a igualdade entre as classes sociais, garantindo direiros iguais para os trabalhadores.
    capitalismo:É a fonte de riqueza no périodo feudal,que explora a mão de obra trabalista.
    4- Quais as diferenças do Socialismo Utópico do século XIX para o Socialismo do século XX, que foi aplicado em países como a Rússia?

    ResponderExcluir
  4. Pedro Rones S. de Lima n° 32 Anderson n°143 de novembro de 2010 09:02

    1-A extinção da propriedade privada dos meios de produção e a tomada do poder por parte do proleta- riado e controle do Estado e divisão igualitária da renda, ou seja, divisão igual de lucro em relação a produção do proletariado.

    2-Socialismo: divisão no lucro da produção, classe trabalhadora é a unica existente, e o uso de uma economia planificada.
    Capitalismo: Tem como finalidade fins lucrativo, divisão por meio de classes, economia a base lucrativa.

    ResponderExcluir
  5. Douglas de Lima N11 2 Ano A3 de novembro de 2010 09:02

    1- A que se propõe o Socialismo?
    R= Acabar com as propriedades privadas dos meios de produção e também a tomada do poder em parte do proletariado junto do controle do estado s sua divisão igualitária da renda

    2-Relacione Socialismo e Capitalismo.
    R= Tem como relação as formas produtivas em exemplo as industrias , são controlados por um setor econômico controlado pelo o estado que determina os preços do estoque, salários e todos seus regulamentos

    *FALTANDO a 4 *

    ResponderExcluir
  6. Lucas nº25 2ºA José de Alencar3 de novembro de 2010 09:02

    1- A que se propões o Socialismo?
    O Socialismo propôs a extinção da propriedade privada dos meios de produção e a tomada do poder por parte do proletariado e controle do Estado e divisão igualitária da renda.

    2- Relacione Socialismo e Capitalismo.
    No Socialismo todas as formas produtivas, como indústrias, fazendas entre outros, passam a pertencer à sociedade e são controladas pelo Estado, não concentrando a riqueza nas mãos de uma minoria.
    Não existem classes, existe somente a classe trabalhadora e todos possuem os mesmos rendimentos e oportunidades, etc.

    3- Pesquise sobre algum país socialista nos dias atuais. Como é a economia? O comportamento das pessoas de lá? Como a sociedade vive de uma maneira geral?

    4- Quais as diferenças do Socialismo Utópico do século XIX para o Socialismo do século XX, que foi aplicado em países como a Rússia?

    ResponderExcluir
  7. Raquel 34 e Bruna 07. 2 ano A MANHÃ3 de novembro de 2010 09:02

    1- A que se propões o Socialismo?
    Que na sociedade não tenha desigualdades, que todos possam ser de uma mesma classe social e que o mercado seja igual para todos.

    2- Relacione Socialismo e Capitalismo.
    O socialismo é o contrário do que vivemos aqui, pois, o nosso sistema capitalista nos obriga a viver numa sociedade em que a desigualdade é muito grande.

    ResponderExcluir
  8. Gilvan 16 / wellington 213 de novembro de 2010 09:03

    1- A que se propões o Socialismo?
    A extinção da propriedade privada dos meios de produção e a tomada do poder por parte do proletariado e controle do Estado e divisão igualitária da renda.

    2- Relacione Socialismo e Capitalismo.
    No sistema capitalista a economia é livre, o fluxo de capital e de mercadorias das empresas são apenas fiscalizados pelo estado. Já no sistema socialista o Estado domina as negociações de todos os órgãos.

    4- Quais as diferenças do Socialismo Utópico do século XIX para o Socialismo do século XX, que foi aplicado em países como a Rússia?

    É um conjunto de idéias que se caracterizaram pela crítica ao capitalismo, buscando a igualdade entre os indivíduos.

    O socialismo do século XX e que permanece em alguns países até os dias atuais é conhecido por socialismo real.

    ResponderExcluir
  9. Ingrid Araújo Nº19 ; Romario Monteiro Nº38 ; 2º ano A - manhãa3 de novembro de 2010 09:04

    1- A que se propões o Socialismo?
    Foi a extinção das propriedades privada (meios de produção) e a tomada do poder por parte do proletariado e controle do Estado e a divisão da renda entre o produtor e o proprietário.

    2- Relacione Socialismo e Capitalismo.
    O Socialismo surgiu do capitalismo,tendo seu controle desempenhado pelo proletário.


    3- Quais as diferenças do Socialismo Utópico do século XIX para o Socialismo do século XX, que foi aplicado em países como a Rússia?
    O socialismo do século XX é conhecido por executado de forma prática e o do século XIX era uma sociedade indistinta e igualitária que acabava com o capitalismo.

    ResponderExcluir
  10. Gilvan 16 / wellington 21 2 Ano - A3 de novembro de 2010 09:04

    Gilvan 16 / wellington 21 2 Ano-A
    1- A que se propões o Socialismo?
    A extinção da propriedade privada dos meios de produção e a tomada do poder por parte do proletariado e controle do Estado e divisão igualitária da renda.
    2- Relacione Socialismo e Capitalismo.
    No sistema capitalista a economia é livre, o fluxo de capital e de mercadorias das empresas são apenas fiscalizados pelo estado. Já no sistema socialista o Estado domina as negociações de todos os órgãos.

    4- Quais as diferenças do Socialismo Utópico do século XIX para o Socialismo do século XX, que foi aplicado em países como a Rússia?

    É um conjunto de idéias que se caracterizaram pela crítica ao capitalismo, buscando a igualdade entre os indivíduos.

    O socialismo do século XX e que permanece em alguns países até os dias atuais é conhecido por socialismo real.

    ResponderExcluir
  11. Raquel Costa, Magno Luna e Alberto Silva 2ºC

    1- A que se propões o Socialismo?
    Foi a extinção das propriedades privada e a tomada do poder por parte do proletariado e controle do Estado e a divisão da renda entre o produtor e o proprietário.

    2- Relacione Socialismo e Capitalismo.
    Tem como relação as formas produtivas em exemplo as industrias , são controlados por um setor econômico controlado pelo o estado que determina os preços do estoque, salários e todos seus regulamemtos.

    4- Quais as diferenças do Socialismo Utópico do século XIX para o Socialismo do século XX, que foi aplicado em países como a Rússia?
    O socialismo do século XX é conhecido por socialismo real, em outras palavras executado de forma prática e o do século XIX pregava uma sociedade sem distinção e igualitária que acabava com o capitalismo.

    ResponderExcluir
  12. Carolina Adriele 08 2°C3 de novembro de 2010 10:57

    Questões propostas:
    Carolina Adriele 08 2°C
    1- A que se propões o Socialismo?
    O socialismo é uma forma de igualdade social,é uma forma de nos ajudar com os nossos direitos.O socialismo' é a extinção do proletrariado,é a tomada de poder por meio do estado dos direitos igualitarios do povo
    2- Relacione Socialismo e Capitalismo.
    O socialismo extingue o poder das mãos dos empresarios e o transmite as nossas,para que nossos diretios venham a ser cumpridos.O capitalismo tira o poder das nossas mãos e o leva aos empresarios que acabam aproveitando mal este poder,sem direitos igualitários,onde acabamos na desigualdade que existe hoje em dia.
    3- Pesquise sobre algum país socialista nos dias atuais. Como é a economia? O comportamento das pessoas de lá? Como a sociedade vive de uma maneira geral?
    4- Quais as diferenças do Socialismo Utópico do século XIX para o Socialismo do século XX, que foi aplicado em países como a Rússia?
    O socialismo do seculo XIX foi criado para confrontar o capitalismo daquela época,apenas disputa entre ideias,o Socialismo de hoje é real existe para ser concretizado,para ser cumprido,para que os direitos do povo sejam postos em pratica.Para que todo este poder que flui nas mãos dos empresarios seja destruido e venham para nossas mãos gerando a tão sonhada igualdade social.

    ResponderExcluir
  13. 1- A que se propões o Socialismo?
    o socialismo propõe que o poder fique na mão do pais e não nas mãos de empresarios capitalistas
    2- Relacione Socialismo e Capitalismo.
    socialismo:Uma sociedade igual para todos
    capitalismo:Gera desigualdade social
    3- Pesquise sobre algum país socialista nos dias atuais. Como é a economia? O comportamento das pessoas de lá? Como a sociedade vive de uma maneira geral?
    4- Quais as diferenças do Socialismo Utópico do século XIX para o Socialismo do século XX, que foi aplicado em países como a Rússia?
    O socialismo do século XX é conhecido por executado de forma prática e o do século XIX era uma sociedade indistinta e igualitária.

    ResponderExcluir
  14. Luis Emmanuel & Alana Santiago 2°c N°:24,013 de novembro de 2010 11:00

    1- A que se propões o Socialismo?
    A portunidades e rendimento para todas as classes socias trabalhistas.
    2- Relacione Socialismo e Capitalismo.
    socialismo:É a igualdade entre as classes sociais, garantindo direiros iguais para os trabalhadores.
    capitalismo:É a fonte de riqueza no périodo feudal,que explora a mão de obra trabalista.
    3- Pesquise sobre algum país socialista nos dias atuais. Como é a economia? O comportamento das pessoas de lá? Como a sociedade vive de uma maneira geral?
    Um país socialista ainda nos dias de hoje é Cuba!!
    4- Quais as diferenças do Socialismo Utópico do século XIX para o Socialismo do século XX, que foi aplicado em países como a Rússia?
    O socialismo do século XX é conhecido por socialismo real, em outras palavras executado de forma prática e o do século XIX pregava uma sociedade sem distinção e igualitária que acabava com o capitalismo.

    ResponderExcluir
  15. ROBERTO RICARDO - 34 - 2 Ano C - Manhã

    1- A que se propões o Socialismo?
    Que as pessoas sejam "iguais" na sociedade, e que não tenham diferenças sociais.

    2- Relacione Socialismo e Capitalismo.
    No sitema capitalista a economia é livre, o fluxo de mercadorias das empresas são apenas fiscalizados pelo estado! Já no sitema socialoista, o estado controla as negociações.

    4- Quais as diferenças do Socialismo Utópico do século XIX para o Socialismo do século XX, que foi aplicado em países como a Rússia?
    O socialismo do século XX é conhecido por socialismo real, em outras palavras executado de forma prática e o do século XIX pregava uma sociedade sem distinção e igualitária que acabava com o capitalismo.

    ResponderExcluir
  16. Antonio Alikson Nª:5 e Isamara Bernardo Nª:453 de novembro de 2010 11:05

    Questões propostas:
    1- A que se propões o Socialismo?
    O SOCIALISMO PROPOE UMA VIDA MELHOR PARA OS TRABALHODORES QUE NÃO RECEBEM O QUE PRODUZEM E TODO O DINHEIRO VAI PARA O DONO DA EMPRESA.

    2- Relacione Socialismo e Capitalismo.
    O SOCIALISMO SE PREOCUPA COM O TRABALHADOR EM SI.JA O CAPITALISMO SE PROPOE A GANHAR DINHEIRO SEM SE PREOCUPARA COM O TRABALHADOR.

    3- Pesquise sobre algum país socialista nos dias atuais. Como é a economia? O comportamento das pessoas de lá? Como a sociedade vive de uma maneira geral?
    4- Quais as diferenças do Socialismo Utópico do século XIX para o Socialismo do século XX, que foi aplicado em países como a Rússia?
    O SOCIALISMO UTOPICO FOI IDEALIZADO POR KARL MARX QUE FICOU SO NO SONHO DELE.JA O SOCIALISMO DA RUSSIA É MUITO DIFERENTE DO KARL MARX PELA FORMA COMO E FEITA O SOCIALISMO NESSE PAIS.

    ResponderExcluir
  17. mariana oliveira amarante n°27 2°anoC
    1-O Socialismo propõe a extinção da propriedade privada dos meios de produção e a tomada do poder por parte do proliétário e de onde comanda o Estado e divisão igualdade da condição de cada um, ou seja, ele propõe igualdade à todos.

    2-O socialismo é aquele que foi desenvolvido no século XIX, que aplicavam uma sociedade sem distinção e igualdade para todos, e com isso destruia o capitalismo. O principal pensador do socialismo foi Karl Marx, para ele esse regime surgiu a partir do capitalismo e seus meios de produção.

    4-é um conjunto de idéias que caracterizam buscando a igualdade para todos. Rússia, a partir de 1917, quando ocorreu a Revolução Russa, momento em que o governo monarquista foi retirado do poder e instaurado o socialismo.

    ResponderExcluir
  18. Lizandra Rodrigues, Nº 23 - 2º ano C - M

    Questões propostas:
    1- A que se propões o Socialismo?
    R - O Socialismo propõe a idéia de acabar com as propriedades privadas, afim de fazer uma economia controlada pelo Estado trazendo igualdade para todos.

    2- Relacione Socialismo e Capitalismo.
    R - No Socialismo, a economia é baseado no domínio do Estado, controlando a negocioação do meracdo. Já o Capitalismo é o oposto, a economia é livre e existem proprietários que fazem o seu próprio negócio.

    3- Pesquise sobre algum país socialista nos dias atuais. Como é a economia? O comportamento das pessoas de lá? Como a sociedade vive de uma maneira geral?
    (Casa)

    4- Quais as diferenças do Socialismo Utópico do século XIX para o Socialismo do século XX, que foi aplicado em países como a Rússia?
    R - Conhecido como "Socialismo Real" era o socialismo do século XX, era a forma de socialismo simples; O Socialismo do século XIX era a forma de Estado compleatamente rígida que acabava com o Capistalismo.

    ResponderExcluir
  19. carlos jardyson n-07 tiago sampaio-39 2c3 de novembro de 2010 11:07

    1- A que se propões o Socialismo?
    O socialismo propõe a extinção da propriedade privada dos meios de produção e a tomada do poder por parte do proletariado e controle do Estado e divisão igualitária da renda e igualdades de todos.

    2- Relacione Socialismo e Capitalismo.
    o socialismo pensa na igualdade e extinção do trabalho exploratorio.o capitalismo pensa em quantidade e nao qualidade.

    3- Pesquise sobre algum país socialista nos dias atuais. Como é a economia? O comportamento das pessoas de lá? Como a sociedade vive de uma maneira geral?

    4- Quais as diferenças do Socialismo Utópico do século XIX para o Socialismo do século XX, que foi aplicado em países como a Rússia?
    o socialismo do seculo xx e real usado na pratica e o outro é ficticio

    ResponderExcluir
  20. REBECA LEMOS; 33; EDNA LADEIRO; 11 - 2º ANO - C
    Questões propostas:
    1- A que se propões o Socialismo?
    É a indéia de romper a questão de que o patrão é maior que o empregado.que haja iguadade social.
    2- Relacione Socialismo e Capitalismo.
    no socialismo temos a indéia de todos serem iguais , já no capitalismo as pessoas trabalham e as vezes nem possuem o que fabricam;com miseros salários.
    3- Pesquise sobre algum país socialista nos dias atuais. Como é a economia? O comportamento das pessoas de lá? Como a sociedade vive de uma maneira geral?
    4- Quais as diferenças do Socialismo Utópico do século XIX para o Socialismo do século XX, que foi aplicado em países como a Rússia?
    não ocorreram grandes diferenças mas no século XIX era a forma simples de socialismo e no século XX É O SOCIALISMO REAL.

    ResponderExcluir
  21. Otaísa Maria; n°37;2°B

    1- A que se propões o Socialismo?
    Se propõe a igualdade, pois no sistema socialista, não existe a idéia de rico e pobre, nesta sociedade, eles vivem igualmente nos campos:social, econômico e político.

    2- Relacione Socialismo e Capitalismo.
    No capitalismo temos uma sociedade que gira em torno do capital, há sempre um patrão e um empregado,e sendo assim o patrão lucra com o trabalho dos empregado, mais os paga salários baixos, já no socialismo temos uma sociedade que trabalha para o todo,e todos ganham não igualmente, mais com uma diferença muito menor que no capitalismo.

    4- Quais as diferenças do Socialismo Utópico do século XIX para o Socialismo do século XX, que foi aplicado em países como a Rússia?
    No socialismo utópico se tinha uma ideal de sociedade que tinha como base a igualdade, ou uma sociedade perfeita onde todos tivessem, uma casa igual, ganhassem o mesmo salário e etc...
    já no socialismo do século xx, tem se a idéia deformar uma sociedade em que os pessoas sejam tratadas igualmente mais sem tanto exagero e nem com uso de violência.

    ResponderExcluir
  22. Sarah Mendes - n°:39 2° A - manhã4 de novembro de 2010 19:11

    1- A que se propões o Socialismo?
    Ao fim da propriedade privada dos meios de produção e a conquista do poder através das classes mais baixas e do controle do Estado e a divisão de renda igual para todos,tentando com isso a igualdade social.

    2- Relacione Socialismo e Capitalismo.
    Socialismo:é um sistema político-econômico baseado na igualdade social.
    Capitalismo:é um sistema econômico baseado apenas na economia de mercado e no dinheiro.

    4- Quais as diferenças do Socialismo Utópico do século XIX para o Socialismo do século XX, que foi aplicado em países como a Rússia?
    O socialismo do século XIX é o socialismo ideal,aquele que pregava uma sociedade sem distinção e igualitária,que acabava com o capitalismo,porém ele não foi colocado em prática ficou só na teoria.Já o socialismo do século XX é conhecido por socialismo real,ou seja, foi executado de forma prática.

    ResponderExcluir
  23. Emanuelly Cristina Nº: 12 serie:2º ano A5 de novembro de 2010 13:55

    01)A que se propões o Socialismo?
    O socialismo propõe limitar o alcance do mercado através de mecanismos reguladores , Esta é a principal preocupação da ideologia socialista: promover uma distribuição equilibrada de bens e de serviços, tornando-os acessíveis a toda a população.
    02)Relacione Socilismo e Capitalismo?
    o Capitalismo é o sistema econômico que predomina na maior parte dos países pelo fato de estar ligado à globalização que hoje os tornam mais dinâmicos em questão da tecnologia e a informação.
    O Socialismo Científico ou Comunismo tem como os precursores Karl Marx e Friedrich Engels com a publicação do Manifesto Comunista, que explica os fatos que casaram a desigualdade social.se apresenta uma teoria onde eliminaria as classes sociais e com isso as pessoas trabalhariam de forma mútua para o bem comum de todos.
    04)Quais as diferenças do Socialismo Utopíco do sec. XIX para o Socialismo do sec. XX , que foi aplicado em paises como a Rússia?
    Socialismo utópicodo sec. XIX. Derivado da palavra Utopia, cunhada por Tomas Morus, a derivação utópico pode ser entendida como lugar que não existe, imaginário. Os primeiros socialistas que propuseram a construção de uma sociedade igualitária foram posteriormente definidos como utópicos, pelo principal teórico do socialismo cientifico Karl Marx
    O socialismo do sec. XX:é aquele desenvolvido no século XIX, que pregava uma sociedade sem distinção e igualitária, que acabava com o capitalismo. Os pensadores dessa vertente socialista eram em sua maioria anarquistas.

    ResponderExcluir
  24. Luana de Souza Soares do nascimento. 2ªano turma A nº 47 turno:manhã5 de novembro de 2010 16:53

    1- A que se propões o Socialismo
    Que todas as formas produtivas, como indústrias, fazendas entre outros, passem a pertencer à sociedade e ha serem controladas pelo Estado, não concentrando a riqueza nas mãos de uma minoria.
    Há não existencia de classes, ou seja, existe somente a classe trabalhadora e todos possuem os mesmos rendimentos e oportunidade.
    Que todo o controle dos setores econômicos, dirigidos pelo Estado, determinando os preços, os estoques, salários, regulando o mercado como um todo.

    2- Relacione Socialismo e Capitalismo.
    São totalmente diferentes,um prega que todos os bens sejam divididos em partes iguais para todos.Já o capitalismo tem como ideal a consentração de bens.

    4- Quais as diferenças do Socialismo Utópico do século XIX para o Socialismo do século XX, que foi aplicado em países como a Rússia?

    O socialismo desenvolvido no decorrer do século XX e que permanece em alguns países até os dias atuais é conhecido por socialismo real, em outras palavras foi executado de forma prática.
    Já o socialismo ideal é aquele desenvolvido no século XIX, que pregava uma sociedade sem distinção e igualitária, que acabava com o capitalismo.

    ResponderExcluir
  25. Luana de Souza Soares do nascimento e Rebeca de Oliveira Pontes 2ªano Turma: A nº 47 e 44. Turno:manhã.5 de novembro de 2010 18:44

    OBS:O cometário acima está faltando o nome da outra aluna, pois a internet da escola estava com problema.

    1- A que se propões o Socialismo
    Que todas as formas produtivas, como indústrias, fazendas entre outros, passem a pertencer à sociedade e ha serem controladas pelo Estado, não concentrando a riqueza nas mãos de uma minoria.
    Há não existencia de classes, ou seja, existe somente a classe trabalhadora e todos possuem os mesmos rendimentos e oportunidade.
    Que todo o controle dos setores econômicos, dirigidos pelo Estado, determinando os preços, os estoques, salários, regulando o mercado como um todo.

    2- Relacione Socialismo e Capitalismo.
    São totalmente diferentes,um prega que todos os bens sejam divididos em partes iguais para todos.Já o capitalismo tem como ideal a consentração de bens.

    4- Quais as diferenças do Socialismo Utópico do século XIX para o Socialismo do século XX, que foi aplicado em países como a Rússia?

    O socialismo desenvolvido no decorrer do século XX e que permanece em alguns países até os dias atuais é conhecido por socialismo real, em outras palavras foi executado de forma prática.
    Já o socialismo ideal é aquele desenvolvido no século XIX, que pregava uma sociedade sem distinção e igualitária, que acabava com o capitalismo.

    ResponderExcluir
  26. Jonathan da Silva Andrade Nº 22 2° C Turno: Manha6 de novembro de 2010 14:22

    1- A que se propões o Socialismo?
    R= Propõe a extinçao do proletariado privado e os meios de produçao. E com isso a tomada do poder por parte do proletariado, o controle do estado e a divisao igualitária da renda podem se agravar.

    2- Relacione Socialismo e Capitalismo.
    R= Algumas coisas mudam, pois um prega para que os bens sejam divididos em partes iguais. O Capitalismo tem a concentraçao de bens.

    4- Quais as diferenças do Socialismo Utópico do século XIX para o Socialismo do século XX, que foi aplicado em países como a Rússia?

    R= O Socialismo Utopico no seculo XX em alguns paises permanecem ate em algum dias atuais. O Socialismo no seculo XIX, foi aquele que pregava uma sociedade sem distinçao igualitária.

    ResponderExcluir
  27. LORENA ASSUNÇÃO, 2°A, N°24, MANHÃ8 de novembro de 2010 19:42

    1- A que se propões o Socialismo?

    o socialismo faz o controle e o equilíbrio da renda salarial, distribuição de bens de consumo, que seja igual para todos. tem como principal função realizar a IGUALDADE SOCIAL.

    2- Relacione Socialismo e Capitalismo.

    o Socialismo: sociedade caracterizada pela igualdade, oportunidade destinada a todos.
    o Capitalismo: concentra o poder e a riqueza entre um pequeno grupo da sociedade que controla o seu dinheiro e absove suas riquezas através da exploração.

    4- Quais as diferenças do Socialismo Utópico do século XIX para o Socialismo do século XX, que foi aplicado em países como a Rússia?

    é aquele desenvolvido no século XIX, que pregava uma sociedade sem distinção e igualitária, que acabava com o capitalismo. Os pensadores dessa vertente socialista eram em sua maioria anarquistas.

    ResponderExcluir
  28. 1- A que se propões o Socialismo?
    o socialismo propõe a extinção da propriedade privada dos meios de produção e a tomada do poder por parte do proletariado e controle do Estado e divisão igualitária da renda.

    2- Relacione Socialismo e Capitalismo.
    No sistema capitalista a economia é de mercado ,ou seja,há a livre inciativa,e os meios de produção (empresas,bancos,indústrias e tudo que gera capital)pertencem a um indivíduo ,ou ao um grupo de indivíduos.Embora uma empresa estatal possa existir num país capitalistas,predominam as empresas privadas,que pertencem aos capitalistas(os donos do capital), quem não é dono do capital "vende" sua força de trabalho e a essa classe de pessoas ,chamamos assalariados, nos países capitalistas há sempre classes sociais ,das mais ricas até as mais pobres,mas nos países capitalistas ricos essa diferença é menos acentuada que nos países emergentes e subdesenvolvidos,onde os problemas sociais são graves, no sistema socialista,a economia é planificada,e um grupo de burocratas montam um plano (geralmente de 5 anos) e decidem o que produzir,quanto e pra quem,pois nos países socialistas ,não existe a chamada "sociedade de consumo"(porque não consomem produtos supérfluos), não existe classes sociais,embora existam salários maiores e menores e o governo é responsável pela educação,saúde,trabalho,lazer (pelo menos na teoria) da população.

    3- Pesquise sobre algum país socialista nos dias atuais. Como é a economia? O comportamento das pessoas de lá? Como a sociedade vive de uma maneira geral? [Trabalho]

    4- Quais as diferenças do Socialismo Utópico do século XIX para o Socialismo do século XX, que foi aplicado em países como a Rússia?
    O socialismo é uma doutrina política e econômica que surgiu no final do século 18 e na primeira metade do século 19. Depois, no século 20, houve várias tentativas de colocá-la em prática, em diversos países. Através de movimentos revolucionários, regimes comunistas foram implantados em nações tão diferentes quanto a Rússia, a China, Cuba, o Vietnã e a Coréia do Norte.

    Aluna: Ananda n° 04
    Série: 2° ano C Turno: Manhã

    ResponderExcluir
  29. Daiana Freitas 09 2° C10 de novembro de 2010 12:00

    1- A que se propões o Socialismo?
    R-È um sistema político-econômico ou uma linha de pensamento criado no século XIX para confrontar o liberalismo e o capitalismo.
    2- Relacione Socialismo e Capitalismo.
    R-O socialismo propõe a extinção da propriedade privada dos meios de produção e a tomada do poder por parte do proletariado e controle do Estado e divisão igualitária da renda.O capitalismo propõe a propriedade privada dos meios de produção e controle das empresas.
    3- Pesquise sobre algum país socialista nos dias atuais. Como é a economia? O comportamento das pessoas de lá? Como a sociedade vive de uma maneira geral?
    4- Quais as diferenças do Socialismo Utópico do século XIX para o Socialismo do século XX, que foi aplicado em países como a Rússia?
    R-foi criado propriamente para combater o capitalismo,o de hoje é posto em pratica por poucos paises como forma de teatralidade.

    ResponderExcluir
  30. Maria Kethrin n°28 e Labelle Nobre n°22, 2°A manhã10 de novembro de 2010 15:42

    1- O socialismo propõe a extinção da propriedade privada dos meios de produção e a tomada do poder por parte do proletariado e controle do Estado e divisão igualitária da
    renda.

    2- Capitalismo: foi na Inglaterra, através da Revolução Industrial.
    Socialismo Científico ou Comunismo: tem como os precursores Karl Marx e Friedrich Engels com a publicação do Manifesto Comunista, que explica os fatos que casaram a desigualdade social.

    4- O principal pensador do socialismo foi Karl Marx, para ele esse regime surgiu a partir do capitalismo e seus meios de produção, tendo seu controle desempenhado pelo proletário, assim como o Estado, que posteriormente seria extinto, dando origem ao comunismo que corresponde a uma sociedade sem governo, polícia, forças armadas entre outros, além de não possuir classes sociais e economia de mercado.
    Após o declínio do socialismo, a partir de 1991 com a queda da União Soviética, o sistema perdeu força no mundo, atualmente poucos países são socialistas, é o caso da China, Vietnã, Coréia do Norte e Cuba.

    ResponderExcluir
  31. Maria Kethrin n° 28, 2 A manhã10 de novembro de 2010 15:44

    3- Pesquise sobre algum país socialista nos dias atuais. Como é a economia? O comportamento das pessoas de lá? Como a sociedade vive de uma maneira geral?


    3- Esta é uma lista de países, extintos e atuais, que se auto-declararam socialistas quer em seus nomes ou em suas Constituições. Nenhum critério é utilizado; assim, alguns ou todos os países listados podem não atender à definição específica de socialismo. Sua única característica em comum é usar o rótulo "socialista" para si mesmos, sob qualquer interpretação. Há poucas, se for o caso, definições de socialismo que caberiam a todos os países da lista. No entanto, muitas definições de socialismo ajustam-se, pelo menos, a estes países em alguns pontos de suas histórias.

    Há muitos países que foram governados por partidos politicos socialistas por longos períodos de tempo sem qualquer adoção do socialismo como uma ideologia oficial em seus nomes ou Constituições. Esses países não são listados aqui. Entretanto, é necessário que se veja o artigo Internacional Socialista, caso queira ter uma lista de países atualizada que são atualmente regidos por partidos membros da IS (a maior organização de partidos políticos socialistas dos dias atuais).
    Não é novidade que a China está se tornando uma grande potência econômica. É um dos maiores consumidores de minérios, petróleo, energia e de matérias primas do mundo. Disputa com a Alemanha o título de país com o maior volume de exportação do mundo. E agora, se tornou o segundo país do mundo em número de bilionários. Ano passado eram 15 o número de pessoas com fortunas avaliadas acima de um bilhão de dólares, este ano pulou para 106. Um aumento de sete vezes de número de bilionários, em um país que ainda se considera comunista e a renda per capita é de mil dólares por ano.
    É claro que este aumento do número de bilionários é também um sinal de concentração de renda no país. Segundo um relatório do Banco Asiático de Desenvolvimento, os vinte por cento mais ricos de uma população de 1,3 bilhões de pessoas consomem 11,4 vezes mais do que os vinte por cento mais pobres. Mesmo que não chegue ao nível absurdo de concentração de riqueza no Brasil, essa tendência na China é significativa. Com o aumento de bilionários e milionários, que também consomem como qualquer bilionário ou milionário do mundo capitalista, as importações de produtos de luxo têm aumentado significativamente. Desde 2006, a China é o terceiro maior mercado de consumo de produtos de luxo do mundo.


    Esse país, que, nas décadas de 1960 e 70, serviu de modelo de socialismo para diversos movimentos e partidos revolucionários da A.L. e que foi também saudado por pessoas importantes do cristianismo de libertação latino-americano como alternativa para o nosso capitalismo, não se considera um país capitalista. O Partido Comunista Chinês detém ainda o poder político de uma forma centralizada e forte. O controle e a censura política continuam tão duros como antes; mas o fracasso dos modelos econômicos socialistas baseados no planejamento centralizado em superar a pobreza levou ao PC a implementar um novo modelo econômico. Sem entrar na discussão se o modelo chinês baseado na livre iniciativa e na inserção no mercado mundial é ou não uma economia capitalista em um regime político comunista, devemos reconhecer que ele está gerando riquezas e tirando milhões de chineses da condição de pobreza absoluta, mas também concentrações de renda e contradições sociais entre os novos ricos e a massa de trabalhadores e um gravíssimo problema ambiental.

    ResponderExcluir
  32. Aluno: Salmo Rafael n° 37
    Série: 2° ano C Turno: Manhã
    1-Na teoria o socialismo se propõem que se devem extinguir as propriedades privadas e o poder que pertence ao ploretariado, formando um estado no qual se deve ter como característica principal a divisão igualitária da renda para todos!
    2-O socialismo diferencia do capitalismo, pois, no ver socialista, o meio de produçâo a riqueza não se deve concentrar nas mãos da minoria e passar a pertencer a sociedade.As classes sociais não deveriam existir e passar a ter uma classe; a dos trabalhadores .O estado deveria intervir no controle do mercado, regulando os preços , os estoques e os salários diferente do Capitalismo que é contra tudo isso!!!
    3-ECONOMIA
    Atualmente o país se recupera lentamente de uma série de recessões econômicas que vêm da retirada dos subsídios da União Soviética. Apesar de seu índice de pobreza ser o sexto menor até 2004 dentre os 102 países em desenvolvimento, Cuba está entre os 83 países do mundo que possuem um alto IDH acima de 0.800. Em 2007 foi constatado um IDH de 0.863, o 51° lugar e se for ajustado pelo PNB fica na 44°. Segundo estimativas da CIA e da CEPAL, Cuba pode ter crescido 11,1 % e 12,5% respectivamente.
    A VIDA DOS HABITANTES CUBANOS:
    Os habitantes Cubanos nâo têm nem direitos a higiene pessoal, pois, o governo não dispõe desses produtos para a higiene básica como: papel higiênico, shampo, sabonete dentre outros produtos.
    Em cuba existem duas classes sociais: a de Fidel e seus asseclas, e a do resto da população. A primeira vive muito bem usufruindo de todos os bens de consumo que o Dólar pode comprar. A segunda é obrigada a contentar-se com meio Kg de carne de porco misturado com soja a cada 15 dias, meio Kg de carne de vaca, um sabão em pedra a cada dois messes e um par de sapatos a cada seis messes.
    Onde esta a igualdade que o socialismo defende?
    A teoria socialista em resumo geral é magnífica, mas a realidade comprova que é apenas mais um meio de oprimir a população e usufruindo do bom e do melhor que o dinheiro pode comprar.
    O COMPORTAMENTO DOS HABITANTES:
    Para um habitante cubano que conhece o um pouco do mundo que existi fora da ilha, fica indignado em saber que existi um mundo onde ele não pode participar, pois, se sente oprimido pelo governo cubano que o proibi de sair dos pais com medo que não volte mais. Muitos recorrem ao esporte como meio de fuga outros fogem muitos também morrem por quere uma condição de vida melhor para se e para sua família.
    Muitos recorrem ao esporte como meio de fuga.
    4- O socialismo Utópico era o socialismo que tinha em vista uma sociedade sem distinção igualitária, que acaba com os ideais do Capitalismo.
    O socialismo do século XX, é o que permanece até os dias atuais: caracterizou por ser executado de forma pratica.

    ResponderExcluir
  33. Ariane Kamille;2 Ano "A";04.10 de novembro de 2010 17:44

    3- Pesquise sobre algum país socialista nos dias atuais. Como é a economia? O comportamento das pessoas de lá? Como a sociedade vive de uma maneira geral?

    COREIA DO NORTE.

    Economia da Coreia do Norte.

    A Coreia do Norte tem uma economia industrializada, autárquica, e altamente centralizada. Dos cinco países comunistas restantes do mundo, a Coreia do Norte é um dos apenas dois (junto a Cuba) com uma economia inteiramente planejada pelo governo, e própria do Estado.
    A economia da Coreia do Norte é completamente nacionalizada, o que significa que alimentos, habitação, saúde e educação são oferecidos pelo Estado gratuitamente.[89] A cobrança de impostos foi abolida desde 1º de abril de 1974. A fim de aumentar a produtividade da agricultura e da indústria, desde os anos 1960, o governo norte-coreano introduziu inúmeros sistemas de gestão tais como o sistema de trabalho Taean.

    Sociedade.(Direitos humanos)

    Múltiplas organizações internacionais de direitos humanos, incluindo a Anistia Internacional e a Human Rights Watch, acusam a Coreia do Norte de ter um dos piores registros de direitos humanos de qualquer nação.O norte-coreanos tem sido referidos como "algumas das pessoas mais brutalizadas do mundo" pela Human Rights Watch, devido às severas restrições às suas liberdades políticas e econômicas. Desertores norte-coreanos testemunharam a existência de campos de prisão e detenção com uma estimativa de 150 000 a 200 000 presos (cerca de 0,85% da população), e reportaram tortura, fome, estupro, assassinato, experimentos médicos, trabalho forçado, e abortos forçados.Prisioneiros políticos condenados e suas famílias são enviados para estes campos, onde são proibidos de casar-se, cultivar seu próprio alimento, e é cortada a comunicação externa.
    O sistema alterou-se ligeiramente no final dos anos 1990, quando o crescimento vegetativo tornou-se muito baixo. Em muitos casos, onde a pena foi de fato, substituída por punições menos severas.

    Culto à personalidade.(comportamento).

    O governo norte-coreano exerce um rígido controle sobre muitos aspectos da cultura da nação, e este controle é usado para perpetuar o culto à personalidade em volta da figura de Kim Il-sung, e, em menor medida, Kim Jong-il.Nota-se que quase toda música, arte e escultura glorificavam o "Grande Líder" Kim Il-sung, cujo culto à personalidade foi então estendido à seu filho, o "Líder Querido" Kim Jong-il.Kim Il-sung é ainda oficialmente reverenciado como o "Presidente Eterno" da nação. Diversos locais da Coreia do Norte são nomeados para Kim Il-sung, incluindo: a Universidade Kim Il-sung, o Estádio Kim Il-sung, e a Praça Kim Il-sung.

    Cultura

    A literatura e as artes da Coreia do Norte são controladas pelo Estado, sobretudo através do Departamento de Propaganda e Agitação ou Departamento de Cultura e Artes do Comitê Central do KWP.A cultura coreana foi atacada durante governo japonês de 1910 a 1945. O Japão aplicava uma política assimilação cultural. Durante o governo japonês, os coreanos foram encorajados a estudar e falar japonês, adotar o sistema japonês de nomes de família e a religião xintoísta; foi proibido falar o escrever a língua coreana nas escolas, no trabalho, ou em praças públicas.Além disso, o Japão alterou e destruiu vários monumentos coreanos incluindo o Palácio Gyeongbok e documentos que retratavam os japoneses em um ponto de vista negativo.

    ResponderExcluir
  34. 3- Pesquise sobre algum país socialista nos dias atuais. Como é a economia? O comportamento das pessoas de lá? Como a sociedade vive de uma maneira geral?

    COREIA DO NORTE.

    Economia da Coreia do Norte.

    A Coreia do Norte tem uma economia industrializada, autárquica, e altamente centralizada. Dos cinco países comunistas restantes do mundo, a Coreia do Norte é um dos apenas dois (junto a Cuba) com uma economia inteiramente planejada pelo governo, e própria do Estado.
    A economia da Coreia do Norte é completamente nacionalizada, o que significa que alimentos, habitação, saúde e educação são oferecidos pelo Estado gratuitamente.[89] A cobrança de impostos foi abolida desde 1º de abril de 1974. A fim de aumentar a produtividade da agricultura e da indústria, desde os anos 1960, o governo norte-coreano introduziu inúmeros sistemas de gestão tais como o sistema de trabalho Taean.

    Sociedade.(Direitos humanos)

    Múltiplas organizações internacionais de direitos humanos, incluindo a Anistia Internacional e a Human Rights Watch, acusam a Coreia do Norte de ter um dos piores registros de direitos humanos de qualquer nação.O norte-coreanos tem sido referidos como "algumas das pessoas mais brutalizadas do mundo" pela Human Rights Watch, devido às severas restrições às suas liberdades políticas e econômicas. Desertores norte-coreanos testemunharam a existência de campos de prisão e detenção com uma estimativa de 150 000 a 200 000 presos (cerca de 0,85% da população), e reportaram tortura, fome, estupro, assassinato, experimentos médicos, trabalho forçado, e abortos forçados.Prisioneiros políticos condenados e suas famílias são enviados para estes campos, onde são proibidos de casar-se, cultivar seu próprio alimento, e é cortada a comunicação externa.
    O sistema alterou-se ligeiramente no final dos anos 1990, quando o crescimento vegetativo tornou-se muito baixo. Em muitos casos, onde a pena foi de fato, substituída por punições menos severas.

    Culto à personalidade.(comportamento).

    O governo norte-coreano exerce um rígido controle sobre muitos aspectos da cultura da nação, e este controle é usado para perpetuar o culto à personalidade em volta da figura de Kim Il-sung, e, em menor medida, Kim Jong-il.Nota-se que quase toda música, arte e escultura glorificavam o "Grande Líder" Kim Il-sung, cujo culto à personalidade foi então estendido à seu filho, o "Líder Querido" Kim Jong-il.Kim Il-sung é ainda oficialmente reverenciado como o "Presidente Eterno" da nação. Diversos locais da Coreia do Norte são nomeados para Kim Il-sung, incluindo: a Universidade Kim Il-sung, o Estádio Kim Il-sung, e a Praça Kim Il-sung.

    Cultura

    A literatura e as artes da Coreia do Norte são controladas pelo Estado, sobretudo através do Departamento de Propaganda e Agitação ou Departamento de Cultura e Artes do Comitê Central do KWP.A cultura coreana foi atacada durante governo japonês de 1910 a 1945. O Japão aplicava uma política assimilação cultural. Durante o governo japonês, os coreanos foram encorajados a estudar e falar japonês, adotar o sistema japonês de nomes de família e a religião xintoísta; foi proibido falar o escrever a língua coreana nas escolas, no trabalho, ou em praças públicas.Além disso, o Japão alterou e destruiu vários monumentos coreanos incluindo o Palácio Gyeongbok e documentos que retratavam os japoneses em um ponto de vista negativo.

    ResponderExcluir
  35. Dyullya Isabelly, Nº19 e Inês Alves, N°28. 2° ano B, manhã.

    1- A que se propões o Socialismo?

    R:Ele defende sobretudo o planejamento da produção como a forma mais eficaz de distribuir a riqueza produzida entre todos os membros da sociedade. Além de limitar o alcance do mercado através de mecanismos reguladores.

    2- Relacione Socialismo e Capitalismo.

    R: Socialismo: refere-se a qualquer uma das várias teorias de organização econômica advogando a propriedade pública ou coletiva e administração dos meios de produção e distribuição de bens e de uma sociedade caracterizada pela igualdade de oportunidades para todos os indivíduos com um método mais igualitário de de compensação.
    `
    Capitalismo: é um sistema econômico em que os meios de produção e distribuição são de propriedade privada e com fins lucrativos; decisões sobre oferta, demanda, preço, distribuição e investimentos não são feitos pelo governo, os lucros são distribuídos para os proprietários que investem em empresas e os salários são pagos aos trabalhadores pelas empresas.

    4- Quais as diferenças do Socialismo Utópico do século XIX para o Socialismo do século XX, que foi aplicado em países como a Rússia?

    R: Nos países em que foi implantado, o comunismo tentou abolir a propriedade privada, mas não conseguiu eliminar as classes sociais. Os políticos que tomaram conta do Estado nas sociedades comunistas acabaram se tornando uma nova classe social, privilegiada em comparação ao restante da população. Além disso, constituíram regimes autoritários e violentos, que chegaram a promover verdadeiros massacres entre suas próprias populações. Essa tentativa de aplicação do regime comunista ainda sobrevive em alguns países nos dias atuais, como em Cuba e na China.

    ResponderExcluir
  36. 3- Pesquise sobre algum país socialista nos dias atuais. Como é a economia? O comportamento das pessoas de lá? Como a sociedade vive de uma maneira geral?

    COREIA DO NORTE.

    Economia da Coreia do Norte.

    A Coreia do Norte tem uma economia industrializada, autárquica, e altamente centralizada. Dos cinco países comunistas restantes do mundo, a Coreia do Norte é um dos apenas dois (junto a Cuba) com uma economia inteiramente planejada pelo governo, e própria do Estado.
    A economia da Coreia do Norte é completamente nacionalizada, o que significa que alimentos, habitação, saúde e educação são oferecidos pelo Estado gratuitamente.[89] A cobrança de impostos foi abolida desde 1º de abril de 1974. A fim de aumentar a produtividade da agricultura e da indústria, desde os anos 1960, o governo norte-coreano introduziu inúmeros sistemas de gestão tais como o sistema de trabalho Taean.

    Sociedade.(Direitos humanos)

    Múltiplas organizações internacionais de direitos humanos, incluindo a Anistia Internacional e a Human Rights Watch, acusam a Coreia do Norte de ter um dos piores registros de direitos humanos de qualquer nação.O norte-coreanos tem sido referidos como "algumas das pessoas mais brutalizadas do mundo" pela Human Rights Watch, devido às severas restrições às suas liberdades políticas e econômicas. Desertores norte-coreanos testemunharam a existência de campos de prisão e detenção com uma estimativa de 150 000 a 200 000 presos (cerca de 0,85% da população), e reportaram tortura, fome, estupro, assassinato, experimentos médicos, trabalho forçado, e abortos forçados.Prisioneiros políticos condenados e suas famílias são enviados para estes campos, onde são proibidos de casar-se, cultivar seu próprio alimento, e é cortada a comunicação externa.
    O sistema alterou-se ligeiramente no final dos anos 1990, quando o crescimento vegetativo tornou-se muito baixo. Em muitos casos, onde a pena foi de fato, substituída por punições menos severas.

    Culto à personalidade.(comportamento).

    O governo norte-coreano exerce um rígido controle sobre muitos aspectos da cultura da nação, e este controle é usado para perpetuar o culto à personalidade em volta da figura de Kim Il-sung, e, em menor medida, Kim Jong-il.Nota-se que quase toda música, arte e escultura glorificavam o "Grande Líder" Kim Il-sung, cujo culto à personalidade foi então estendido à seu filho, o "Líder Querido" Kim Jong-il.Kim Il-sung é ainda oficialmente reverenciado como o "Presidente Eterno" da nação. Diversos locais da Coreia do Norte são nomeados para Kim Il-sung, incluindo: a Universidade Kim Il-sung, o Estádio Kim Il-sung, e a Praça Kim Il-sung.

    Cultura

    A literatura e as artes da Coreia do Norte são controladas pelo Estado, sobretudo através do Departamento de Propaganda e Agitação ou Departamento de Cultura e Artes do Comitê Central do KWP.A cultura coreana foi atacada durante governo japonês de 1910 a 1945. O Japão aplicava uma política assimilação cultural. Durante o governo japonês, os coreanos foram encorajados a estudar e falar japonês, adotar o sistema japonês de nomes de família e a religião xintoísta; foi proibido falar o escrever a língua coreana nas escolas, no trabalho, ou em praças públicas.Além disso, o Japão alterou e destruiu vários monumentos coreanos incluindo o Palácio Gyeongbok e documentos que retratavam os japoneses em um ponto de vista negativo.

    ResponderExcluir
  37. Ariane Kamille;2 Ano "A";04.10 de novembro de 2010 17:54

    3- Pesquise sobre algum país socialista nos dias atuais. Como é a economia? O comportamento das pessoas de lá? Como a sociedade vive de uma maneira geral?

    COREIA DO NORTE.

    Economia da Coreia do Norte.

    A Coreia do Norte tem uma economia industrializada, autárquica, e altamente centralizada. Dos cinco países comunistas restantes do mundo, a Coreia do Norte é um dos apenas dois (junto a Cuba) com uma economia inteiramente planejada pelo governo, e própria do Estado.
    A economia da Coreia do Norte é completamente nacionalizada, o que significa que alimentos, habitação, saúde e educação são oferecidos pelo Estado gratuitamente.[89] A cobrança de impostos foi abolida desde 1º de abril de 1974. A fim de aumentar a produtividade da agricultura e da indústria, desde os anos 1960, o governo norte-coreano introduziu inúmeros sistemas de gestão tais como o sistema de trabalho Taean.

    Sociedade.(Direitos humanos)

    Múltiplas organizações internacionais de direitos humanos, incluindo a Anistia Internacional e a Human Rights Watch, acusam a Coreia do Norte de ter um dos piores registros de direitos humanos de qualquer nação.O norte-coreanos tem sido referidos como "algumas das pessoas mais brutalizadas do mundo" pela Human Rights Watch, devido às severas restrições às suas liberdades políticas e econômicas. Desertores norte-coreanos testemunharam a existência de campos de prisão e detenção com uma estimativa de 150 000 a 200 000 presos (cerca de 0,85% da população), e reportaram tortura, fome, estupro, assassinato, experimentos médicos, trabalho forçado, e abortos forçados.Prisioneiros políticos condenados e suas famílias são enviados para estes campos, onde são proibidos de casar-se, cultivar seu próprio alimento, e é cortada a comunicação externa.
    O sistema alterou-se ligeiramente no final dos anos 1990, quando o crescimento vegetativo tornou-se muito baixo. Em muitos casos, onde a pena foi de fato, substituída por punições menos severas.

    Culto à personalidade.(comportamento).

    O governo norte-coreano exerce um rígido controle sobre muitos aspectos da cultura da nação, e este controle é usado para perpetuar o culto à personalidade em volta da figura de Kim Il-sung, e, em menor medida, Kim Jong-il.Nota-se que quase toda música, arte e escultura glorificavam o "Grande Líder" Kim Il-sung, cujo culto à personalidade foi então estendido à seu filho, o "Líder Querido" Kim Jong-il.Kim Il-sung é ainda oficialmente reverenciado como o "Presidente Eterno" da nação. Diversos locais da Coreia do Norte são nomeados para Kim Il-sung, incluindo: a Universidade Kim Il-sung, o Estádio Kim Il-sung, e a Praça Kim Il-sung.

    Cultura

    A literatura e as artes da Coreia do Norte são controladas pelo Estado, sobretudo através do Departamento de Propaganda e Agitação ou Departamento de Cultura e Artes do Comitê Central do KWP.A cultura coreana foi atacada durante governo japonês de 1910 a 1945. O Japão aplicava uma política assimilação cultural. Durante o governo japonês, os coreanos foram encorajados a estudar e falar japonês, adotar o sistema japonês de nomes de família e a religião xintoísta; foi proibido falar o escrever a língua coreana nas escolas, no trabalho, ou em praças públicas.Além disso, o Japão alterou e destruiu vários monumentos coreanos incluindo o Palácio Gyeongbok e documentos que retratavam os japoneses em um ponto de vista negativo.

    ResponderExcluir
  38. 3- Pesquise sobre algum país socialista nos dias atuais. Como é a economia? O comportamento das pessoas de lá? Como a sociedade vive de uma maneira geral?

    COREIA DO NORTE.

    Economia da Coreia do Norte.

    A Coreia do Norte tem uma economia industrializada, autárquica, e altamente centralizada. Dos cinco países comunistas restantes do mundo, a Coreia do Norte é um dos apenas dois (junto a Cuba) com uma economia inteiramente planejada pelo governo, e própria do Estado.
    A economia da Coreia do Norte é completamente nacionalizada, o que significa que alimentos, habitação, saúde e educação são oferecidos pelo Estado gratuitamente.[89] A cobrança de impostos foi abolida desde 1º de abril de 1974. A fim de aumentar a produtividade da agricultura e da indústria, desde os anos 1960, o governo norte-coreano introduziu inúmeros sistemas de gestão tais como o sistema de trabalho Taean.

    Sociedade.(Direitos humanos)

    Múltiplas organizações internacionais de direitos humanos, incluindo a Anistia Internacional e a Human Rights Watch, acusam a Coreia do Norte de ter um dos piores registros de direitos humanos de qualquer nação.O norte-coreanos tem sido referidos como "algumas das pessoas mais brutalizadas do mundo" pela Human Rights Watch, devido às severas restrições às suas liberdades políticas e econômicas. Desertores norte-coreanos testemunharam a existência de campos de prisão e detenção com uma estimativa de 150 000 a 200 000 presos (cerca de 0,85% da população), e reportaram tortura, fome, estupro, assassinato, experimentos médicos, trabalho forçado, e abortos forçados.Prisioneiros políticos condenados e suas famílias são enviados para estes campos, onde são proibidos de casar-se, cultivar seu próprio alimento, e é cortada a comunicação externa.
    O sistema alterou-se ligeiramente no final dos anos 1990, quando o crescimento vegetativo tornou-se muito baixo. Em muitos casos, onde a pena foi de fato, substituída por punições menos severas.

    Culto à personalidade.(comportamento).

    O governo norte-coreano exerce um rígido controle sobre muitos aspectos da cultura da nação, e este controle é usado para perpetuar o culto à personalidade em volta da figura de Kim Il-sung, e, em menor medida, Kim Jong-il.Nota-se que quase toda música, arte e escultura glorificavam o "Grande Líder" Kim Il-sung, cujo culto à personalidade foi então estendido à seu filho, o "Líder Querido" Kim Jong-il.Kim Il-sung é ainda oficialmente reverenciado como o "Presidente Eterno" da nação. Diversos locais da Coreia do Norte são nomeados para Kim Il-sung, incluindo: a Universidade Kim Il-sung, o Estádio Kim Il-sung, e a Praça Kim Il-sung.

    Cultura

    A literatura e as artes da Coreia do Norte são controladas pelo Estado, sobretudo através do Departamento de Propaganda e Agitação ou Departamento de Cultura e Artes do Comitê Central do KWP.A cultura coreana foi atacada durante governo japonês de 1910 a 1945. O Japão aplicava uma política assimilação cultural. Durante o governo japonês, os coreanos foram encorajados a estudar e falar japonês, adotar o sistema japonês de nomes de família e a religião xintoísta; foi proibido falar o escrever a língua coreana nas escolas, no trabalho, ou em praças públicas.Além disso, o Japão alterou e destruiu vários monumentos coreanos incluindo o Palácio Gyeongbok e documentos que retratavam os japoneses em um ponto de vista negativo.

    ResponderExcluir
  39. 3- Pesquise sobre algum país socialista nos dias atuais. Como é a economia? O comportamento das pessoas de lá? Como a sociedade vive de uma maneira geral?

    COREIA DO NORTE.

    Economia da Coreia do Norte.

    A Coreia do Norte tem uma economia industrializada, autárquica, e altamente centralizada. Dos cinco países comunistas restantes do mundo, a Coreia do Norte é um dos apenas dois (junto a Cuba) com uma economia inteiramente planejada pelo governo, e própria do Estado.
    A economia da Coreia do Norte é completamente nacionalizada, o que significa que alimentos, habitação, saúde e educação são oferecidos pelo Estado gratuitamente.[89] A cobrança de impostos foi abolida desde 1º de abril de 1974. A fim de aumentar a produtividade da agricultura e da indústria, desde os anos 1960, o governo norte-coreano introduziu inúmeros sistemas de gestão tais como o sistema de trabalho Taean.

    Sociedade.(Direitos humanos)

    Múltiplas organizações internacionais de direitos humanos, incluindo a Anistia Internacional e a Human Rights Watch, acusam a Coreia do Norte de ter um dos piores registros de direitos humanos de qualquer nação.O norte-coreanos tem sido referidos como "algumas das pessoas mais brutalizadas do mundo" pela Human Rights Watch, devido às severas restrições às suas liberdades políticas e econômicas. Desertores norte-coreanos testemunharam a existência de campos de prisão e detenção com uma estimativa de 150 000 a 200 000 presos (cerca de 0,85% da população), e reportaram tortura, fome, estupro, assassinato, experimentos médicos, trabalho forçado, e abortos forçados.Prisioneiros políticos condenados e suas famílias são enviados para estes campos, onde são proibidos de casar-se, cultivar seu próprio alimento, e é cortada a comunicação externa.
    O sistema alterou-se ligeiramente no final dos anos 1990, quando o crescimento vegetativo tornou-se muito baixo. Em muitos casos, onde a pena foi de fato, substituída por punições menos severas.

    Culto à personalidade.(comportamento).

    O governo norte-coreano exerce um rígido controle sobre muitos aspectos da cultura da nação, e este controle é usado para perpetuar o culto à personalidade em volta da figura de Kim Il-sung, e, em menor medida, Kim Jong-il.Nota-se que quase toda música, arte e escultura glorificavam o "Grande Líder" Kim Il-sung, cujo culto à personalidade foi então estendido à seu filho, o "Líder Querido" Kim Jong-il.Kim Il-sung é ainda oficialmente reverenciado como o "Presidente Eterno" da nação. Diversos locais da Coreia do Norte são nomeados para Kim Il-sung, incluindo: a Universidade Kim Il-sung, o Estádio Kim Il-sung, e a Praça Kim Il-sung.

    Cultura

    A literatura e as artes da Coreia do Norte são controladas pelo Estado, sobretudo através do Departamento de Propaganda e Agitação ou Departamento de Cultura e Artes do Comitê Central do KWP.A cultura coreana foi atacada durante governo japonês de 1910 a 1945. O Japão aplicava uma política assimilação cultural. Durante o governo japonês, os coreanos foram encorajados a estudar e falar japonês, adotar o sistema japonês de nomes de família e a religião xintoísta; foi proibido falar o escrever a língua coreana nas escolas, no trabalho, ou em praças públicas.Além disso, o Japão alterou e destruiu vários monumentos coreanos incluindo o Palácio Gyeongbok e documentos que retratavam os japoneses em um ponto de vista negativo.

    ResponderExcluir
  40. Trabalho de Filosofia

    nome:Rayanne Lima Matos n:33
    Serie: 2 Ano Turma: D Turno:Manhã

    .China


    > Economia


    A China possui atualmente uma das economias que mais crescem no mundo. A média de crescimento econômico deste país, nos últimos anos é de quase 10%. Uma taxa superior a das maiores economias mundiais, inclusive a do Brasil. O Produto Interno Bruto (PIB) da China atingiu 4,911 trilhões de dólares em 2009 (com crescimento de 8,7%), fazendo deste país a terceira maior economia do mundo. Estas cifras apontam que a economia chinesa representa atualmente cerca de 15% da economia mundial.


    Vejamos os principais dados e características da economia chinesa:
    - Entrada da China, principalmente a partir da década de 1990, na economia de mercado, ajustando-se ao mundo globalizado;
    - A China é o maior produtor mundial de alimentos: 500 milhões de suínos, 450 milhões de toneladas de grãos;
    - É o maior produtor mundial de milho e arroz;
    - Agricultura mecanizada, gerando excelentes resultados de produtividade;
    - Aumento nos investimentos na área de educação, principalmente técnica;
    - Investimentos em infra-estrutura com a construção de rodovias, ferrovias, aeroportos e prédios públicos. Construção da hidrelétrica de Três Gargantas, a maior do mundo, gerando energia para as indústrias e habitantes;
    - Investimentos nas áreas de mineração, principalmente de minério de ferro, carvão mineral e petróleo;
    - Controle governamental dos salários e regras trabalhistas. Com estas medidas as empresas chinesas tem um custo reduzido com mão-de-obra (os salários são baixos), fazendo dos produtos chineses os mais baratos do mundo. Este fator explica, em parte, os altos índices de exportação deste país.
    - Abertura da economia para a entrada do capital internacional. Muitas empresas multinacionais, também conhecidas como transnacionais, instalaram e continuam instalando filiais neste país, buscando baixos custos de produção, mão-de-obra abundante e mercado consumidor amplo.
    - Incentivos governamentais e investimentos na produção de tecnologia.
    - Participação no bloco econômico APEC (Asian Pacific Economic Cooperation), junto com Japão, Austrália, Rússia, Estados Unidos, Canadá, Chile e outros países;
    - A China é um dos maiores importadores mundiais de matéria-prima.
    - No primeiro trimestre de 2009, o PIB da China cresceu 6,1 %. Este dado significou o pior crescimento econômico da economia chinesa desde 1992. Demonstrou que, apesar do crescimento, a economia chinesa foi fortemente afetada pela crise mundial.
    Embora apresente todos estes dados de crescimento econômico, a China enfrenta algumas dificuldades. Grande parte da população ainda vive em situação de pobreza, principalmente no campo. A utilização em larga escala de combustíveis fósseis (carvão mineral e petróleo) tem gerado um grande nível de poluição do ar. Os rios também têm sido vítimas deste crescimento econômico, apresentando altos índices de poluição. Os salários, controlados pelo governo, coloca os operários chineses entre os que recebem uma das menores remunerações do mundo. Mesmo assim, o crescimento chinês apresenta um ritmo alucinante, podendo transformar este país, nas próximas décadas, na maior economia do mundo.

    ResponderExcluir
  41. ome:Rayanne Lima Matos n:33
    Serie: 2 Ano Turma: D Turno:Manhã

    .China


    > O comportamento das pessoas.


    Sem atividades relacionadas ao Dia do Trabalho, o 1º de Maio acabou se transformando na época dos festivais de música na China. Em vez de operários celebrando o socialismo em praça pública, a data é marcada por milhares de jovens esparramados no gramado de parques para escutar bandas de rock, a maior parte das quais chinesas. Apesar de mais comportados que Woodstock, os festivais têm aquele ar festivo e de liberdade que caracteriza grandes reuniões de estudantes em quase todo o mundo _claro, desde que ninguém grite “abaixo o governo” ou “viva o dalai lama”.
    Só em Pequim, há dois grandes eventos musicais, que se estendem por três ou quatro dias. O mais tradicional deles é o MIDI, que começou de maneira acanhada no fim dos anos 90 e alcançou celebridade e o grande público a partir de 2004. Em 2008, o festival teve que se transferido de maio para outubro, em razão das medidas de segurança adotadas pelo governo para a Olimpíada de Pequim, realizada em agosto.
    Nos últimos 12 meses, a fortuna combinada das 1.000 pessoas mais ricas do país aumentou em 30%, para US$ 571 bilhões, e a China tem hoje o segundo maior número de bilionários de todo o mundo, depois dos Estados Unidos. Quase todos que aparecem no ranking do Relatório Hurun, divulgado esta semana, são novos ricos, que construíram suas fortunas a partir do zero. Dos 1.000 integrantes da lista, menos de 1% herdou sua foturna. Para entrar no ranking era necessário ter um patrimônio pessoal de pelo menos US$ 150 milhões, US$ 50 milhões a mais que em 2008.

    ResponderExcluir
  42. nome:Rayanne Lima Matos n:33
    Serie: 2 Ano Turma: D Turno:Manhã

    .China


    >como a sociedade vive de uma maneira geral


    No ano que se encerrou, a economia chinesa manteve sua alta taxa de crescimento, expandindo-se 10,7% entre janeiro e setembro. Mas, para os analistas, o fato de o governo trabalhar em prol da formação de uma sociedade harmoniosa poder distribuir melhor os frutos do rápido crescimento econômico.
    Vamos ver alguns exemplos. Sun Jianhua, 30 anos, camponês, está feliz com o seu atual padrão de vida. Depois de 8 anos trabalhando nas cidades, sua renda mensal subiu para 2.000 yuans. No entanto, ele sempre se preocupou com a falta de uma rede de seguros para a população rural.
    "Nós trabalhadores imigrantes não temos acesso à rede de seguros. Isso me preocupa muito. Uma doença grave poderá consumir toda a minha poupança".
    Sua apreensão era idêntica à de muitos outros trabalhadores migrantes. Mas, depois de o governo manifestar o desejo de formar uma sociedade harmoniosa, no início de 2006, as inquietações desse grupo social diminuíram. A sociedade harmoniosa prevê a criação de uma rede de seguros para a população urbana e rural, a redução das diferenças entre as cidades e as zonas rurais e interregionais e a melhora do meio ambiente em todo o país.

    ResponderExcluir
  43. Claudio Cesar, 2°B , Nº12


    1- A que se propões o Socialismo?

    Criado para confrontar o liberalismo e o capitalismo, o socialismo propõe a extinção da propriedade privada dos meios de produção e a tomada do poder por parte do proletariado e controle do Estado e divisão igualitária da renda.

    2- Relacione Socialismo e Capitalismo.

    No sistema capitalista a economia é de mercado ,ou seja,há a livre inciativa,e os meios de produção (empresas,bancos,indústrias e tudo que gera capital)pertencem a uma pessoa, ou a varias pessoas. Quem nao é dono do capital, vende seu trabalho e vira assalariado, nesse sistemaa sempre tem aqueles mais ricos, e os mais pobres.No socialista a economia é planificada,tipo, pessoas montam um plano, e decidem oque produzir quanto e pra quem, pois nao existe sociedade de consumo. Não existe classe social, só salarios maiores que outros.

    3- Pesquise sobre algum país socialista nos dias atuais. Como é a economia? O comportamento das pessoas de lá? Como a sociedade vive de uma maneira geral?

    - A China possui atualmente uma das economias que mais crescem no mundo. A média de crescimento econômico deste país, nos últimos anos é de quase 10%. Uma taxa superior a das maiores economias mundiais, inclusive a do Brasil. O Produto Interno Bruto (PIB) da China atingiu 2,2 trilhões de dólares em 2006, fazendo deste país a quarta maior economia do mundo. Estas cifras apontam que a economia chinesa representa atualmente 13% da economia mundial.

    - As pessoas consomem muito, porque trabalham por muito tempo, e ganham mais dinheiro, essa é a ideia deles, trabalhar mais, para ganhar mais, para consumir mais.

    - Bem, crescem muito economicamente todo ano, e tem uma cultura que muitos paises invejam.

    4- Quais as diferenças do Socialismo Utópico do século XIX para o Socialismo do século XX, que foi aplicado em países como a Rússia?

    O Utópico é um socialismo mais sonhado, mais livre e espontâneo, já o do seculo XX é um socialismo científico, que busca a verdade na ciência.

    ResponderExcluir
  44. Rebeca de Oliveira Pontes 2°A , Nº4411 de novembro de 2010 02:09

    3- CHINA

    A China é um país de economia planificada, isto é, controlada pelo estado segundo os princípios socialistas. Com a morte do presidente Mao Zedong (Mao Tsé-tung), a economia passou por um processo de modernização e liberalização, visando mais eficiência e melhor aproveitamento dos recursos.
    A economia centralizada torna as práticas comerciais diferentes dos demais países, dificultando o intercâmbio com os parceiros. Para contatos iniciais o ideal é participar de feiras, missões e exposições comerciais realizadas na capital chinesa e nas cidades onde estão situadas as indústrias.
    Os contatos devem ser feitos com três a quatro meses de antecedência, desaconselhando-se o envio de apenas uma pessoa para a missão comercial pois os chineses, do mesmo modo que os japoneses, costumam negociar em grupo e esperam o mesmo dos seus parceiros. Os negociadores devem estar bem preparados e com conhecimento técnico para discutir o assunto a ser tratado, caso contrário serão descartados. É bom lembrar que quando o interlocutor chinês acena rapidamente com a cabeça não quer dizer que está concordando, mas apenas demonstrando atenção.
    A seriedade dos negócios é fundamental. As apresentações serão feitas por um porta-voz, facilmente reconhecido por estar sempre à frente do grupo, ainda que não necessariamente o mais importante na escala hierárquica. Vencidas a complexidade e rigidez das normas chinesas e fechado o negócio, podem ser estabelecidas relações comerciais duradouras. A tentativa de obter informações sobre as razões de um não fechamento de negócios é quase impossível. Neste caso, é melhor aguardar outra oportunidade.
    O padrão de comportamento chinês está centrado na honestidade, confiança e paciência, portanto, agir contrariamente pode ser considerado ofensa e fraqueza de espírito do negociador estrangeiro. Vale lembrar ainda que na Ásia muitos hábitos e costumes são regidos pela superstição e pela religião.

    ResponderExcluir
  45. jose wellington 21 2 ano a manhã11 de novembro de 2010 10:55

    trabalho de filosofia
    Cometário: Atualmente, somente Cuba,que era governada por Fidel Castro, mantém plenamente o sistema socialista em vigor. Mesmo enfrentando um forte bloqueio econômico dos Estados Unidos, o líder cubano consegue sustentar o regime, utilizando, muitas vezes, a repressão e a ausência de democracia.

    .Os países que se consideram ainda nos dias de hoje como Socialistas, são os que seguem abaixo as datas entre parênteses referem-se ao início do regime...São eles:

    China, (desde 1º de outubro de 1949) , Cuba , (desde 1º de janeiro de 1959),

    Laos, (desde 2 de dezembro de 1975) , Coréia do Norte, (desde 9 de setembro de 1948)

    Vietnã , (oficialmente no Vietnã unificado em 2 de julho de 1976, porém o Vietnã do Norte é desde 1954))
    A República Popular da China, apesar de ser governada pelo Partido Comunista da China e ser oficialmente marxista-leninista-maoísta, nos últimos anos reimplantou muitas características do sistema capitalista no que denomina socialismo com características chinesas. Não obstante, este retorno ao capitalismo de mercado não é absoluto nem homogêneo, posto que só se dá nas áreas litorâneas e grandes cidades, e por outro lado a presença estatal na economia continua sendo enorme. Também a República Socialista do Vietnã deu alguns passos em esse sentido.
    Entre 1989 e 1992 deixaram de existir a grande maioria dos estados que se autodenominaram socialistas do mundo. A República Popular Polonesa voltou ao multipartidismo e ao capitalismo de mercado em 1990; a República Democrática Alemã foi absorvida pela República Federal Alemã no mesmo ano. A União das Repúblicas Socialistas Soviéticas foi desarticulada em 1991, dissolvendo-se em seguida o Partido Comunista da União Soviética (PCUS). Os conflitos nacionalistas acabaram com a República Socialista Federal da Iugoslávia um ano depois; destino similar ocorreu em todos os restantes capitalismos de Estado da Europa.
    Na mesma época os dois países que aderiram ao capitalismo de Estado africano mais estável, Moçambique e Angola, abandonaram o sistema. Na América, a República de Cuba manteve em linhas gerais inalterado o sistema, mas se viu forçada a permitir a formação de empresas mistas entre o Estado e multinacional para fazer frente à precária situação econômica em que deixou a desaparição do Conselho de Ajuda Mútua Econômica e com ele seus principais mercados, somado ao pré-existente bloqueio dos Estados Unidos ao país caribenho.
    Em países que antigamente eram repúblicas da URSS, como a Moldávia, a Ucrânia, a Bielorrússia ou a própria Rússia, os comunistas continuam sendo uma importante força política. De fato, o partido do Presidente moldava é o Partido Comunista da República Moldava e na Rússia o Partido Comunista da Federação Russa é o principal partido da oposição a Vladimir Putin. Na Alemanha o Partido da Esquerda, herdeiro do Partido Socialista Unificado da Alemanha que governara na RDA, é a segunda maior força na antiga Alemanha Oriental.

    ResponderExcluir
  46. jose wellington serpa lima 21 2ano manhã11 de novembro de 2010 10:57

    trabalho de filosofia
    Cometário: Atualmente, somente Cuba,que era governada por Fidel Castro, mantém plenamente o sistema socialista em vigor. Mesmo enfrentando um forte bloqueio econômico dos Estados Unidos, o líder cubano consegue sustentar o regime, utilizando, muitas vezes, a repressão e a ausência de democracia.

    .Os países que se consideram ainda nos dias de hoje como Socialistas, são os que seguem abaixo as datas entre parênteses referem-se ao início do regime...São eles:

    China, (desde 1º de outubro de 1949) , Cuba , (desde 1º de janeiro de 1959),

    Laos, (desde 2 de dezembro de 1975) , Coréia do Norte, (desde 9 de setembro de 1948)

    Vietnã , (oficialmente no Vietnã unificado em 2 de julho de 1976, porém o Vietnã do Norte é desde 1954))
    A República Popular da China, apesar de ser governada pelo Partido Comunista da China e ser oficialmente marxista-leninista-maoísta, nos últimos anos reimplantou muitas características do sistema capitalista no que denomina socialismo com características chinesas. Não obstante, este retorno ao capitalismo de mercado não é absoluto nem homogêneo, posto que só se dá nas áreas litorâneas e grandes cidades, e por outro lado a presença estatal na economia continua sendo enorme. Também a República Socialista do Vietnã deu alguns passos em esse sentido.
    Entre 1989 e 1992 deixaram de existir a grande maioria dos estados que se autodenominaram socialistas do mundo. A República Popular Polonesa voltou ao multipartidismo e ao capitalismo de mercado em 1990; a República Democrática Alemã foi absorvida pela República Federal Alemã no mesmo ano. A União das Repúblicas Socialistas Soviéticas foi desarticulada em 1991, dissolvendo-se em seguida o Partido Comunista da União Soviética (PCUS). Os conflitos nacionalistas acabaram com a República Socialista Federal da Iugoslávia um ano depois; destino similar ocorreu em todos os restantes capitalismos de Estado da Europa.
    Na mesma época os dois países que aderiram ao capitalismo de Estado africano mais estável, Moçambique e Angola, abandonaram o sistema. Na América, a República de Cuba manteve em linhas gerais inalterado o sistema, mas se viu forçada a permitir a formação de empresas mistas entre o Estado e multinacional para fazer frente à precária situação econômica em que deixou a desaparição do Conselho de Ajuda Mútua Econômica e com ele seus principais mercados, somado ao pré-existente bloqueio dos Estados Unidos ao país caribenho.
    Em países que antigamente eram repúblicas da URSS, como a Moldávia, a Ucrânia, a Bielorrússia ou a própria Rússia, os comunistas continuam sendo uma importante força política.

    ResponderExcluir
  47. jose wellington 21 2 ano a manhã11 de novembro de 2010 10:57

    trabalho de filosofia
    Cometário: Atualmente, somente Cuba,que era governada por Fidel Castro, mantém plenamente o sistema socialista em vigor. Mesmo enfrentando um forte bloqueio econômico dos Estados Unidos, o líder cubano consegue sustentar o regime, utilizando, muitas vezes, a repressão e a ausência de democracia.

    .Os países que se consideram ainda nos dias de hoje como Socialistas, são os que seguem abaixo as datas entre parênteses referem-se ao início do regime...São eles:

    China, (desde 1º de outubro de 1949) , Cuba , (desde 1º de janeiro de 1959),

    Laos, (desde 2 de dezembro de 1975) , Coréia do Norte, (desde 9 de setembro de 1948)

    Vietnã , (oficialmente no Vietnã unificado em 2 de julho de 1976, porém o Vietnã do Norte é desde 1954))
    A República Popular da China, apesar de ser governada pelo Partido Comunista da China e ser oficialmente marxista-leninista-maoísta, nos últimos anos reimplantou muitas características do sistema capitalista no que denomina socialismo com características chinesas. Não obstante, este retorno ao capitalismo de mercado não é absoluto nem homogêneo, posto que só se dá nas áreas litorâneas e grandes cidades, e por outro lado a presença estatal na economia continua sendo enorme. Também a República Socialista do Vietnã deu alguns passos em esse sentido.
    Entre 1989 e 1992 deixaram de existir a grande maioria dos estados que se autodenominaram socialistas do mundo. A República Popular Polonesa voltou ao multipartidismo e ao capitalismo de mercado em 1990; a República Democrática Alemã foi absorvida pela República Federal Alemã no mesmo ano. A União das Repúblicas Socialistas Soviéticas foi desarticulada em 1991, dissolvendo-se em seguida o Partido Comunista da União Soviética (PCUS). Os conflitos nacionalistas acabaram com a República Socialista Federal da Iugoslávia um ano depois; destino similar ocorreu em todos os restantes capitalismos de Estado da Europa.
    Na mesma época os dois países que aderiram ao capitalismo de Estado africano mais estável, Moçambique e Angola, abandonaram o sistema. Na América, a República de Cuba manteve em linhas gerais inalterado o sistema, mas se viu forçada a permitir a formação de empresas mistas entre o Estado e multinacional para fazer frente à precária situação econômica em que deixou a desaparição do Conselho de Ajuda Mútua Econômica e com ele seus principais mercados, somado ao pré-existente bloqueio dos Estados Unidos ao país caribenho.
    Em países que antigamente eram repúblicas da URSS, como a Moldávia, a Ucrânia, a Bielorrússia ou a própria Rússia, os comunistas continuam sendo uma importante força política.

    ResponderExcluir
  48. trabalho de filosofia
    Cometário: Atualmente, somente Cuba,que era governada por Fidel Castro, mantém plenamente o sistema socialista em vigor. Mesmo enfrentando um forte bloqueio econômico dos Estados Unidos, o líder cubano consegue sustentar o regime, utilizando, muitas vezes, a repressão e a ausência de democracia.

    .Os países que se consideram ainda nos dias de hoje como Socialistas, são os que seguem abaixo as datas entre parênteses referem-se ao início do regime...São eles:

    China, (desde 1º de outubro de 1949) , Cuba , (desde 1º de janeiro de 1959),

    Laos, (desde 2 de dezembro de 1975) , Coréia do Norte, (desde 9 de setembro de 1948)

    Vietnã , (oficialmente no Vietnã unificado em 2 de julho de 1976, porém o Vietnã do Norte é desde 1954))

    A República Popular da China, apesar de ser governada pelo Partido Comunista da China e ser oficialmente marxista-leninista-maoísta, nos últimos anos reimplantou muitas características do sistema capitalista no que denomina socialismo com características chinesas. Não obstante, este retorno ao capitalismo de mercado não é absoluto nem homogêneo, posto que só se dá nas áreas litorâneas e grandes cidades, e por outro lado a presença estatal na economia continua sendo enorme. Também a República Socialista do Vietnã deu alguns passos em esse sentido.
    Entre 1989 e 1992 deixaram de existir a grande maioria dos estados que se autodenominaram socialistas do mundo. A República Popular Polonesa voltou ao multipartidismo e ao capitalismo de mercado em 1990; a República Democrática Alemã foi absorvida pela República Federal Alemã no mesmo ano. A União das Repúblicas Socialistas Soviéticas foi desarticulada em 1991, dissolvendo-se em seguida o Partido Comunista da União Soviética (PCUS). Os conflitos nacionalistas acabaram com a República Socialista Federal da Iugoslávia um ano depois; destino similar ocorreu em todos os restantes capitalismos de Estado da Europa.
    Na mesma época os dois países que aderiram ao capitalismo de Estado africano mais estável, Moçambique e Angola, abandonaram o sistema. Na América, a República de Cuba manteve em linhas gerais inalterado o sistema, mas se viu forçada a permitir a formação de empresas mistas entre o Estado e multinacional para fazer frente à precária situação econômica em que deixou a desaparição do Conselho de Ajuda Mútua Econômica e com ele seus principais mercados, somado ao pré-existente bloqueio dos Estados Unidos ao país caribenho.
    Em países que antigamente eram repúblicas da URSS, como a Moldávia, a Ucrânia, a Bielorrússia ou a própria Rússia, os comunistas continuam sendo uma importante força política. De fato, o partido do Presidente moldava é o Partido Comunista da República Moldava e na Rússia o Partido Comunista da Federação Russa é o principal partido da oposição a Vladimir Putin. Na Alemanha o Partido da Esquerda, herdeiro do Partido Socialista Unificado da Alemanha que governara na RDA, é a segunda maior força na antiga Alemanha Oriental.

    ResponderExcluir
  49. jose wellington 21 2 ano a manhã11 de novembro de 2010 10:59

    trabalho de filosofia
    Cometário: Atualmente, somente Cuba,que era governada por Fidel Castro, mantém plenamente o sistema socialista em vigor. Mesmo enfrentando um forte bloqueio econômico dos Estados Unidos, o líder cubano consegue sustentar o regime, utilizando, muitas vezes, a repressão e a ausência de democracia.

    .Os países que se consideram ainda nos dias de hoje como Socialistas, são os que seguem abaixo as datas entre parênteses referem-se ao início do regime...São eles:

    China, (desde 1º de outubro de 1949) , Cuba , (desde 1º de janeiro de 1959),

    Laos, (desde 2 de dezembro de 1975) , Coréia do Norte, (desde 9 de setembro de 1948)

    Vietnã , (oficialmente no Vietnã unificado em 2 de julho de 1976, porém o Vietnã do Norte é desde 1954))

    A República Popular da China, apesar de ser governada pelo Partido Comunista da China e ser oficialmente marxista-leninista-maoísta, nos últimos anos reimplantou muitas características do sistema capitalista no que denomina socialismo com características chinesas. Não obstante, este retorno ao capitalismo de mercado não é absoluto nem homogêneo, posto que só se dá nas áreas litorâneas e grandes cidades, e por outro lado a presença estatal na economia continua sendo enorme. Também a República Socialista do Vietnã deu alguns passos em esse sentido.
    Entre 1989 e 1992 deixaram de existir a grande maioria dos estados que se autodenominaram socialistas do mundo. A República Popular Polonesa voltou ao multipartidismo e ao capitalismo de mercado em 1990; a República Democrática Alemã foi absorvida pela República Federal Alemã no mesmo ano. A União das Repúblicas Socialistas Soviéticas foi desarticulada em 1991, dissolvendo-se em seguida o Partido Comunista da União Soviética (PCUS). Os conflitos nacionalistas acabaram com a República Socialista Federal da Iugoslávia um ano depois; destino similar ocorreu em todos os restantes capitalismos de Estado da Europa.
    Na mesma época os dois países que aderiram ao capitalismo de Estado africano mais estável, Moçambique e Angola, abandonaram o sistema. Na América, a República de Cuba manteve em linhas gerais inalterado o sistema, mas se viu forçada a permitir a formação de empresas mistas entre o Estado e multinacional para fazer frente à precária situação econômica em que deixou a desaparição do Conselho de Ajuda Mútua Econômica e com ele seus principais mercados, somado ao pré-existente bloqueio dos Estados Unidos ao país caribenho.
    Em países que antigamente eram repúblicas da URSS, como a Moldávia, a Ucrânia, a Bielorrússia ou a própria Rússia, os comunistas continuam sendo uma importante força política. De fato, o partido do Presidente moldava é o Partido Comunista da República Moldava e na Rússia o Partido Comunista da Federação Russa é o principal partido da oposição a Vladimir Putin. Na Alemanha o Partido da Esquerda, herdeiro do Partido Socialista Unificado da Alemanha que governara na RDA, é a segunda maior força na antiga Alemanha Oriental.

    ResponderExcluir
  50. jose wellington 21 2 ano a manhã11 de novembro de 2010 11:01

    trabalho de filosofia
    Cometário: Atualmente, somente Cuba,que era governada por Fidel Castro, mantém plenamente o sistema socialista em vigor. Mesmo enfrentando um forte bloqueio econômico dos Estados Unidos, o líder cubano consegue sustentar o regime, utilizando, muitas vezes, a repressão e a ausência de democracia.

    .Os países que se consideram ainda nos dias de hoje como Socialistas, são os que seguem abaixo as datas entre parênteses referem-se ao início do regime...São eles:

    China, (desde 1º de outubro de 1949) , Cuba , (desde 1º de janeiro de 1959),

    Laos, (desde 2 de dezembro de 1975) , Coréia do Norte, (desde 9 de setembro de 1948)

    Vietnã , (oficialmente no Vietnã unificado em 2 de julho de 1976, porém o Vietnã do Norte é desde 1954))

    A República Popular da China, apesar de ser governada pelo Partido Comunista da China e ser oficialmente marxista-leninista-maoísta, nos últimos anos reimplantou muitas características do sistema capitalista no que denomina socialismo com características chinesas. Não obstante, este retorno ao capitalismo de mercado não é absoluto nem homogêneo, posto que só se dá nas áreas litorâneas e grandes cidades, e por outro lado a presença estatal na economia continua sendo enorme. Também a República Socialista do Vietnã deu alguns passos em esse sentido.
    Entre 1989 e 1992 deixaram de existir a grande maioria dos estados que se autodenominaram socialistas do mundo. A República Popular Polonesa voltou ao multipartidismo e ao capitalismo de mercado em 1990; a República Democrática Alemã foi absorvida pela República Federal Alemã no mesmo ano. A União das Repúblicas Socialistas Soviéticas foi desarticulada em 1991, dissolvendo-se em seguida o Partido Comunista da União Soviética (PCUS). Os conflitos nacionalistas acabaram com a República Socialista Federal da Iugoslávia um ano depois; destino similar ocorreu em todos os restantes capitalismos de Estado da Europa.
    Na mesma época os dois países que aderiram ao capitalismo de Estado africano mais estável, Moçambique e Angola, abandonaram o sistema. Na América, a República de Cuba manteve em linhas gerais inalterado o sistema, mas se viu forçada a permitir a formação de empresas mistas entre o Estado e multinacional para fazer frente à precária situação econômica em que deixou a desaparição do Conselho de Ajuda Mútua Econômica e com ele seus principais mercados, somado ao pré-existente bloqueio dos Estados Unidos ao país caribenho.
    Em países que antigamente eram repúblicas da URSS, como a Moldávia, a Ucrânia, a Bielorrússia ou a própria Rússia, os comunistas continuam sendo uma importante força política. De fato, o partido do Presidente moldava é o Partido Comunista da República Moldava e na Rússia o Partido Comunista da Federação Russa é o principal partido da oposição a Vladimir Putin. Na Alemanha o Partido da Esquerda, herdeiro do Partido Socialista Unificado da Alemanha que governara na RDA, é a segunda maior força na antiga Alemanha Oriental.

    ResponderExcluir
  51. Rodrigo Almeida Nº 21 / 2ºano d11 de novembro de 2010 13:56

    1-A que se propões o Socialismo?

    R: O socialismo propõe que todos sejam da mesma classe social, com seus direitos iguais.

    2- Relacione Socialismo e Capitalismo.

    R: Capitalismo desenvolve um poder sobre os trabalhadores, como um sistema econômico privado. Os trabalhadores são deixados de lado com uma quantia fixa, e os Capitalistas acabam ficando com a grande parte do lucro. No Socialismo acontece o contrario, não e mas privada e agora e particular , com isso obtém seu próprio lucros com sua força de trabalho.

    3 - Pesquise sobre algum país socialista nos dias atuais. Como é a economia? O comportamento das pessoas de lá? Como a sociedade vive de uma maneira geral?

    4- Quais as diferenças do Socialismo Utópico do século XIX para o Socialismo do século XX, que foi aplicado em países como a Rússia?

    R: Século XX o socialismo executava uma forma pratica sem desigualdade e no século XIX, acabaram com o capitalismo.

    ResponderExcluir
  52. Beatriz Barros n° 05 2° A manhã. José de Alencar

    1-A que se propões o Socialismo?

    R: O socialismo propõe que todas as classes sejam iguais, e os direitos iguais.

    2- Relacione Socialismo e Capitalismo.

    R: Capitalismo desenvolve um poder sobre os trabalhadores, como um sistema econômico privado. Os trabalhadores são deixados de lado com uma quantia fixa, e os Capitalistas acabam ficando com a grande parte do lucro. No Socialismo acontece o contrario, não e mas privada e agora e particular , com isso obtém seu próprio lucros com sua força de trabalho.

    3 - Pesquise sobre algum país socialista nos dias atuais. Como é a economia? O comportamento das pessoas de lá? Como a sociedade vive de uma maneira geral?

    4- Quais as diferenças do Socialismo Utópico do século XIX para o Socialismo do século XX, que foi aplicado em países como a Rússia?

    R:
    1-A que se propões o Socialismo?

    R: O socialismo propõe que todos sejam da mesma classe social, com seus direitos iguais.

    2- Relacione Socialismo e Capitalismo.

    R: Capitalismo desenvolve um poder sobre os trabalhadores, como um sistema econômico privado. Os trabalhadores são deixados de lado com uma quantia fixa, e os Capitalistas acabam ficando com a grande parte do lucro. No Socialismo acontece o contrario, não e mas privada e agora e particular , com isso obtém seu próprio lucros com sua força de trabalho.

    3 - Pesquise sobre algum país socialista nos dias atuais. Como é a economia? O comportamento das pessoas de lá? Como a sociedade vive de uma maneira geral?

    4- Quais as diferenças do Socialismo Utópico do século XIX para o Socialismo do século XX, que foi aplicado em países como a Rússia?

    R: Século XX o socialismo executava uma forma pratica sem desigualdade e no século XIX, acabaram com o capitalismo.

    ResponderExcluir
  53. Davi Moreira Matos. 2º b N:14

    1. A que se propões o Socialismo?

    Socialismo propõe uma forma de distribuição igual de bens para todos, e oportunidades de mesmo peso para todos.

    2. Relacione Socialismo e Capitalismo.

    O capitalismo prega a sociedade privada ou particular em meios de produção, também trabalhadores assalariados. No socialismo não existe propriedade privada e a distribuição de riquezas é justa para todos.

    3. Pesquise sobre algum país socialista nos dias atuais. Como é a economia? O comportamento das pessoas de lá? Como a sociedade vive de uma maneira geral?

    A China possui atualmente uma das economias que mais crescem no mundo. A média de crescimento econômico deste país, nos últimos anos é de quase 10%. Uma taxa superior a das maiores economias mundiais, inclusive a do Brasil. A sua sociedade vive em grande harmonia as pessoas crescem muito financeiramente. E o governo combate muito a corrupção punindo severamente aos corruptos.

    4. Quais as diferenças do Socialismo Utópico do século XIX para o Socialismo do século XX, que foi aplicado em países como a Rússia?

    No século XIX o socialismo acabara de ser criado masi somente no século XX que foi posto em vigor.O primeiro país a implantar esse regime político foi a Rússia, a partir de 1917, quando ocorreu a Revolução Russa, momento em que o governo monarquista foi retirado do poder e instaurado o socialismo. No século XIX os socialistas vivam o socialismo sonhador o Utópico mais no XX vivem o científico um socilismo ligado a ciência.

    ResponderExcluir
  54. Gilvan Nº:16 Turma:2º ANO A Turno:Manhã11 de novembro de 2010 17:40

    3- Pesquise sobre algum país socialista nos dias atuais. Como é a economia? O comportamento das pessoas de lá? Como a sociedade vive de uma maneira geral?

    • A China é hoje um país que possui dois sistemas econômicos controlados por um único sistema político. Esse sistema é definido como economia “socialista de mercado”. A China é a economia que mais cresceu no mundo, e os seus produtos invadem todos os mercados.

    •Religião e Templos da China
    A China possui uma grande diversidade de religiões, mas a maioria da população é taoísta ou budista. Junto com o confucionismo, formam as três linhas filosóficas e religiosas principais na China. Elas convivem pacificamente entre os chineses, às vezes nos mesmos espaços ou nas mesmas mentes.

    •A sociedade chinesa
    A sociedade chinesa era muito tradicional e cerimoniosa. Acima de todos os elementos ficava o imperador, adorado como 'filho do céu'. Vinha em seguida um corpo de funcionários, os mandarins, considerados o orgulho do império. Esse grupo foi criado no século II a.C., desbancando a nobreza feudal, e desempenhou um importante papel na vida institucional e cultural do país. Abaixo deles vinha o resto da sociedade: camponeses, comerciantes e artesãos. Na sociedade chinesa não havia escravos.

    ResponderExcluir
  55. GILMARA SARAIVA DE SOUZA
    n°44
    2°D


    *VIETNÃ OU VIETNAME

    O Vietname (português europeu) ou Vietnã (português brasileiro) ou, oficialmente, República Socialista do Vietname / Vietnã, é um país asiático, localizado na Indochina, e limitado a norte pela China, a leste e a sul pelo Mar da China Meridional, e a oeste pelo Golfo da Tailândia, pelo Camboja e pelo Laos. A capital do país é Hanói.

    *HISTÓRIA

    A história do Vietname está documentada há mais de 2500 anos. Durante mil anos, esta região foi dominada por sucessivas dinastias do império chinês, mas obteve a independência em 938 e estabeleceu a dinastia Ngô. O período dinástico terminou no século XIX, quando o país foi colonizado pela França em 1858. Durante a Segunda Guerra Mundial, com a derrota da França na primeira fase da Guerra, o Vietname foi ocupado pelo Japão e estabeleceram no trono o Imperador Bao Dai. Quando a guerra terminou, a França tentou restabelecer o controle, mas não conseguiu. Os franceses foram derrotados na Batalha de Dien Bien Phu, após oito anos de luta armada, comandada por Giap em 1954 na primeira guerra da Indochina, mesmo com ajuda dos EUA, mas na Conferência de Genebra o Vietname foi dividido em dois países separados, conhecidos como Vietname do Norte e Vietname do Sul. Durante a Guerra Fria, o norte comunista tinha o apoio da China e da União Soviética, enquanto o sul anti-comunista era apoiado pelos EUA, o que deu lugar à Guerra do Vietname, em que os americanos foram obrigados a abandonar em Março de 1973; a cidade de Saigão que foi tomada pelo Vietcong - frente de libertação do sul em Abril de 1975.
    Em Julho de 1976, a República do Vietname do Sul e a República Democrática do Vietname (Vietname do Norte) uniram-se na República Socialista do Vietname.

    *A REUNIFICAÇÃO POLÍTICA

    A guerra terminou com a vitória do Norte e com a reunificação dos dois territórios, em 1976. Completado o processo de reunificação, nasceu a República Socialista do Vietnam com posições pró-soviéticas. Todavia, as consequências do conflito foram gravíssimas: os intensos bombardeamentos norte-americanos tinham destruído cerca de 70% das instalações industriais do Norte, tornado impraticáveis quase todas as vias de comunicação e queimado com bombas químicas vastas extensões de floresta (recordar em particular, sobre as devastadoras consequências do uso do napalm, uma mistura de sais alumínicos e ácidos orgânicos, usada na indústria bélica para a fabricação de bombas, precisamente pelo seu alto poder incendiário).
    De uma maneira geral, as operações militares tinham tirado mão-de-obra às actividades industriais, causando assim a interrupção de todos os investimentos profundos do Norte; haviam impedido as actividades agrícolas no Sul; limitado fortemente em todo o país a pesca do mar alto que, pela enorme extensão das costas vietnamitas e pela densidade demográfica ao longo da faixa litoral, se reveste de cada vez de maior importância na economia vietnamita (lembremo-nos que é da da fermentação do pescado que se extrai o nuocman, o famoso condimento da cozinha local).
    Essas problemáticas tiveram de ser imediatamente enfrentadas já na primeira fase da reconstrução, procurando uma resposta para ela, através de política de plano, em linha com os princípios ideológicos do socialismo e com o modelo de desenvolvimento já adoptado nos países comunistas. Contudo, passados quase trinta anos, a República ainda tem de resolver problemas importantes, entre os quais - e não é certamente o último - se encontra o da integração de duas estruturas económicas , hoje profundamente diferentes uma da outra; trata-se de um problema que evoca o outro, ainda mais complexo, da reunificação social e cultural de populações que continuamente divididas durante muito tempo, portanto com expressões de modos de vida opostos.

    *CULTURA

    O Vietname tem a cultura diversa e rica por causa da mistura harmoniosa dos 54 grupos étnicos existido no mesmo território. Além disso, a cultura Vietnamita também tem alguns factores da cristalização mista entre a cultura Chinesa e Indiana.

    ResponderExcluir
  56. Inês Alves,n°28; 2°b manhã
    3. Pesquise sobre algum país socialista nos dias atuais. Como é a economia? O comportamento das pessoas de lá? Como a sociedade vive de uma maneira geral?

    R;Em três décadas, desde quando o Vietnã era comunista até se tornar capitalista, o país já ultrapassou muitos de seus vizinhos, tendo o segundo crescimento econômico mais rápido da Ásia.

    Ano passado, o Vietnã teve um crescimento econômico de 8,4%, e as exportações para os EUA aumentam mais rápido que as exportações chinesas. Empresas americanas, como a Nike e a Intel, e investidores do mundo inteiro estão pondo dinheiro no país. Os vietnamitas estão se reestruturando mundialmente.

    ResponderExcluir
  57. VANESSA MARIA 2°ano-D(manhã) n°43 EEFM. José de Alencar
    1-A que se propõe o socialismo?
    R/; Foi criado para confrontar o liberalismo e o capitalismo. O socialismo propõe o fim da desigualdade social.

    2- Relacione o SOCIALISMO e o Capitalismo.

    O sistema Capitalista pode ser caracterizado em três aspectos:
    • Propriedade privada ou meios de produção particulares;

    • Trabalho assalariado;

    • Livre-iniciativa sobre a planificação estatal.

    A promessa do Socialismo é instaurar uma sociedade superior ao Capitalismo em três aspectos:

    • A economia não estaria sujeita a crises, a desempregos, porque ela seria planejada, havendo um controle por parte da coletividade sobre o processo social de produção e distribuição, portanto, o indivíduo não seria mais dominado pelas forças imprevisíveis do mercado;

    • A instauração da igualdade: a sociedade capitalista seria a última sociedade de classes, cuja evolução simplificaria a estruturação social, transformando a maioria da população mais ou menos homogêneo;

    • O Socialismo proporcionaria a todos os membros da sociedade um grau superior de bem-estar material e de liberdade.

    4- Quais as diferenças do Socialismo Utópico do século XIX para o Socialismo do século XX, que foi aplicado em países como a Rússia?

    O socialismo do século XX é conhecido por socialismo real, em outras palavras executado de forma prática e o do século XIX pregava uma sociedade sem distinção e igualitária que acabava com o capitalismo.

    ResponderExcluir
  58. Felipe Rodrigues Pinto 2º B Nº:23

    1. A que se propões o Socialismo?

    Uma sociedade justa, igual para todos com oportunidades para que todos possam usufruir.

    2. Relacione Socialismo e Capitalismo.

    Capitalismo é um sistema que separa o capital de trabalho e cujas relações são de dominação e exploração.
    O socialismo não explora os trabalhadores e paga a todos de uma forma merecida.

    3. Pesquise sobre algum país socialista nos dias atuais. Como é a economia? O comportamento das pessoas de lá? Como a sociedade vive de uma maneira geral?

    A economia de Cuba recuperou-se lentamente de uma séria recessão provocada pela retirada dos subsídios da antiga União Soviética (cerca de 4 a 6 bilhões de dólares anuais entre 1989 e 1993), o que representou uma perda de, pelo menos, 35% relação ao pico de seu PIB de então , causando sérios problemas de abastecimento e provocando rígidos racionamentos, entre 1989 e 1993, anos de grandes privações para todos, no que foi chamado de "Período Especial".
    A população é de 11 382 820 habitantes (2006), o que corresponde a uma densidade populacional de 102,35 hab./km2. As taxas de natalidade e de mortalidade são, respectivamente, de 11,89%o e 7,22%o. A esperança média de vida é de 77,41 anos. O valor do Índice do Desenvolvimento Humano (IDH) é de 0,806 e o valor do Índice de Desenvolvimento ajustado ao Género (IDG) não foi atribuído (2001). Estima-se que, em 2025, a população seja de 11 831 000 habitantes. As principais etnias são a mestiça, com 51%, a branca, com 37%, a negra, com 11%, e a chinesa, com 1%. As religiões com maior expressão são a católica, com 40%, e a protestante, com 3%; os ateus representam 55% da população. A língua oficial é o castelhano.

    4- Quais as diferenças do Socialismo Utópico do século XIX para o Socialismo do século XX, que foi aplicado em países como a Rússia?

    No século XIX o socialismo era Utópico onde os socialistas sonhavam com a sociedade perfeita onde todos iam viver bem e não existiriam miséria entre a sociedade. No século XX o socialismo é científico e estar ligado a razão e a ciência.

    ResponderExcluir
  59. VANESSA MARIA, n°43 2°ano D. EEFM José de Alencar
    3ª) Pesquise sobre algum país socialista nos dias atuais. Como é a economia? O comportamento das pessoas de lá? Como a sociedade vive de uma maneira geral?

    Laos: É um país asiático, localizado na Indochina e limitado a norte pela China, a leste pelo Vietname, a sul pelo Camboja, a sul e oeste pela Tailândia e a oeste por Myanmar.

    • ECONOMIA

    É um dos poucos países socialistas do mundo. O país ainda depende enormemente de sua agricultura e possui uma infraestrutura bastante deficiente. O país não possui ferrovias. As principais rodovias do país conectam os maiores centros urbanos, porém a maioria das pequenas vilas somente se ligam a estas rodovias por pequenas estradas de terra, nem sempre transitáveis o ano inteiro. As telecomunicações internas e com o exterior também são limitadas e, nota-se que sua economia é majoritariamente agrária e que a plantação do arroz é a principal atividade comercial do Laos Socialista.

    • CULTURA

    O Budismo contribuiu significativamente para a cultura do Laos. Ele se reflete por todo país não apenas na religiosidade, mas também nas artes, literatura, teatro, etc. A música laociana é dominada pelo khaen, flauta de bambu que é instrumento nacional.
    O país tem dois Patrimônios Culturais da Humanidade, de acordo com a UNESCO: Luang Prabang e Wat Phou. O goveno pleiteia o mesmo título para a região da Planície de Jarros.

    ResponderExcluir
  60. Rafael Souza 2°C M J.A11 de novembro de 2010 18:28

    Rafael Souza, N°31 2°C Manhã J.A

    1- A que se propões o Socialismo?
    O socialismo propõe então de limitar o alcance do mercado através de mecanismos reguladores, e defende sobretudo o planejamento da produção como a forma mais eficaz de distribuir a riqueza produzida entre todos os membros da sociedade.

    2- Relacione Socialismo e Capitalismo.
    No sistema capitalista a economia é de mercado ,ou seja,há a livre inciativa,e os meios de produção (empresas,bancos,indústrias e tudo que gera capital)pertencem a um indivíduo ,ou ao um grupo de indivíduos.Embora uma empresa estatal possa existir num país capitalistas,predominam as empresas privadas,que pertencem aos capitalistas(os donos do capital).
    Quem não é dono do capital "vende" sua força de trabalho e a essa classe de pessoas ,chamamos assalariados.
    Nos países capitalistas há sempre classes sociais ,das mais ricas até as mais pobres,mas nos países capitalistas ricos essa diferença é menos acentuada que nos países emergentes e subdesenvolvidos,onde os problemas sociais são graves!

    No sistema socialista,a economia é planificada,e um grupo de burocratas montam um plano (geralmente de 5 anos) e decidem o que produzir,quanto e pra quem,pois nos países socialistas ,não existe a chamada "sociedade de consumo"(porque não consomem produtos supérfluos).
    Não existe classes sociais,embora existam salários maiores e menores e o governo é responsável pela educação,saúde,trabalho,lazer (pelo menos na teoria) da população.

    Obs- não estou dando minha opinião a respeito dos diferentes tipos de economia,apenas relacionando as principais diferenças,conforme seu pedido.

    3- Pesquise sobre algum país socialista nos dias atuais. Como é a economia? O comportamento das pessoas de lá? Como a sociedade vive de uma maneira geral?

    China:

    Economia:
    A economia chinesa é notada por alto nível de crescimento orientado à exportação. A sua transformação em economia mista,[55] foi iniciada por Deng Xiaoping em 1978, após a falha da economia planificada em desenvolver os sistemas produtivos chineses a níveis aceitáveis.[56]

    Pessoas:
    As pessoas da china são muito hospitaleiras recebem bem os turistas de outros países e adoram festejar feriados ao ar livre.

    Sociedade:
    Sociedade chinesa vive uma grande harmonia.
    Vamos ver alguns exemplos. Sun Jianhua, 30 anos, camponês, está feliz com o seu atual padrão de vida. Depois de 8 anos trabalhando nas cidades, sua renda mensal subiu para 2.000 yuans. No entanto, ele sempre se preocupou com a falta de uma rede de seguros para a população rural.

    4- Quais as diferenças do Socialismo Utópico do século XIX para o Socialismo do século XX, que foi aplicado em países como a Rússia?

    ResponderExcluir
  61. Rafael Souza, N°31 2°C Manhã J.A

    1- A que se propões o Socialismo?
    O socialismo propõe então de limitar o alcance do mercado através de mecanismos reguladores, e defende sobretudo o planejamento da produção como a forma mais eficaz de distribuir a riqueza produzida entre todos os membros da sociedade.

    2- Relacione Socialismo e Capitalismo.
    No sistema capitalista a economia é de mercado ,ou seja,há a livre inciativa,e os meios de produção (empresas,bancos,indústrias e tudo que gera capital)pertencem a um indivíduo ,ou ao um grupo de indivíduos.Embora uma empresa estatal possa existir num país capitalistas,predominam as empresas privadas,que pertencem aos capitalistas(os donos do capital).
    Quem não é dono do capital "vende" sua força de trabalho e a essa classe de pessoas ,chamamos assalariados.
    Nos países capitalistas há sempre classes sociais ,das mais ricas até as mais pobres,mas nos países capitalistas ricos essa diferença é menos acentuada que nos países emergentes e subdesenvolvidos,onde os problemas sociais são graves!

    No sistema socialista,a economia é planificada,e um grupo de burocratas montam um plano (geralmente de 5 anos) e decidem o que produzir,quanto e pra quem,pois nos países socialistas ,não existe a chamada "sociedade de consumo"(porque não consomem produtos supérfluos).
    Não existe classes sociais,embora existam salários maiores e menores e o governo é responsável pela educação,saúde,trabalho,lazer (pelo menos na teoria) da população.

    Obs- não estou dando minha opinião a respeito dos diferentes tipos de economia,apenas relacionando as principais diferenças,conforme seu pedido.

    3- Pesquise sobre algum país socialista nos dias atuais. Como é a economia? O comportamento das pessoas de lá? Como a sociedade vive de uma maneira geral?

    China:

    Economia:
    A economia chinesa é notada por alto nível de crescimento orientado à exportação. A sua transformação em economia mista,[55] foi iniciada por Deng Xiaoping em 1978, após a falha da economia planificada em desenvolver os sistemas produtivos chineses a níveis aceitáveis.[56]

    Pessoas:
    As pessoas da china são muito hospitaleiras recebem bem os turistas de outros países e adoram festejar feriados ao ar livre.

    Sociedade:
    Sociedade chinesa vive uma grande harmonia.
    Vamos ver alguns exemplos. Sun Jianhua, 30 anos, camponês, está feliz com o seu atual padrão de vida. Depois de 8 anos trabalhando nas cidades, sua renda mensal subiu para 2.000 yuans. No entanto, ele sempre se preocupou com a falta de uma rede de seguros para a população rural.

    4- Quais as diferenças do Socialismo Utópico do século XIX para o Socialismo do século XX, que foi aplicado em países como a Rússia?

    ResponderExcluir
  62. 3- Pesquise sobre algum país socialista nos dias atuais. Como é a economia? O comportamento das pessoas de lá? Como a sociedade vive de uma maneira geral?
    RESPOSTA:Cuba é uma república socialista, organizada segundo o modelo marxista-leninista (partido único, sem eleições diretas para cargos executivos, ou imprensa livres), da qual Fidel Castro foi o primeiro-secretário do Comitê Central do Partido Comunista de Cuba e o presidente dos Conselhos de Estado e de Ministros (presidente da República), e que governou desde 1959 como chefe de governo e a partir de 1976 também como chefe de estado e comandante em chefe das forças armadas. Fidel afastou-se do poder em 1 de agosto de 2006, pela primeira vez desde a vitória da insurgência, por problemas de saúde. Seu irmão, Raúl Castro, assumiu interinamente as funções de Fidel (secretário-geral do Partido Comunista Cubano, comandante supremo das Forças Armadas e presidente do Conselho de Estado), exercendo-as até 19 de fevereiro de 2008 nessa condição, quando Fidel Castro renunciou oficialmente. Raúl Castro foi eleito novo presidente de Cuba no dia 24 de fevereiro de 2008 em eleição de candidato único.Em 2006 o crescimento econômico de Cuba, segundo as últimas estimativas da CIA, foi de 11,1% (estimativa) , e segundo a estimativas da CEPAL o PIB cubano pode ter crescido 12,5% (estimativa) . A produção industrial cresceu 17.6% em 2006, pela estimativa da CIA. A renda per capita dos cubanos atingiu US$ 4.100 em 2006

    ResponderExcluir
  63. Oscar Xavier & Rondenis de Moura, N°29 & 36,2°C Manhã J.A
    1- A que se propões o Socialismo?
    Socialismo refere-se a qualquer uma das várias teorias de organização económica advogando a propriedade pública ou colectiva e administração dos meios de produção e distribuição de bens e de uma sociedade caracterizada pela igualdade de oportunidades/meios para todos os indivíduos
    2- Relacione Socialismo e Capitalismo.
    No sistema capitalista a economia é de mercado ,ou seja,há a livre inciativa,e os meios de produção (empresas,bancos,indústrias e tudo que gera capital)pertencem a um indivíduo ,ou ao um grupo de indivíduos.
    No sistema socialista,a economia é planificada,e um grupo de burocratas montam um plano (geralmente de 5 anos) e decidem o que produzir,quanto e pra quem,pois nos países socialistas ,não existe a chamada "sociedade de consumo"(porque não consomem produtos supérfluos).

    3- Pesquise sobre algum país socialista nos dias atuais. Como é a economia? O comportamento das pessoas de lá? Como a sociedade vive de uma maneira geral?
    Cuba:
    Economia:
    Cuba, que inicialmente ficou dependendo exclusivamente do turismo, da exportação de charutos e de níquel para sobreviver, desenvolveu um vigoroso setor de saúde que poderá transformar a economia do país. Dados do Ministério da Saúde indicam que a indústria do turismo (avaliada em US$ 1,8 bilhão) será superada em breve pelas empresas de biotecnologia, de exportações de vacinas e pelo fornecimento de serviços de saúde para outros países.
    Sociedade e Pessoas:
    A sociedade da cuba é marcada por conflitos e revoluções e sua gente cresceu diante dessas
    ´´brigas pelo poder´´ .

    4- Quais as diferenças do Socialismo Utópico do século XIX para o Socialismo do século XX, que foi aplicado em países como a Rússia?
    Houve varias mudanças do século IX para o XX,
    Pois no utópico eles sonhavam numa sociedade aonde não existiria miséria e que todos iam viver em paz, já o do século XX se apega mais com a razão e a ciência.

    ResponderExcluir
  64. Jhonantan de Oliveira da Silva 2°C N°46

    3- Pesquise sobre algum país socialista nos dias atuais. Como é a economia? O comportamento das pessoas de lá? Como a sociedade vive de uma maneira geral?

    A Coreia do Norte, oficialmente República Democrática Popular da Coreia é um país do Leste Asiático que ocupa a metade norte da Península da Coreia. Sua capital e maior cidade é Pyongyang. A Zona Desmilitarizada da Coreia serve como uma área de divisão entre a Coreia do Sul e a Coreia do Norte. O Rio Amnok e o Rio Tumen formam a fronteira entre a Coreia do Norte e a República Popular da China. Uma seção do Rio Tumen no extremo nordeste é fronteira com a Rússia.
    A península foi governada pelo Império Coreano até ser anexada pelo Japão, após a Guerra Russo-Japonesa de 1905. Ela foi dividida entre zonas de ocupação norte-americana e soviéticas em 1945, após o final da Segunda Guerra Mundial. A Coreia do Norte recusou-se a participar da eleição supervisionada pelas Nações Unidas, feita em 1948, que levava à criação de dois governos coreanos separados para as duas zonas de ocupação. Ambos Coreia do Norte e Sul reivindicavam soberania sobre a península inteira, o que levou-os à Guerra da Coreia de 1950. Um armistício de 1953 terminou o conflito; no entanto, os dois países continuam oficialmente em guerra entre si, visto que um tratado de paz nunca foi assinado.[8] Ambos os Estados foram aceitos nas Nações Unidas em 1991.[9] Em 26 de maio de 2009, a Coreia do Norte unilateralmente removeu o armistício.[10][11]
    A Coreia do Norte é um Estado unipartidário sob uma frente liderada pelo Partido dos Trabalhadores da Coreia.O governo do país se autodeclara como seguidor da ideologia juche, desenvolvida por Kim Il-sung, ex-líder do país. Juche tornou-se a ideologia oficial do Estado quando o país adotou uma nova constituição em 1972,[19] apesar de que Kim Il-sung esteve governando seu país sob uma política similar desde, pelo menos, o início de 1955.[20] A Coreia do Norte é oficialmente uma república socialista, considerada por muitos no mundo todo como sendo uma ditadura totalitarista stalinista.O líder atual é Kim Jong-il, filho do presidente eterno Kim Il-sung.
    A Coreia do Norte tem uma economia industrializada, autárquica, e altamente centralizada. Dos cinco países comunistas restantes do mundo, a Coreia do Norte é um dos apenas dois (junto a Cuba) com uma economia inteiramente planejada pelo governo, e própria do Estado.
    A política de isolação da Coreia do Norte faz com que o comércio internacional seja muito restrito, dificultando um potencial significativo do crescimento da economia. No entanto, devido à sua localização estratégica no Leste da Ásia, conectado à quatro maiores economias e tendo uma mão-de-obra barata e jovem e qualificada, é esperado que a economia da Coreia do Norte cresca de 6 a 7% anualmente "como os certos incentivos e medidas de reforma".

    ResponderExcluir
  65. Nome: Labelle Nobre Rodrigues N° 22 2°anoA manhã11 de novembro de 2010 19:41

    3- Pesquise sobre algum país socialista nos dias atuais. Como é a economia? O comportamento das pessoas de lá? Como a sociedade vive de uma maneira geral?



    A República de Cuba é um país insular América Central localizado no norte do Mar do Caribe (ou Caraíbas). Os territórios mais próximos são as Bahamas a nordeste, o Haiti a sudeste, os Estados Unidos da América ao norte, a colônia britânica das Ilhas Caymans ao sul, a Jamaica também ao sul, e o território norte americano de Navassa ainda ao sul. A capital é Havana (em castelhano, La Habana).

    A ilha foi descoberta pelo Almirante de la Mar Oceana Cristóvão Colombo na sua primeira viagem ao que depois seria chamado de Novo Mundo, no dia 27 de outubro de 1492.

    Supõe-se que o termo "Cuba" esteja relacionado com um possível local de nascimento (envolto em controvérsia) de Cristóvão Colombo.


    *Economia:
    O país agora está lentamente se recuperando de uma séria recessão econômica que se seguiu à retirada dos subsídios da antiga União Soviética (cerca de 4 a 6 bilhões de dólares anuais em 1990). Só em 2006 o povo cubano conseguiu recuperar quase o mesmo padrão de vida do final da década de 1980, e a economia de Cuba ainda hoje sofre as consequências do rígido embargo comercial, imposto pelos Estados Unidos desde 1962. De acordo com as autoridades cubanas, o embargo norte-americano teria causado uma perda de mais de 79 bilhões de dólares à sua economia.

    Apesar disso o índice de pobreza de Cuba era o sexto menor em 2004 dentre os 102 países em desenvolvimento pesquisados (de acordo com a Pnud, organismo da ONU) [37], e Cuba está entre os 83 países do mundo que ostentam um alto Índice de Desenvolvimento Humano (acima de 0,800); em 2007 o IDH de Cuba foi 0,863 (51° lugar - 44º se ajustado pelo PNB) [38].

    Em 2006 o crescimento econômico de Cuba, segundo as últimas estimativas da CIA, foi de 11,1% (estimativa) [39], e segundo a estimativas da CEPAL [40] o PIB cubano pode ter crescido 12,5% (estimativa) [41] . A produção industrial cresceu 17.6% em 2006, pela estimativa da CIA. A renda per capita dos cubanos atingiu US$ 4.100 em 2006 [39].

    O embargo comercial imposto a Cuba pelos Estados Unidos, desde 1962, dificulta enormemente a expansão do comércio exterior cubano. Mas Cuba tem conseguido atrair alguns investimentos estrangeiros, cerca de metade deles feitos pela União Européia; grandes investimentos têm sido feitos nas áreas de turismo, energia e telecomunicações. Em meados de 2007 o presidente em exercício, Raul Castro, anunciou novas medidas para incentivar os investimentos estrangeiros em Cuba [42]

    O governo cubano tem criado novas leis, e aumentando a fiscalização, para regulamentar a criação de novos negócios particulares. Atualmente 22% do PIB de Cuba é gerado por negócios particulares. As atividades que podem ser realizadas por particulares são oficinas, pequenos negócios, e prestação de alguns serviços.

    Seu PIB é de 51 bilhões de dólares (2007).


    *Sociedade de maneira geral:

    Em Cuba 85% das famílias são donas de suas próprias casas - portanto não pagam aluguel - e os 15% restante pagam de aluguel 1 ou 2 dólares mensais, computado em forma de amortização, pois ao final do pagamento do custo de moradia se converte em seu proprietário.

    Embora o termo genérico favela (ou tugurio em espanhol) seja muito raramente empregado para descrever as condições de habitação substandard em Cuba, existem outras formas de sub habitação, (baseadas no tipo de construção, condição de conservação, materiais e tipo de ocupação) que são descritas em Cuba. A maioria das sub habitações cubanas localizam-se em La Habana Vieja, Centro Habana e Antares [63].

    A comparação entre as condições de habitação substandard de Cuba e as favelas (em inglês slums) de outros países de economia de mercado é complexa e não pode ser feita de forma direta.

    ResponderExcluir
  66. Karina Mota 2°B manhã jose Alencar n° 34
    1- A que se propões o Socialismo?
    Se propõe a igualdade, pois no sistema socialista, não existe a idéia de rico e pobre, nesta sociedade, eles vivem igualmente nos campos:social, econômico e político.

    2- Relacione Socialismo e Capitalismo.
    No sistema capitalista a economia é livre, o fluxo de capital e de mercadorias das empresas são apenas fiscalizados pelo estado. Já no sistema socialista o Estado domina as negociações de todos os órgãos.

    3- Quais as diferenças do Socialismo Utópico do século XIX para o Socialismo do século XX, que foi aplicado em países como a Rússia?
    O socialismo do século XX é conhecido por executado de forma prática e o do século XIX era uma sociedade indistinta e igualitária que acabava com o capitalismo.

    4- O socialismo Utópico era o socialismo que tinha em vista uma sociedade sem distinção igualitária, que acaba com os ideais do Capitalismo.
    O socialismo do século XX, é o que permanece até os dias atuais: caracterizou por ser executado de forma pratica.

    ResponderExcluir
  67. Alessandra Santos, 03, 2ºC

    1- A que se propões o Socialismo?
    -O socialismo propõe então limitar o alcance do mercado através de mecanismos reguladores, e defende sobretudo o planejamento da produção como a forma mais eficaz de distribuir a riqueza produzida entre todos os membros da sociedade.

    2- Relacione Socialismo e Capitalismo.
    -No sistema capitalista a economia é de mercado ,ou seja,há a livre inciativa,e os meios de produção (empresas,bancos,indústrias e tudo que gera capital)pertencem a um indivíduo ,ou ao um grupo de indivíduos.Embora uma empresa estatal possa existir num país capitalistas,predominam as empresas privadas,que pertencem aos capitalistas(os donos do capital).
    Quem não é dono do capital "vende" sua força de trabalho e a essa classe de pessoas ,chamamos assalariados.
    Nos países capitalistas há sempre classes sociais ,das mais ricas até as mais pobres,mas nos países capitalistas ricos essa diferença é menos acentuada que nos países emergentes e subdesenvolvidos,onde os problemas sociais são graves!

    4- Quais as diferenças do Socialismo Utópico do século XIX para o Socialismo do século XX, que foi aplicado em países como a Rússia?
    -No século XIX o socialismo era Utópico onde os socialistas sonhavam com a sociedade perfeita onde todos iam viver bem e não existiriam miséria entre a sociedade. No século XX o socialismo é científico e estar ligado a razão e a ciência.

    3- Pesquise sobre algum país socialista nos dias atuais. Como é a economia? O comportamento das pessoas de lá? Como a sociedade vive de uma maneira geral?
    -CHINA
    A China possui atualmente uma das economias que mais crescem no mundo. A média de crescimento econômico deste país, nos últimos anos é de quase 10%. Uma taxa superior a das maiores economias mundiais, inclusive a do Brasil. O Produto Interno Bruto (PIB) da China atingiu 4,911 trilhões de dólares em 2009 (com crescimento de 8,7%), fazendo deste país a terceira maior economia do mundo. Estas cifras apontam que a economia chinesa representa atualmente cerca de 15% da economia mundial.

    As pessoas da china são muito hospitaleiras recebem bem os turistas de outros países e adoram festejar feriados ao ar livre.

    Sociedade chinesa vive uma grande harmonia.
    Vamos ver alguns exemplos. Sun Jianhua, 30 anos, camponês, está feliz com o seu atual padrão de vida. Depois de 8 anos trabalhando nas cidades, sua renda mensal subiu para 2.000 yuans. No entanto, ele sempre se preocupou com a falta de uma rede de seguros para a população rural.

    ResponderExcluir
  68. KARINA MOTA 2°B MANHÃ JOSE DE ALENCAR N° 34
    3- Esta é uma lista de países, extintos e atuais, que se auto-declararam socialistas quer em seus nomes ou em suas Constituições. Nenhum critério é utilizado; assim, alguns ou todos os países listados podem não atender à definição específica de socialismo. Sua única característica em comum é usar o rótulo "socialista" para si mesmos, sob qualquer interpretação. Há poucas, se for o caso, definições de socialismo que caberiam a todos os países da lista. No entanto, muitas definições de socialismo ajustam-se, pelo menos, a estes países em alguns pontos de suas histórias.

    Há muitos países que foram governados por partidos politicos socialistas por longos períodos de tempo sem qualquer adoção do socialismo como uma ideologia oficial em seus nomes ou Constituições. Esses países não são listados aqui. Entretanto, é necessário que se veja o artigo Internacional Socialista, caso queira ter uma lista de países atualizada que são atualmente regidos por partidos membros da IS (a maior organização de partidos políticos socialistas dos dias atuais).
    Não é novidade que a China está se tornando uma grande potência econômica. É um dos maiores consumidores de minérios, petróleo, energia e de matérias primas do mundo. Disputa com a Alemanha o título de país com o maior volume de exportação do mundo. E agora, se tornou o segundo país do mundo em número de bilionários. Ano passado eram 15 o número de pessoas com fortunas avaliadas acima de um bilhão de dólares, este ano pulou para 106. Um aumento de sete vezes de número de bilionários, em um país que ainda se considera comunista e a renda per capita é de mil dólares por ano.
    É claro que este aumento do número de bilionários é também um sinal de concentração de renda no país. Segundo um relatório do Banco Asiático de Desenvolvimento, os vinte por cento mais ricos de uma população de 1,3 bilhões de pessoas consomem 11,4 vezes mais do que os vinte por cento mais pobres. Mesmo que não chegue ao nível absurdo de concentração de riqueza no Brasil, essa tendência na China é significativa. Com o aumento de bilionários e milionários, que também consomem como qualquer bilionário ou milionário do mundo capitalista, as importações de produtos de luxo têm aumentado significativamente. Desde 2006, a China é o terceiro maior mercado de consumo de produtos de luxo do mundo.


    Esse país, que, nas décadas de 1960 e 70, serviu de modelo de socialismo para diversos movimentos e partidos revolucionários da A.L. e que foi também saudado por pessoas importantes do cristianismo de libertação latino-americano como alternativa para o nosso capitalismo, não se considera um país capitalista. O Partido Comunista Chinês detém ainda o poder político de uma forma centralizada e forte. O controle e a censura política continuam tão duros como antes; mas o fracasso dos modelos econômicos socialistas baseados no planejamento centralizado em superar a pobreza levou ao PC a implementar um novo modelo econômico. Sem entrar na discussão se o modelo chinês baseado na livre iniciativa e na inserção no mercado mundial é ou não uma economia capitalista em um regime político comunista, devemos reconhecer que ele está gerando riquezas e tirando milhões de chineses da condição de pobreza absoluta, mas também concentrações de renda e contradições sociais entre os novos ricos e a massa de trabalhadores e um gravíssimo problema ambiental.

    ResponderExcluir
  69. *1-O que propõe o socialismo?

    R: O socialismo propõe a forma de divisão de deveres e pagamentos muito baixo e com uma carga horário de extenso tempo.

    *2-Relacione Socialismo e Capitalismo.

    R: Socialismo estar relacionado com a desigualdade sociais com base nas propriedades coletivas.

    Capitalismo estar relacionado com a compra de produtos para a sociedade si encaixar nos parâmetros criado pelos capitalistas.


    *3-Pesquise sobre algum país socialista nos dias atuais. Como é a economia? O comportamento das pessoas de lá? Como a sociedade vive de uma maneira geral?

    -Vietnã.

    -Economia: Foi o Vietnã quem seguramente atingiu a independência política com maiores dificuldades e com altos custos sociais e ambientais. A região a norte do paralelo 17 obteve a independência da França em 1954 e organizou-se como República Democrática. O novo regime exerceu imediatamente um controle direto sobre a economia, nacionalizando as empresas industriais estrangeiras e implantando outras, especialmente nos sectores de base; nos campos, depois das expropriações dos latifúndios e das grandes propriedades, formaram-se primeiro cooperativas e, depois, empresas agrícolas estatais.

    -Comportamento das pessoas: Adotavam um modo de vida comunitário, tendendo a uma espécie de socialismo-anarquista.

    * 4- Quais as diferenças do Socialismo Utópico do século XIX para o Socialismo do século XX, que foi aplicado em países como a Rússia?


    Utópicos

    R- Robert Owen foi o primeiro autor a considerar que o valor de uma mercadoria deve ser medido pelo trabalho a ela incorporado, e não pelo valor em dinheiro que lhe é atribuído. Charles Fourier foi o primeiro a defender a abolição do capitalismo e sua substituição por uma sociedade baseada no comunismo.

    Socialismo Científico

    Karl Marx foi o responsável pela análise econômica e histórica mais detalhada da evolução das relações econômicas entre as classes sociais.

    Aluna: Luanna Flávia 2° D manhã.

    ResponderExcluir
  70. emerson n12 rodrigo n 35 manhã 2anoC Jose de alncar12 de novembro de 2010 09:37

    Cuba é uma república socialista, organizada segundo o modelo marxista-leninista (partido único, sem eleições diretas para cargos executivos, ou imprensa livres), da qual Fidel Castro foi o primeiro-secretário do Comitê Central do Partido Comunista de Cuba e o presidente dos Conselhos de Estado e de Ministros (presidente da República), e que governou desde 1959 como chefe de governo e a partir de 1976 também como chefe de estado e comandante em chefe das forças armadas. Fidel afastou-se do poder em 1 de agosto de 2006, pela primeira vez desde a vitória da insurgência, por problemas de saúde. Seu irmão, Raúl Castro, assumiu interinamente as funções de Fidel (secretário-geral do Partido Comunista Cubano, comandante supremo das Forças Armadas e presidente do Conselho de Estado), exercendo-as até 19 de fevereiro de 2008 nessa condição, quando Fidel Castro renunciou oficialmente. Raúl Castro foi eleito novo presidente de Cuba no dia 24 de fevereiro de 2008 em eleição de candidato único.

    A política dos Estados Unidos para Cuba está permeada por grandes conflitos de interesses que remontam ao governo de Thomas Jefferson, na primeira década do século XIX. As relações conflituosas aprofundaram-se com a Revolução Cubana de 1959, em que os revolucionários encabeçados por Fidel Castro Ruz promoveram reformas estatais de cunho socialista que desagradavam os Estados Unidos naquele contexto da Guerra Fria. Moniz Bandeira (1998, p. 14) [7].

    A Revolução Cubana (1959), liderada por Fidel, teve apoio generalizado, até das pessoas que não eram ideologicamente esquerdistas, pois muitos pensaram que os princípios dos revolucionários eram a soberania popular, já que isso foi o que eles reivindicaram no Manifiesto de Montecristi. Em 1º de dezembro de 1961, no entanto, Fidel declarou-se marxista-leninista e estabeleceu acordos com a União Soviética.

    ResponderExcluir
  71. emerson n12 rodrigo n 35 manhã 2anoC JOSE DE ALNCAR12 de novembro de 2010 09:39

    Cuba é uma república socialista, organizada segundo o modelo marxista-leninista (partido único, sem eleições diretas para cargos executivos, ou imprensa livres), da qual Fidel Castro foi o primeiro-secretário do Comitê Central do Partido Comunista de Cuba e o presidente dos Conselhos de Estado e de Ministros (presidente da República), e que governou desde 1959 como chefe de governo e a partir de 1976 também como chefe de estado e comandante em chefe das forças armadas. Fidel afastou-se do poder em 1 de agosto de 2006, pela primeira vez desde a vitória da insurgência, por problemas de saúde. Seu irmão, Raúl Castro, assumiu interinamente as funções de Fidel (secretário-geral do Partido Comunista Cubano, comandante supremo das Forças Armadas e presidente do Conselho de Estado), exercendo-as até 19 de fevereiro de 2008 nessa condição, quando Fidel Castro renunciou oficialmente. Raúl Castro foi eleito novo presidente de Cuba no dia 24 de fevereiro de 2008 em eleição de candidato único.

    A política dos Estados Unidos para Cuba está permeada por grandes conflitos de interesses que remontam ao governo de Thomas Jefferson, na primeira década do século XIX. As relações conflituosas aprofundaram-se com a Revolução Cubana de 1959, em que os revolucionários encabeçados por Fidel Castro Ruz promoveram reformas estatais de cunho socialista que desagradavam os Estados Unidos naquele contexto da Guerra Fria. Moniz Bandeira (1998).

    A Revolução Cubana (1959), liderada por Fidel, teve apoio generalizado, até das pessoas que não eram ideologicamente esquerdistas, pois muitos pensaram que os princípios dos revolucionários eram a soberania popular, já que isso foi o que eles reivindicaram no Manifiesto de Montecristi. Em 1º de dezembro de 1961, no entanto, Fidel declarou-se marxista-leninista e estabeleceu acordos com a União Soviética.

    ResponderExcluir
  72. Hitalo Rodrigues Nº26 2ºB

    1- A que se propões o Socialismo?
    R= Os socialistas observam, com justa razão, que são o mercado e a livre concorrência as principais fontes das desigualdades sociais. O socialismo propõe então limitar o alcance do mercado através de mecanismos reguladores, e defende sobretudo o planejamento da produção como a forma mais eficaz de distribuir a riqueza produzida entre todos os membros da sociedade.
    2- Relacione Socialismo e Capitalismo.
    R= o Capitalismo é o sistema econômico que predomina na maior parte dos países pelo fato de estar ligado à globalização que hoje os tornam mais dinâmicos em questão da tecnologia e a informação
    O Socialismo Científico ou Comunismo tem como os precursores Karl Marx e Friedrich Engels com a publicação do Manifesto Comunista, que explica os fatos que casaram a desigualdade social.
    4- Quais as diferenças do Socialismo Utópico do século XIX para o Socialismo do século XX,
    O Socialismo Utópico era o socialismo que viveu nos sonhos das pessoas do século XIX
    Já o socialismo do século XX é o socialismo que tem como propósito a razão a ciência e o progresso.

    ResponderExcluir
  73. Hitalo Rodrigues Nº26 2ºB

    Pesquisa
    A Revolução Cubana de 1959 representou uma das principais
    derrotas sofridas pelos Estados Unidos no período da guerra fria,
    reativando a tensão entre as duas superpotências em plena fase da
    coexistência pacífica Desde o período colonial, o papel desempenhado por Cuba
    no mercado internacional era o de fornecedor de açúcar, que é,
    ainda hoje, uma das principais riquezas do país.
    No curto período em que ocuparam a ilha (dez meses em
    1762), os ingleses introduziram o trabalho escravo africano. Os
    grandes proprietários de terra beneficiaram-se principalmente do livre
    comércio instituído pela nova metrópole.
    No século XIX, os proprietários não apoiaram o nascente
    movimento pela independência, temendo uma sublevação dos
    negros livres e escravos, como ocorrera no Haiti no final do século
    XVIII. Esse foi um dos fatores que fizeram com que a
    independência de Cuba fosse uma das mais tardias das Américas.
    Ela ocorreu apenas em 1898, depois de uma guerra com a Espanha,
    da qual participaram os Estados Unidos. Forças militares norteamericanas
    ocuparam a ilha até 1902. As primeiras medidas tomadas por Fidel
    Castro foram a reforma agrária — o que
    rompia com o histórico domínio dos
    latifundiários sobre a maioria da população
    — e a nacionalização das empresas
    estrangeiras, a maior parte delas norteamericana.
    O desenvolvimento económico
    assumiu a forma ditada pelo planejamento
    estatal que orientava os países socialistas.
    Ou seja, cabia ao Estado fixar os objetivos
    da nova política económica, estabelecer as
    metas de produção e direcionar os investimentos. Era também o Estado, e não o mercado, que fixava os preços se encaregavada
    distribuição das mercadorias.
    A prioridade básica assumida pelo governo foi levar os serviços de saúde e de educação para todo o povo. Essas medidas,
    associadas à política de eliminar totalmente o desemprego, foram determinantes para romper com os péssimos indicadores sociais que
    ainda hoje caracterizam os países centro-americanos.
    Com uma população de mais de 11 milhões de pessoas, o índice de analfabetismo está abaixo de 4%, e a taxa de escolaridade,
    na faixa entre 12 e 17 anos, é de aproximadamente 75%. Esses índices são semelhantes aos de muitos países considerados
    desenvolvidos.
    Na área da saúde, destacam-se a elevada expectativa de vida da população (76 anos) e a drástica redução da mortalidade
    infantil.
    Do ponto de vista da organização do território, além da reforma agrária, o governo realizou uma grande subdivisão
    administrativa, que teve como resultado direto a mulriplicação do número de municípios.
    Num país de economia predominantemente agrícola, esses municípios foram os focos centrais da política de industrialização,
    sendo os responsáveis pelo crescente aumento da população urbana (atualmente em torno de 74%).
    Paralelamente, no campo, o incentivo à modernização das cooperativas camponesas e das fazendas estatais foi um fator a mais
    a intensificar a urbanização, mas também contribuiu para a expansão dos cultivos e para o aumento da produtividade, principalmente
    da cana, do tabaco e do café. Apesar das mudanças, Cuba não se transformou numa economia
    socialista de caráter misto, em que o Estado e o mercado atuam
    conjuntamente na determinação das regras de produção e de comércio.
    Afinal, as empresas públicas ainda são dominantes, e as empresas
    privadas são pequenas e frágeis.
    No entanto, já se pode falar na existência de uma "segunda
    economia", ou seja, aquela que envolve a ação privada de indivíduos.
    Politicamente, porém, a grande crítica apontada ao governo socialista é a
    falta de democracia, pois desde a revolução vigora a ditadura
    personalista de Fidel Castro.

    ResponderExcluir
  74. Douglas Angelo Lima ,Nº 11, 2º ano D manha:

    1- A que se propões o Socialismo?

    o socialismo se propoe a uma sociedade com classes sociais iguais

    2- Relacione Socialismo e Capitalismo.

    o socialismo se preocupa com a sociedade, ja o capitalismo se preocupa com o dinheiro

    4- Quais as diferenças do Socialismo Utópico do século XIX para o Socialismo do século XX.

    o socialismo do seculo XIX de certa forma se viveu como as pessoas sonhavam ja o socialismo do seculo XX passou a se preocupar em progredir, e estava mais ligado a ciencia e a razao

    3- Pesquise sobre algum país socialista nos dias atuais. Como é a economia? O comportamento das pessoas de lá? Como a sociedade vive de uma maneira geral?

    Socialismo refere-se a qualquer uma das várias teorias de organização económica advogando a propriedade pública ou colectiva e administração dos meios de produção e distribuição de bens e de uma sociedade caracterizada pela igualdade de oportunidades/meios para todos os indivíduos com um método mais igualitário de compensação. O socialismo moderno surgiu no final do século XVIII tendo origem na classe intelectual e nos movimentos políticos da classe trabalhadora que criticavam os efeitos da industrialização e da sociedade sobre a propriedade privada. Karl Marx afirmava que o socialismo seria alcançado através da luta de classes e de uma revolução do proletariado, tornando-se a fase de transição do capitalismo para o comunismo

    CONTINUA... (EXCEDE O LIMITE DE LETRAS)

    ResponderExcluir
  75. Douglas Angelo Lima ,Nº 11, 2º ano D manha:

    CONTINUAÇÃO:

    Teoria e prática
    Segundo Karl Marx, um dos principais filósofos do movimento, o socialismo é um regime político e econômico em que não existe a propriedade privada nem as classes sociais. Todos os bens seriam de todas as pessoas e não poderia haver diferenças econômicas entre os indivíduos. O próprio Marx chama esse modelo de comunismo, numa tentativa de se contrapor aos outros autores, que também defendiam o socialismo, mas propondo outros modelos de sociedade. No entanto, o próprio Marx usa tanto socialismo quanto comunismo para se referir à mesma idéia.

    No século 20, a idéia de socialismo proposta por Marx ganhou força política. Contudo, em vários países do mundo onde isso ocorreu, houve divergências sobre a melhor forma de transformar o socialismo em realidade. Lênin, um dos líderes socialistas russos, propôs, a partir de 1917, uma revolução radical, que estabeleceria a "ditadura do proletariado". Por outro lado, houve socialistas que discordavam de Lênin, pois queriam mudanças menos tumultuadas e defendiam outros modelos socialistas, como a social-democracia e até o nacional-socialismo, isto é, o nazismo.

    Assim, desde a Revolução Russa, em 1917, socialismo e comunismo passaram a designar duas coisas bem diferentes. O socialismo constituiu-se numa doutrina menos radical do que o comunismo, propondo uma reforma gradual da sociedade capitalista, de modo a chegar a um modelo em que exista equilíbrio entre o valor do capital e o do trabalho, para diminuir a distância entre ricos e pobres. O comunismo, ao contrário, defende o fim da ordem capitalista, através de uma revolução armada, objetivando fim da burguesia.
    A Primeira Guerra Mundial e a oposição
    Muitos historiadores apontam a Primeira Guerra Mundial (que teve início em 1º de agosto de 1914) como a causa imediata da Revolução Russa. A Rússia entrou na guerra contra a Alemanha porque era aliada da França. Foi um desastre: faltava comida e munição, o que contribuiu para que o Exército tivesse milhões de mortos e feridos. Em apenas doze meses, o país trocou várias vezes de ministério: foram quatro primeiros-ministros, três ministros da Guerra, três ministros das Relações Exteriores.

    Com a crise, dois grupos passaram a planejar mais ativamente a derrubada da monarquia: 1) os liberais, que queriam fazer da Rússia uma república com democracia representativa (os próprios cidadãos elegeriam seus representantes) e vencer a guerra contra a Alemanha; e 2) o Partido Marxista Russo dos Trabalhadores Socialdemocratas, que queria tirar o país da guerra e, influenciados pelas idéias do pensador alemão Karl Marx, transformar a economia e a sociedade russas como primeiro passo rumo à revolução do proletariado mundial (a classe trabalhadora do mundo inteiro se uniria contra os patrões e tomaria o poder).

    Mencheviques e bolcheviques
    Os socialdemocratas se dividiam, por sua vez, em duas alas: os mencheviques e os bolcheviques. Os mencheviques receberam esse nome (que vem da palavra russa para "minoria") porque tinham sido a ala minoritária no 2º Congresso do Partido, em 1903. Já os bolcheviques, que eram muito mais radicais, receberam esse nome (que vem de "maioria") porque foram a ala majoritária naquele congresso. Apesar disso, os mencheviques seriam a maioria durante quase todo o período revolucionário.

    ResponderExcluir
  76. Douglas Angelo Lima ,Nº 11, 2º ano D manha:

    CONTINUAÇÃO:

    Teoria e prática
    Segundo Karl Marx, um dos principais filósofos do movimento, o socialismo é um regime político e econômico em que não existe a propriedade privada nem as classes sociais. Todos os bens seriam de todas as pessoas e não poderia haver diferenças econômicas entre os indivíduos. O próprio Marx chama esse modelo de comunismo, numa tentativa de se contrapor aos outros autores, que também defendiam o socialismo, mas propondo outros modelos de sociedade. No entanto, o próprio Marx usa tanto socialismo quanto comunismo para se referir à mesma idéia.

    No século 20, a idéia de socialismo proposta por Marx ganhou força política. Contudo, em vários países do mundo onde isso ocorreu, houve divergências sobre a melhor forma de transformar o socialismo em realidade. Lênin, um dos líderes socialistas russos, propôs, a partir de 1917, uma revolução radical, que estabeleceria a "ditadura do proletariado". Por outro lado, houve socialistas que discordavam de Lênin, pois queriam mudanças menos tumultuadas e defendiam outros modelos socialistas, como a social-democracia e até o nacional-socialismo, isto é, o nazismo.

    Assim, desde a Revolução Russa, em 1917, socialismo e comunismo passaram a designar duas coisas bem diferentes. O socialismo constituiu-se numa doutrina menos radical do que o comunismo, propondo uma reforma gradual da sociedade capitalista, de modo a chegar a um modelo em que exista equilíbrio entre o valor do capital e o do trabalho, para diminuir a distância entre ricos e pobres. O comunismo, ao contrário, defende o fim da ordem capitalista, através de uma revolução armada, objetivando fim da burguesia.

    A Primeira Guerra Mundial e a oposição
    Muitos historiadores apontam a Primeira Guerra Mundial (que teve início em 1º de agosto de 1914) como a causa imediata da Revolução Russa. A Rússia entrou na guerra contra a Alemanha porque era aliada da França. Foi um desastre: faltava comida e munição, o que contribuiu para que o Exército tivesse milhões de mortos e feridos. Em apenas doze meses, o país trocou várias vezes de ministério: foram quatro primeiros-ministros, três ministros da Guerra, três ministros das Relações Exteriores.

    Com a crise, dois grupos passaram a planejar mais ativamente a derrubada da monarquia: 1) os liberais, que queriam fazer da Rússia uma república com democracia representativa (os próprios cidadãos elegeriam seus representantes) e vencer a guerra contra a Alemanha; e 2) o Partido Marxista Russo dos Trabalhadores Socialdemocratas, que queria tirar o país da guerra e, influenciados pelas idéias do pensador alemão Karl Marx, transformar a economia e a sociedade russas como primeiro passo rumo à revolução do proletariado mundial (a classe trabalhadora do mundo inteiro se uniria contra os patrões e tomaria o poder).

    Mencheviques e bolcheviques
    Os socialdemocratas se dividiam, por sua vez, em duas alas: os mencheviques e os bolcheviques. Os mencheviques receberam esse nome (que vem da palavra russa para "minoria") porque tinham sido a ala minoritária no 2º Congresso do Partido, em 1903. Já os bolcheviques, que eram muito mais radicais, receberam esse nome (que vem de "maioria") porque foram a ala majoritária naquele congresso. Apesar disso, os mencheviques seriam a maioria durante quase todo o período revolucionário.

    Agora, veremos que a Revolução Russa foram duas revoluções diferentes: a "de Fevereiro", liderada pelos liberais, e a "de Outubro", liderada pelos bolcheviques (os nomes desses dois acontecimentos seguem o calendário juliano, usado na Rússia, que em 1917 estava 13 dias atrasado em relação ao nosso).

    ResponderExcluir
  77. Douglas Angelo Lima ,Nº 11, 2ºano D manha:

    CONTINUAÇÃO

    Teoria e prática
    Segundo Karl Marx, um dos principais filósofos do movimento, o socialismo é um regime político e econômico em que não existe a propriedade privada nem as classes sociais. Todos os bens seriam de todas as pessoas e não poderia haver diferenças econômicas entre os indivíduos. O próprio Marx chama esse modelo de comunismo, numa tentativa de se contrapor aos outros autores, que também defendiam o socialismo, mas propondo outros modelos de sociedade. No entanto, o próprio Marx usa tanto socialismo quanto comunismo para se referir à mesma idéia.

    No século 20, a idéia de socialismo proposta por Marx ganhou força política. Contudo, em vários países do mundo onde isso ocorreu, houve divergências sobre a melhor forma de transformar o socialismo em realidade. Lênin, um dos líderes socialistas russos, propôs, a partir de 1917, uma revolução radical, que estabeleceria a "ditadura do proletariado". Por outro lado, houve socialistas que discordavam de Lênin, pois queriam mudanças menos tumultuadas e defendiam outros modelos socialistas, como a social-democracia e até o nacional-socialismo, isto é, o nazismo.

    Assim, desde a Revolução Russa, em 1917, socialismo e comunismo passaram a designar duas coisas bem diferentes. O socialismo constituiu-se numa doutrina menos radical do que o comunismo, propondo uma reforma gradual da sociedade capitalista, de modo a chegar a um modelo em que exista equilíbrio entre o valor do capital e o do trabalho, para diminuir a distância entre ricos e pobres. O comunismo, ao contrário, defende o fim da ordem capitalista, através de uma revolução armada, objetivando fim da burguesia.A Primeira Guerra Mundial e a oposição
    Muitos historiadores apontam a Primeira Guerra Mundial (que teve início em 1º de agosto de 1914) como a causa imediata da Revolução Russa. A Rússia entrou na guerra contra a Alemanha porque era aliada da França. Foi um desastre: faltava comida e munição, o que contribuiu para que o Exército tivesse milhões de mortos e feridos. Em apenas doze meses, o país trocou várias vezes de ministério: foram quatro primeiros-ministros, três ministros da Guerra, três ministros das Relações Exteriores.

    Com a crise, dois grupos passaram a planejar mais ativamente a derrubada da monarquia: 1) os liberais, que queriam fazer da Rússia uma república com democracia representativa (os próprios cidadãos elegeriam seus representantes) e vencer a guerra contra a Alemanha; e 2) o Partido Marxista Russo dos Trabalhadores Socialdemocratas, que queria tirar o país da guerra e, influenciados pelas idéias do pensador alemão Karl Marx, transformar a economia e a sociedade russas como primeiro passo rumo à revolução do proletariado mundial (a classe trabalhadora do mundo inteiro se uniria contra os patrões e tomaria o poder).

    ResponderExcluir
  78. Douglas Angelo Lima ,Nº 11, 2º ano D manha:

    CONTINUAÇÃO

    Teoria e prática
    Segundo Karl Marx, um dos principais filósofos do movimento, o socialismo é um regime político e econômico em que não existe a propriedade privada nem as classes sociais. Todos os bens seriam de todas as pessoas e não poderia haver diferenças econômicas entre os indivíduos. O próprio Marx chama esse modelo de comunismo, numa tentativa de se contrapor aos outros autores, que também defendiam o socialismo, mas propondo outros modelos de sociedade. No entanto, o próprio Marx usa tanto socialismo quanto comunismo para se referir à mesma idéia.

    No século 20, a idéia de socialismo proposta por Marx ganhou força política. Contudo, em vários países do mundo onde isso ocorreu, houve divergências sobre a melhor forma de transformar o socialismo em realidade. Lênin, um dos líderes socialistas russos, propôs, a partir de 1917, uma revolução radical, que estabeleceria a "ditadura do proletariado". Por outro lado, houve socialistas que discordavam de Lênin, pois queriam mudanças menos tumultuadas e defendiam outros modelos socialistas, como a social-democracia e até o nacional-socialismo, isto é, o nazismo.

    Assim, desde a Revolução Russa, em 1917, socialismo e comunismo passaram a designar duas coisas bem diferentes. O socialismo constituiu-se numa doutrina menos radical do que o comunismo, propondo uma reforma gradual da sociedade capitalista, de modo a chegar a um modelo em que exista equilíbrio entre o valor do capital e o do trabalho, para diminuir a distância entre ricos e pobres. O comunismo, ao contrário, defende o fim da ordem capitalista, através de uma revolução armada, objetivando fim da burguesia.

    ResponderExcluir
  79. Douglas Angelo Lima ,Nº 11, 2º ano D manha:

    CONTINUAÇÃO

    A Primeira Guerra Mundial e a oposição
    Muitos historiadores apontam a Primeira Guerra Mundial (que teve início em 1º de agosto de 1914) como a causa imediata da Revolução Russa. A Rússia entrou na guerra contra a Alemanha porque era aliada da França. Foi um desastre: faltava comida e munição, o que contribuiu para que o Exército tivesse milhões de mortos e feridos. Em apenas doze meses, o país trocou várias vezes de ministério: foram quatro primeiros-ministros, três ministros da Guerra, três ministros das Relações Exteriores.

    Com a crise, dois grupos passaram a planejar mais ativamente a derrubada da monarquia: 1) os liberais, que queriam fazer da Rússia uma república com democracia representativa (os próprios cidadãos elegeriam seus representantes) e vencer a guerra contra a Alemanha; e 2) o Partido Marxista Russo dos Trabalhadores Socialdemocratas, que queria tirar o país da guerra e, influenciados pelas idéias do pensador alemão Karl Marx, transformar a economia e a sociedade russas como primeiro passo rumo à revolução do proletariado mundial (a classe trabalhadora do mundo inteiro se uniria contra os patrões e tomaria o poder).

    Economia >>A economia russa é uma das maiores do mundo com uma evolução muito significante do seu PIB. O seu vasto território permite uma grande diversidade e a alta profissionalização populacional ajuda na produção de químicos, máquinas de precisão, etc. A agricultura produz frutas, cevada, leite, açúcar e legumes. A indústria, resultado do tempo soviético, apresenta uma grande diversidade entre campos minérios, poços de petróleo, condutas de gás, materiais para a indústria militar, equipamentos para as comunicações terrestre, aéreas e marítimas.
    A Rússia exporta essencialmente petróleo, gás natural através de oleodutos e madeira, além de outros produtos mais radioactivos. Estes produtos constituem 80% das exportações.

    ResponderExcluir
  80. francisco caio cardoso pereira n°15 2° ano A12 de novembro de 2010 17:12

    3)República Socialista do Vietname / Vietnã, é um país asiático, localizado na Indochina, e limitado a norte pela China, a leste e a sul pelo Mar da China Meridional, e a oeste pelo Golfo da Tailândia, pelo Camboja e pelo Laos. A capital do país é Hanói.
    Durante mil anos, esta região foi dominada por sucessivas dinastias do império chinês, mas obteve a independência em 938 e estabeleceu a dinastia Ngô. O período dinástico terminou no século XIX, quando o país foi colonizado pela França em 1858. Durante a Segunda Guerra Mundial, com a derrota da França na primeira fase da Guerra, o Vietname foi ocupado pelo Japão e estabeleceram no trono o Imperador Bao Dai. Quando a guerra terminou, a França tentou restabelecer o controle, mas não conseguiu. Os franceses foram derrotados na Batalha de Dien Bien Phu, após oito anos de luta armada, comandada por Giap em 1954 na primeira guerra da Indochina, mesmo com ajuda dos EUA, mas na Conferência de Genebra o Vietname foi dividido em dois países separados, conhecidos como Vietname do Norte e Vietname do Sul. Durante a Guerra Fria, o norte comunista tinha o apoio da China e da União Soviética, enquanto o sul anti-comunista era apoiado pelos EUA, o que deu lugar à Guerra do Vietname, em que os americanos foram obrigados a abandonar em Março de 1973; a cidade de Saigão que foi tomada pelo Vietcong - frente de libertação do sul em Abril de 1975.
    O Vietname é um país longo e estreito que ocupa a costa oriental da península da Indochina, sobre o Golfo de Tonkin e o Mar da China e tem uma área de cerca de 331.688 quilômetros quadrados. O clima de monções é quente e chuvoso. Predominam as florestas tropicais e a rede hidrográfica é muito rica. A parte norte é mais elevada, sob influência das cadeias montanhosas formadoras do Himalaia do sul da China, onde se localiza o Fan Si Pan e seus 3.144 m de altitude, o ponto mais alto do país e de toda Indochina (agrupamento geopolítico regional deste país com o Laos e o Camboja). Em toda sua fronteira oeste com o Laos e com o nordeste do Camboja, estende-se a Cordilheira Anamita, com altitudes chegando em torno dos 2.000 m., servindo de divisor de águas entre o vale do Rio Mekong, em território laosiano, e a bacia hidrográfica costeira do Mar da China Meridional. Há dois deltas importantes, o do Rio Song Cai (Red River ou Rio Vermelho), que corta a capital do país, Hanoi, ao norte; e do Rio Mekong, ao sul, mais volumoso e que corta a maior cidade do país, Ho Chi Minh (Saigon), também o rio mais importante da Indochina. A agricultura ocupa a maioria da população, sendo o arroz o principal produto.
    O norte do país é rico em antracito, linhito, carvão, minério de ferro, manganês, bauxita e titânio.
    Actualmente o Vietname é um país comunista. O sistema político é único partido (o partido comunista do Vietname) com o objectivo:O partido líder, o estado administra e o povo é dono através o poder é Assembleia do Vietname. De facto, até agora os representantes são membros de Assembleia ocupando 90% para cima. Os líderes do governo e de Assembleia são os antigos membros de partido e são apresentados pelo Bureau político do partido comunista do vietname. Segundo o Artigo 4 da Consitutuição Vietnamita, o Partido Comunista do Vietname é o único partido liderado. O líder do Partido Comunista do Vietname é um Secretário Geral que é o Senhor Nong Duc Manh.
    Entre os países do Sudeste Asiático, foi o Vietnã quem seguramente atingiu a independência política com maiores dificuldades e com altos custos sociais e ambientais. A região a norte do paralelo 17 obteve a independência da França em 1954 e organizou-se como República Democrática. O novo regime exerceu imediatamente um controle direto sobre a economia, nacionalizando as empresas industriais estrangeiras e implantando outras, especialmente nos sectores de base; nos campos, depois das expropriações dos latifúndios e das grandes propriedades, formaram-se primeiro cooperativas e, depois, empresas agrícolas estatais.

    ResponderExcluir
  81. Douglas Angelo Lima
    PROFESSORA DESCULPA AI POR TER FLODADO E QUE ESTAVA DANDO UM ERRO 404 PRA ENVIAR E EU CONTINUEI TENTANDO QUANDO DO NADA TODOS FORAM ENVIADOS DE UMA VEZ AI QUANDO EU FUI RELER TINHAM VARIOS REPETIDOS ...

    ResponderExcluir
  82. Antonio Alikson 2ª ano C Nº 05 Turno:Manhã12 de novembro de 2010 17:45

    A Coréia do Norte é socialista por conta de interferencias que ocorreu em seu passado.Apos o Japão ter descoberto a Coréia,a mesma foi dividida em duas.A Coréia do Sul foi controlada pelos Americanos que eram capitalista,e a Coréia do Norte controlada pelos Sovieticos que eram Socialista.

    Pra você ter uma ideia,A Coréia do Norte como todo mundo sabe é um dos paises mais isolados do mundo.Pouco foram os jornalistas que entraram e conseguiram fazer alguma reportagem.

    O seu regime é muito fechado que a população não pode usar telefone celular e os turistas não podem tiara fotos dos monumentos

    ResponderExcluir
  83. Rodrigo Almeida Nº 21 / 2º ano "d"12 de novembro de 2010 17:59

    3 - Pesquisa
    R-Localizado na América Central, no mar do Caribe, o território cubano possui 110,8 mil quilômetros quadrados, onde residem 11,2 milhões de pessoas, sendo a densidade demográfica (população relativa) de 101 habitantes por quilômetro quadrado. De acordo com dados divulgados em 2009, o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do país é 0,863.
    Foi a única nação do continente americano que adotou o socialismo como sistema político. Essa posição de Cuba teve como conseqüência o embargo econômico de muitas nações do mundo, sobretudo dos Estados Unidos. Entretanto, o regime foi apoiado pela União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS), sendo que essa grande potência importava os principais produtos cubanos (açúcar, arroz, tabaco, entre outros), além de fornecer subsídios financeiros ao país.
    Contudo, com a desintegração da União Soviética, em 1991, Cuba passou a enfrentar diversos problemas econômicos. Nos últimos anos, visando reverter a situação, o governo passou a estimular investimentos estrangeiros (de forma moderada), promoveu a aproximação com a Venezuela (esse país fornece 100 mil barris de petróleo diários com preços inferiores) e incentiva o turismo, que é proporcionado em virtude das belezas naturais da ilha.
    Em julho de 2006, em razão de um problema de saúde, o grande líder Fidel Castro, após 49 anos no poder, foi afastado da presidência nacional. Seu irmão, Raúl Castro, que participou da revolução cubana, assumiu o cargo de presidente, mas Fidel continua como líder do Estado cubano. Durante o novo governo, foi liberada a aquisição de computadores, no entanto, o uso da internet é restrito. Outra medida foi o acesso a celulares, contudo, o serviço é muito caro, sendo inacessível à maioria da população.

    As pressões internacionais e os constantes embargos econômicos fizeram com que Cuba, em 2004, libertasse cinco presos políticos. Como consequência dessa atitude, a União Europeia (UE) e outros países da América reataram relações diplomáticas com Cuba. A nação estuda a possibilidade de reintegração à Organização dos Estados Americanos (o país foi expulso da entidade em 1962), para que isso ocorra, Cuba deve respeitar os princípios elementares da organização.

    ResponderExcluir
  84. ALINE FALCÃO SAMPAIO N°01
    2° ANO B MANHÃ

    ATIVIDADE:
    1)O que propõe o socialismo?
    R. O socialismo propõe distribuir igualmente a riqueza, bens e serviços e tornando acessível para toda a população.

    2)Relacione Socialismo e Capitalismo.
    R. O socialismo e o capitalismo tem entre si uma relação de OPOSIÇÃO!, pois o socialismo tem como base o bem comum para todos e ele não aceita a divisão da sociedade em classes(ou seja o socialismo se preocupa mas com o bem da sociedade). O capitalismo se preocupa em acumular capital através dos lucros e dividir a sociedade em classes (a elite, e trabalhadores).

    TRABALHO:
    3. Pesquise sobre algum país socialista nos dias atuais. Como é a economia? O comportamento das pessoas de lá? Como a sociedade vive de uma maneira geral?

    COREIA DO NORTE

    A COREIA DO NORTE não tem muita relação com os países do exterior, e recebe ajuda alimentar da ONU. O relato da melhora econômica está associada as novas alianças estratégicas e a incrementação das transações com a China. Actualmente, 80% da energia e 20% dos alimentos são procedentes da China. As principais actividades são a indústria pesada e a agricultura. Contudo, após o fim da URSS, e depois de consecutivas más colheitas, a economia parou de crescer.
    No povo Mam (Guatemala) uma mulher casada que no período de três anos não engravidasse, era acusada de adultério.
    população norte-coreana parece bem alegre, colorida e feliz, e certamente todo mundo teria muita coisa boa para falar do país. Isso se pudessem falar, é claro. Afinal, a Coréia do Norte vive uma das censuras mais rigorosas do mundo, em parte para evitar que a ideologia capitalista

    ResponderExcluir
  85. CONTINUAÇÃO: (ALINE FALCAO SAMPAIO N°01 2°B)
    4)Quais as diferenças do Socialismo Utópico do século XIX para o Socialismo do século XX, que foi aplicado em países como a Rússia?
    R.O socialismo do seculo XIX foi criado para confrontar o capitalismo daquela época,apenas disputa entre ideias,o Socialismo de hoje é real existe para ser concretizado,para ser cumprido,para que os direitos do povo sejam postos em pratica.

    ResponderExcluir
  86. WILLIAM ROBSON N°42 2°ano B

    1- A que se propõe o Socialismo?
    o socialismo defende a igualdade de poder na sociedade.

    2-Relacione Socialismo e Capitalismo.
    A relação entre eles é que o Capitalismo gera riquezas e o Socialismo assume o poder e distribui essas riquezas.

    3. Pesquise sobre algum país socialista nos dias atuais. Como é a economia? O comportamento das pessoas de lá? Como a sociedade vive de uma maneira geral?
    A ''China'' possui atualmente uma das economias que mais crescem no mundo. A média de crescimento econômico deste país, nos últimos anos é de quase 10%. Uma taxa superior a das maiores economias mundiais, inclusive a do Brasil. O Produto Interno Bruto (PIB) da China atingiu 2,2 trilhões de dólares em 2006, fazendo deste país a quarta maior economia do mundo. Estas cifras apontam que a economia chinesa representa atualmente 13% da economia mundial.
    Com a conquista Manchei, muitas regras suntárias foram modificadas. Elas diziam a respeito às classes mais altas e aos funcionários do Estado, evidenciando a mudança do regime político. Na dinastia Ming os chineses juntavam os cabelos em cima da cabeça, sob a nova dinastia impunha-se a moda do rabo comprido. Também o modo de vestir sofreu modificações: Os homens em lugar da ampla roupa com abas sobrepostas na frente, adotaram a roupa comprida com aberturas laterais, correspondendo as pernas como era a tradição cobrindo completamente as mãos.

    4)Quais as diferenças do Socialismo Utópico do século XIX para o Socialismo do século XX, que foi aplicado em países como a Rússia?
    O socialismo do século XX é conhecido por socialismo real, em outras palavras executado de forma prática e o do século XIX pregava uma sociedade sem distinção e igualitária que acabava com o capitalismo.

    ResponderExcluir
  87. OTAISA MARIA N°37
    2° ANO B

    (CONTINUAÇÃO, QUESTÃO 3)
    Desde que o regime comunista decidiu abrir a China para investimentos estrangeiros, em 1978, o país se tornou uma das economias que mais cresce no mundo, além de estar entre as dez maiores.

    Mas com as taxas de crescimento em cerca de 9%, alguns analistas alertam para um superaquecimento e para o fato de que o resto do mundo pode sofrer o impacto de possível recessão no país.

    Nos últimos anos, a China também se tornou um gigante do comércio, conquistando o quinto lugar em exportações. O boom econômico, no entanto, trouxe ao país problemas sociais e na área de meio ambiente.
    A sociedade chinesa tem passado por profundas transformações nos últimos anos. Cada vez mais pessoas estão se mudando para os centros urbanos, deixando para trás seus costumes e seu estilo de vida.

    Em muitas cidades, arranha-céus dominam a paisagem e marcas ocidentais conhecidas povoam shopping centers recém-inaugurados. A venda de celulares e computadores disparou, e estima-se que a China tenha 90 milhões de pessoas conectadas à internet – quatro vezes mais que em 2000.

    Mas a modernização da China também torna visível um país cheio de contrastes, com milhões de pessoas à margem da prosperidade.
    (TRABALHO CONCLUIDO)

    ResponderExcluir
  88. Alexsandra E.de Sousa 2ANO D Manhã N:03
    1) O socialismo defende a igualdade do poder na sociedade.

    2)A relação entre eles é que o capitalismo gera riquezas e o socialismo assume o poder e distribui essas riquezas.

    3)A "China possui atualmente uma das economias que mais crescem no mundo. A media de crescimento econômico deste país nos últimos anos é de quase 10% . Uma taxa superior a das maiores economias mundiais, exclusive a do Brasil.O produto interno bruto(PIB) da china atingiu 2,2 trilhões de dólares em 2006, fazendo deste país a quarta maior economia do mundo.

    4)O socialismo do século XX é conhecido por sacialismo real, em outras palavras executado de forma prática e do século XIX pregava uma sociedade sem distinção e igualitária que acabava com o capitalismo.

    ResponderExcluir
  89. Alissa Sousa, N°: 04, 2° ano "D".

    Questão 3: Pesquise sobre algum país socialista nos dias atuais. Como é a economia? O comportamento das pessoas de lá? Como a sociedade vive de uma maneira geral?

    China,

    A economia chinesa é notada por alto nível de crescimento orientado à exportação, a sua transformação em economia mista, foi iniciada por Deng Xiaoping em 1978, após a falha da economia planificada em desenvolver os sistemas produtivos chineses a níveis aceitáveis.
    A expectativa de vida chinesa é a terceira maior do leste asiático, com 71,9 anos, atrás de Japão, com 82,2, e de Coréia do Sul, com 77,3.
    O padrão de comportamento chinês está centrado na honestidade, confiança e paciência, portanto, agir contrariamente pode ser considerado ofensa e fraqueza de espírito do negociador estrangeiro.
    Houve nos últimos anos um aumento significativo da qualidade de vida dos chineses, apenas 10% da população vive abaixo da linha da pobreza e 99,8% dos jovens são alfabetizados.

    ResponderExcluir
  90. brehmer mendes,n°06,2° ano a13 de novembro de 2010 20:15

    1- A que se propões o Socialismo?o socialismo propoe a igualdade social.
    2- Relacione Socialismo e Capitalismo.o socialismo defende
    3- Pesquise sobre algum país socialista nos dias atuais. Como é a economia? O comportamento das pessoas de lá? Como a sociedade vive de uma maneira geral?coréia do norte,
    A Coreia do Norte é regida sob um governo Juche autodeclarado[64] com um acentuado culto de personalidade organizado em volta de Kim Il-sung (o fundador da Coreia do Norte e o primeiro e único presidente do país) e seu filho e herdeiro, Kim Jong-il. Após a morte de Kim Il-sung, em 1994, ele não foi substituido, mas sim recebeu a designação de "Presidente Eterno", e foi sepultado no Palácio Memorial de Kumsusan, no centro de Pyongyang.

    Embora a posição ativa de presidente tenha sido abolida, em deferência à memória de Kim Il-sung,[65] o chefe de Estado de facto é Kim Jong-il, que é o Presidente da Comissão de Defesa Nacional da Coreia do Norte. A legislação norte-coreana é a Suprema Assembleia Popular, atualmente presidida por Kim Yong-nam. Outra figura sênior do governo é o primeiro-ministro Kim Yong-il.

    A Coreia do Norte é um Estado unipartidário. O partido governante é a Frente Democrática de Reunificação da Pátria, uma coligação do Partido dos Trabalhadores da Coreia e outros dois partido menores, o Partido Social-Democrata da Coreia e o Partido Chondoista Chongu. Estes partidos nomeiam todos os candidatos para cargos e ocupam todos os assentos da Suprema Assembleia Popular.

    4- Quais as diferenças do Socialismo Utópico do século XIX para o Socialismo do século XX, que foi aplicado em países como a Rússia?

    ResponderExcluir
  91. Ingrid Maria Nº19 - 2° - A - Manhã16 de novembro de 2010 14:36

    Coreia do Norte - República Popular Democrática da Coreia (Chosŏn Minjujuŭi Inmin Konghwaguk) (desde 9 de setembro de 1948); A Coreia do Norte tem uma economia industrializada, autárquica, e altamente centralizada. Dos cinco países comunistas restantes do mundo, a Coreia do Norte é um dos apenas dois (junto a Cuba) com uma economia inteiramente planejada pelo governo, e própria do Estado; Múltiplas organizações internacionais de direitos humanos, incluindo a Anistia Internacional e a Human Rights Watch, acusam a Coreia do Norte de ter um dos piores registros de direitos humanos de qualquer nação. O governo norte-coreano exerce um rígido controle sobre muitos aspectos da cultura da nação, e este controle é usado para perpetuar o culto à personalidade em volta da figura de Kim Il-sung, e, em menor medida, Kim Jong-il.

    ResponderExcluir
  92. Douglas de Lima N11 2 Ano A16 de novembro de 2010 14:54

    vai se fuder esse blog de merda essa professora n tem u q fazer msm, fik inxendu nosso saco, isso eh pq ela n tem um, essa vadia de merda, desgraçada. _|_

    ResponderExcluir
  93. brasil perde pra argentina e douglas é xingado.

    ResponderExcluir
  94. 3º Ano j Noite Alunos: Allison Silva Nº05 - Winy Passos Nº43 - Roberlene Santos Nº35 - Tiago Chaves Nº 42 Karl Marx foi o 7º de sete filhos, de origem judaica de classe média da cidade de Tréveris, na época no Reino da Prússia. Sua mãe, Henri Pressburg (1771–1840), era judia holandesa e seu pai, Herschel Marx (1759–1834), um advogado e conselheiro de Justiça. Herschel descende de uma família de rabinos, mas se converteu ao cristianismo luterano em função das restrições impostas à presença de membros de etnia judaica no serviço público, quando Marx ainda tinha seis anos.[2] Seus irmãos eram Sophie (d. 1883), Hermann (1819-1842), Henriette (1820-1856), Louise (1821-1893), Emilie (adotado por seus pais), Caroline (1824-1847) e Eduard (1834-1837).
    Em 1830, Marx iniciou seus estudos no Liceu Friedrich Wilhelm, em Tréveris, ano em que eclodiram revoluções em diversos países europeus. Ingressou mais tarde na Universidade de Bonn para estudar Direito, transferindo-se no ano seguinte para a Universidade de Berlim, onde o filósofo alemão Georg Wilhelm Friedrich Hegel, cuja obra exerceu grande influência sobre Marx, foi professor e reitor.[2] Em Berlim, Marx ingressou no Clube dos Doutores, que era liderado por Bruno Bauer. Ali perdeu interesse pelo Direito e se voltou para a Filosofia, tendo participado ativamente do movimento dos Jovens Hegelianos. Seu pai faleceu neste mesmo ano.[2] Em 1841, obteve o título de doutor em Filosofia com uma tese sobre as "Diferenças da filosofia da natureza em Demócrito e Epicuro.Em 1843, a Gazeta Renana foi fechada após publicar uma série de ataques ao governo prussiano. Tendo perdido o seu emprego de redator-chefe, Marx mudou-se para Paris. Lá assumiu a direção da publicação Anais Franco-Alemães e foi apresentado a diversas sociedades secretas de socialistas.Do casamento de Marx com Jenny von Westphalen, nasceram cinco filhos: Franziska, Edgar, Eleanor, Laura e Guido, além de um natimorto. Ao que consta, Franziska, Edgar e Guido morreram na infância, provavelmente pelas péssimas condições materiais a que a família estava submetida.[7] Marx também teve um filho nascido de sua relação amorosa com a militante socialista e empregada da família Marx, Helena Demuth. Solicitado por Marx, Engels assumiu a paternidade da criança, Frederick Delemuth, e pagando uma pensão, entregou-o a uma família de um bairro proletário de Londres Encontrando-se deprimido por conta da morte de sua esposa, ocorrida em Dezembro de 1881, Marx desenvolveu, em consequência dos problemas de saúde que suportou ao longo de toda a vida, bronquite e pleurisia, que causaram o seu falecimento em 1883. Foi enterrado na condição de apátrida,[9] no Cemitério de Highgate, em Londres.[2]
    Muitos dos amigos mais próximos de Marx prestaram homenagem ao seu funeral, incluíndo Wilhelm Liebknecht e Friedrich Engels.

    ResponderExcluir
  95. Tá aee Isabel foi o q deu pra fazer, espero q vc veja o esforço e dê ao menos 2 pontos blz.

    ResponderExcluir
  96. janiere 3i noite
    bel naum consigo postar o comentario de uma vez
    so então vo mandar por partes beleza .

    ResponderExcluir
  97. trabalho sobre maquiavel
    equipe: janiere mara -16
    julio cesar -18
    luiz henrique -22
    ricardo da silva -37
    samia silva -40
    carlos henrique-44
    3I noite
    assunto : MAQUIAVEL.

    ResponderExcluir
  98. Nicolau Maquiavel foi um importante historiador, diplomata, filósofo, estadista e político italiano da época do Renascimento. Nasceu na cidade italiana de Florença em 3 de maio de 1469 e morreu, na mesma cidade, em 21 de junho de 1527.

    Vida e obras

    Filho de pais pobres, Maquiavel desde cedo se interessou pelos estudos. Aos sete anos de idade começou a aprender latim. Logo depois passou a estudar ábaco e língua grega antiga.

    Aos 29 anos de idade, ingressou na vida política, exercendo o cargo de secretário da Segunda Chancelaria da República de Florença. Porém, com a restauração da família Médici ao poder, Maquiavel foi afastado da vida pública. Nesta época, passou a dedicar seu tempo e conhecimentos para a produção de obras de análise política e social.

    Em 1513, escreveu sua obra mais importante e famosa “O Príncipe”. Nesta obra, Maquiavel aconselha os governantes como governar e manter o poder absoluto, mesmo que tenha que usar a força militar e fazer inimigos. Esta obra, que tentava resgatar o sentimento cívico do povo italiano, situava-se dentro do contexto do ideal de unificação italiana.

    Entre os anos de 1517 e 1520, escreveu “A arte da guerra”, um dos livros menos lidos do autor.

    Em 1520, Maquiavel foi indicado como o principal historiador de Florença.

    Nos “Discursos sobre a primeira década de Tito Lívio”, de 1513 a 1521, Maquiavel defende a forma de governo republicana com uma constituição mista, de acordo com o modelo da República de Roma Antiga. Defende também a necessidade de uma cultura política sem corrupção, pautada por princípios morais e éticos.

    ResponderExcluir
  99. PRINCIPAIS OBRAS: O Príncipe é um livro escrito por Nicolau Maquiavel em 1513, cuja primeira edição foi publicada postumamente em 1532. Trata-se de um dos tratados políticos mais fundamentais elaborados pelo pensamento humano, e que tem papel crucial na construção do conceito de Estado como modernamente conhecem
    E TAMBÉM O LIVRO SOBRE TITO LÍVIO :Maquiavel deixa de lado o tema da República que será mais bem discutido nos Discursos sobre a primeira década de Tito Lívio. Em vista da situação política italiana no período renascentista existem teorias de que o escritor, tido como republicano, tenha apontado o principado como solução intermediária para unificar a Itália, após o que seria possível a forma republicana

    ResponderExcluir
  100. ÉTICA DE MAQUIAVEL: Maquiavel foi genial, moderno e revolucionário.
    Tinha a sinceridade de uma criança e a malícia de um bandido. Era perfeito. A É TICA DE MAQUIAVE ERA UMA HERANÇA DA IDADE MEDIA para a é tica cristã as atitudes dos governantes e os estados em si estavam subordinanduh a uma lei superior e a vida humana destinava-se a salvação da alma .

    ResponderExcluir
  101. pronto bel ta ai ve si considera ai nosso esforço e da pelo menos 2 pontinho ta bom vlw.
    3I noite .

    ResponderExcluir