quinta-feira, 4 de agosto de 2011

INDEPENDÊNCIA DAS COLÔNIAS ESPANHOLAS NA AMÉRICA.



18 comentários:

  1. Mariana
    8º ano - IFJPS

    A Argentina começou seu processo de independência da Espanha em 25 de maio de 1810.Os ventos (e os líderes) da Independência da Argentina sopraram para as demais colônias espanholas na América do Sul.Os argentinos consideram San Martín — que realizou a campanha de independência da Argentina, Chile e Peru — como herói de sua emancipação e "Pai da Pátria".
    Após a derrota dos espanhóis, as disputas internas se deram entre os unitários e os federais. Iniciou-se um longo conflito para determinar o futuro da Nação. Em 1820, com a Batalha de Cepeda, iniciou-se um período de autonomias provinciais e guerras civis sendo que a união entre as províncias só se manteve graças aos chamados tratados interprovinciais.

    ResponderExcluir
  2. Nome: José Guilherme Costa Gonçalves
    Nº: 15 Série: 8º Ano
    Instituto Frei João Pedro de Sexto

    História da Independência do Chile


    O processo de Independência do Chile foi marcado por conflitos diversos. Os chapetones eram os nascidos da Espanha, que apoiavam a submissão à metrópole, e conflitavam com os criollos (patriotas), formados por uma elite local que desejava a independência.
    As crises nas colônias espanholas, ligadas a prisão de Fernando VII por Napoleão Bonaparte, fizeram com que os criollos começassem a lutar por uma Junta de Governo. Os chapetones, ameaçados resolveram perseguir os criollos. O cabildo (assembléia de governo) era formado em sua maioria por criollos. Eles perguntaram ao capitão-geral o motivo de tal perseguição, mas ele não respondeu e acabou sendo deposto. A partir daí, ocorreram conflitos e o Rei Espanhol sendo solto, proclamou que todos os defensores liberais deveriam ser punidos. Houve uma batalha e os chapetones ao vencer iniciaram perseguições violentes aos criollos com a ajuda dos peruanos que promoveram um golpe de Estado para defender a colônia espanhola de uma iminente guerra civil.
    Os criollos com a ajuda de dois defensores da independência O’Higgins e San Martin, promoveram estratégias militares com cerca de cinco mil soldados divididos em seis batalhões, para retomar o Chile, o Exército Libertador dos Andes. Os seis batalhões atacaram em áreas separadas e desestabilizaram as forças peruanas. Enfim em 12 de fevereiro de 1817, as forças de independência tomaram Santiago e um ano depois foi proclamada a Independência. Porém, as batalhas contra os espanhóis só terminaram em 1818, na batalha de Maipú.

    ResponderExcluir
  3. A JORNADA HISTÓRIA DA INDEPENDENCIA ARGENTINA.

    No início de 1816, a situação das províncias Unidas estava longe de ser ideal: além de suas penúrias econômicas acrescentava-se a instabilidade política da região, marcada por diversos conflitos internos e a ameaça latente de uma ofensiva espanhola desde o norte do território – o rei Fernando VII havia recuperado em 1814 seu trono e procurava enfrentar a rebelião das colônias americanas.
    Um dos primeiros assuntos que os deputados debateram foi a forma de governo que deviam adotar as Províncias Unidas; houve encolerizadas e prolongadas discussões entre os diferentes representantes, que manifestaram não só suas posturas sobre o caminho a ser tomado, senão também os interesses políticos de cada uma das províncias.
    Nesse dia 9 de julho de 1816, o secretário Juan José Paso (representante por Buenos Aires) tomou a palavra e perguntou aos congressistas se queriam “que as Províncias da União fossem uma nação livre e independente dos reis da Espanha e sua metrópole”. Todos os deputados aprovaram por aclamação a proposta e depois cada um ratificou seu voto. Por último, em um ambiente eufórico, procederam a assinar a Ata da Independência. No dia 9 de julho de 1816, convertia-se em uma data histórica: as Províncias Unidas na América do Sul proclamavam sua liberdade.
    No 25 de maio de 1810, a República Argentina iniciou o caminho de unificação que culminaria no dia 9 de julho de 1816 com criação de um estado independente.

    VITÓRIA Mª(Nº30)|IFJPS|8º ANO.

    ResponderExcluir
  4. A independencia da América espanhola está relacionada as transformações que ocorreram no século xvlll na europa e que levaram á derrocada o absolutismo ou antigo regime [como diziam os revolucionários franceses].A independencia das colonias inglesas na america do norte,a revoluçao industrial,o inluminismo e a revoluçao francesa causaram um grande impacto na america espanhola.

    wellesson nogueira 8 ano - ifjps

    ResponderExcluir
  5. HISTÓRIA DA INDEPENDENCIA DO CHILE.
    A independência de Cuba aconteceu porque os Estados Unidos estavam de olho nas suas grandes belezas naturais e era a principal produtora mundial de açúcar, aconteceu no ano de 1898.

    Os grupos envolvidos na independência cubana eram os proprietários rurais, como principal deles era Carlos Manuel de Céspedes, participaram também líderes populares como o mulato Antonio Maceo e todos seus irmãos e o general dominican Máximo Gómez.

    O principal personagem que atuou na independência de Cuba foi José Martí, com suas idéias e ações independentes e anti-colonialistas o tornou considerado o prócer e símbolo maior da independência Cubana.

    Após a independência, cuba se tornou independente, mas, na realidade, estava completamente dominada pelos Estados Unidos. Atualmente Cuba ganha muito, através de turistas estrangeiros, por ser um país de muitas belezas naturais.
    INGRED(Nº13)|IFJPS|8º ANO.

    ResponderExcluir
  6. CORREÇÃO : A HISTÓRIA DE INDEPENDENCIA DE CUBA
    INGRED(Nº30)\IFJPS\8ºANO

    ResponderExcluir
  7. As notícias da Independência dos Estados Unidos e da Revolução Francesa, ambas baseadas nas ideias iluministas, introduziram ideias liberais na América Latina. A Argentina começou seu processo de independência da Espanha em 25 de maio de 1810, em um episódio denominado Revolução de Maio, empenhando-se em guerras contra os espanhóis e seus partidários (realistas); a revolução não teve uma calorosa acolhida em todo o vice-reino: outras regiões do Rio da Prata estavam tão interessadas em se tornarem independente de Buenos Aires como da Espanha. Em 1811 o Paraguai produziu sua própria declaração de Independência.

    Em 1820, José de San Martín preparava um exército destinado a libertar o Chile e o Peru declarando sua independência. Em 26 de junho de 1822 celebrou-se a histórica reunião com Simón Bolívar. Os ventos (e os líderes) da Independência da Argentina sopraram para as demais colônias espanholas na América do Sul.Os argentinos consideram San Martín — que realizou a campanha de independência da Argentina, Chile e Peru — como herói de sua emancipação e "Pai da Pátria".
    PEDRO DE BRITO 8 ANO

    ResponderExcluir
  8. A independecia do mexico
    A luta pela independência do México, a partir de 1810, teve um caráter singular, na medida em que partiu de setores populares rurais. Nesse sentido, o projeto emancipacionista ia além da mera separação da metrópole: pretendia-se a realização de profundas reformas, incluindo o fim da escravidão, a igualdade de direitos e o fim dos privilégios das elites. Seus lideres foram Miguel Hidalgo, o padre Morelos e Vicente Guerrero.

    Em 1821, a tentativa espanhola de recolonização teve aparente sucesso, com o triunfo do general Itúrbide. Este, entretanto, acabou por se aliar a Guerrero, segundo um acordo conhecido como Plano Iguala: proclamação da independência, igualdade de direitos entre criollos e espanhóis, supremacia da religião católica, respeito à propriedade e governo monárquico, sendo a coroa oferecida a Fernando VII da Espanha. Entretanto, Itúrbide assumiu o governo com o título de Agustín I, em 1822.

    A monarquia mexicana teve curta duração, com a deposição de itúrbide e a proclamação da república de 1824, sendo eleito para os eu primeiro presidente o general Guadalupe Victoria. Entretanto, a instabilidade política marcava o país, não apenas em decorrência das lutas entre caudillos, mas também devido a conflitos externos. Entre os anos de 1846 e 1848, travou-se uma guerra com os Estados Unidos, da qual resultou a perda de vastos territórios para aquele país. E, em 1861, o México sofreu uma intervenção francesa.
    4 de agosto

    debora do 8 ano
    instituto frei joao pedro de sexto

    ResponderExcluir
  9. A Independência do México =(Guerra da Independência do México)

    Depois de quase três séculos sob domínio colonial espanhol, os habitantes do Vice-Reino da Nova Espanha começaram a exigir a independência da sua nação devido a divergências políticas e religiosas com a coroa. No início do século XIX este sentimento ganhou força entre a elite da Cidade do México e, depois de algumas tentativas falhadas, a guerra foi declarada na madrugada de 16 de Setembro de 1810 pelo padre Miguel Hidalgo y Costilla na paróquia de Dolores Hidalgo, estado de Guanajuato (esta declaração ficou conhecida como Grito de Dolores).
    O conflito prolongou-se por oito anos e esteve longe de ser um movimento homogéneo. Começou quase como se de uma guerra religiosa se tratasse sendo liderada por sacerdotes. No entanto passado pouco tempo tornou-se uma guerra republicana, tendo o exército realista praticamente posto fim à contenda após um par de anos. A luta independentista passou então a fazer-se sob a forma de uma guerra de guerrilha confinada às montanhas do sul até que um hábil coronel realista de nome Agustín de Iturbide negociou alianças com quase todas as facções combatentes (incluindo o governo do vice-reino) tendo conseguido a independência de uma forma relativamente pacífica em 27 de Setembro de 1821, ainda que o reconhecimento formal de Espanha só tenha ocorrido em 28 de Abril de 1836.

    José Victor Abreu Penha N°:16 Série: 8° ano IFJPS

    ResponderExcluir
  10. Nome: Gabriella Peixoto
    N°; 20. Série: 8° ano.
    IFJPS


    INDEPENDÊNCIA DO CHILE.

    Em 1808 o Império Espanhol vivia em um estado de agitação. Ao mesmo tempo havia se ''espalhado'' entre os crioulos o movimento juntista - trocar o governo espanhol por uma junta de notáveis que conservaria o governo enquanto durasse o cativeiro do Rei. O governador Mateo de Toro y Zambrano aceitou a convocatória em um cabildo (assembléia) para decidir o estabelecimento de uma junta do governo. Assim em 18 de setembro de 1810 se forma a primeira Junta Nacional do Governo, ficando Mateo no governo e dando início ao período da Pátria Velha. O governo transitório, primeiramente, estava sem intenção de obter independência mas depois outros rumos foram tomados. Por vez, inicia a Guerra da Independência contra as tropas reais. As tropas enviadas pelo vice-rei do Peru, junto com os que apoiavam a Coroa, derrotaram as tropas patriotas na Batalha de Rancagua, dando início a Reconquista Espanhola. Depois Batalha de Rancagua alguns lideres tiveram que fugir para a Argentina, e ali foi formado o Exército dos Andes. Eles cruzaram a Cordilheira dos Andes, derrotaram as tropas reais e deram início a Pátria Nova. Bernardo O'Higgins foi nomeado diretor supremo e em 2 de fevereiro de 1818, declara formalmente a Independência do Chile, que se confirmaria com a vitória do exército chileno na Batalha de Maiupú, em 5 de abril.

    ResponderExcluir
  11. Andressa Araújo , nº 03 . 8º ano .

    Independência da Argentina .'
    Em 1816, seguindo o caminho iniciado pela Revolução de Maio de 1810, proclamou o país em um congresso em Buenos Aires a existência de uma nação livre e independente da Coroa espanhola, iniciando o longo processo de unificação nacional.Após a revolução de 25 de maio de 1810, o caminho para a independência foi traçado: a ruptura dos laços coloniais com a Espanha em 1810 fez mais para cristalizar um movimento que estava procurando libertar a partir de 1806, o aumento da participação política e económica dos crioulos.Em finais 1815, a situação era desesperada revolucionários. Venezuela e Colômbia foram recapturados pela realistas. Apenas o River Plate ainda se situava, ameaçado de Chile e Alto Peru. A nível internacional, a situação era preocupante: Alemanha, Áustria, Prússia e Rússia tinham formado a Santa Aliança para defender absolutismo de Fernando VII e apoiados em sua busca para recuperar o seu império.É de salientar que, apesar de uma predominância de representantes de todas as províncias de Buenos Aires, em favor da centralização, o Congresso foi em grande parte mantido pelos governos federal intenções José de San Martín, Manuel Belgrano e Bernardo de Monteagudo. Após acesos debates, o Congresso de 9 de julho de 1816 proclamou a declaração da independência da Espanha e da Argentina no que diz respeito a qualquer dominação estrangeira.

    ResponderExcluir
  12. nome:Ana carolina Rodrigues
    escola:IFJPS
    serie:8°ano n°:01
    independencia da Venezuela
    Depois da fracassada conspiração de Manuel Gual, em Caracas, em 1797, tampouco teve êxito o desembarque de Francisco de Miranda, com uma pequena expedição de patriotas, organizada nos Estados Unidos e financiada pela Inglaterra, em 1806. Depois que a Espanha caiu em poder de Napoleão, os criollos (brancos nascidos na colônia) de Caracas depuseram, em 1810, os representantes espanhóis e estabeleceram uma junta governativa local, com a finalidade oficial de salvaguardar os direitos do rei espanhol Fernando VII, preso na França dois anos antes por Napoleão. Unindo-se aos representantes de outras partes do país, no entanto, a junta governativa declarou a independência em 5 de julho de 1811. Miranda, que retornara à América chamado por Simón Bolívar, assumiu o comando da nova república.
    No início de 1813, a junta revolucionária nomeou Bolívar comandante das forças venezuelanas. Filho de ricos fazendeiros criollos, era um dos líderes do movimento de independência. Sofreu diversas derrotas em sua luta contra as forças espanholas, mas foi ajudado pela nova República do Haiti e por uma legião estrangeira de soldados britânicos e irlandeses.

    ResponderExcluir
  13. NOME:Ana Carolina Rodrigues
    ESCOLA:ifjps
    SERIE:8°ano N°:01
    Independencia da Venezuela
    Depois da fracassada conspiração de Manuel Gual, em Caracas, em 1797, tampouco teve êxito o desembarque de Francisco de Miranda, com uma pequena expedição de patriotas, organizada nos Estados Unidos e financiada pela Inglaterra, em 1806. Depois que a Espanha caiu em poder de Napoleão, os criollos (brancos nascidos na colônia) de Caracas depuseram, em 1810, os representantes espanhóis e estabeleceram uma junta governativa local, com a finalidade oficial de salvaguardar os direitos do rei espanhol Fernando VII, preso na França dois anos antes por Napoleão. Unindo-se aos representantes de outras partes do país, no entanto, a junta governativa declarou a independência em 5 de julho de 1811. Miranda, que retornara à América chamado por Simón Bolívar, assumiu o comando da nova república.
    No início de 1813, a junta revolucionária nomeou Bolívar comandante das forças venezuelanas. Filho de ricos fazendeiros criollos, era um dos líderes do movimento de independência. Sofreu diversas derrotas em sua luta contra as forças espanholas, mas foi ajudado pela nova República do Haiti e por uma legião estrangeira de soldados britânicos e irlandeses.

    ResponderExcluir
  14. Nome: Breno Almeida
    N° 06. Série: 8° ano.
    IFJPS


    INDEPENDÊNCIA DA ARGENTINA.

    Denomina-se Guerra de Independência da Argentina ou das Províncias Unidas do Rio da Prata ao conjunto de combates e campanhas ocorridos durante as guerras de independência hispano-americanas que ocorreram em diversos países da América do Sul, dos quais participaram as forças militares das Províncias Unidas do Rio da Plata, um Estado que sucedeu ao Vice-Reino do Rio da Prata e que antecedeu a República Argentina.
    Os grupos que se confrontaram nestes conflitos são conhecidos como patriotas e realistas (monarquistas), já que tratou-se de um confronto entre quem defendia a autodeterminação de sua pátria e aqueles que defendiam a continuidade da dependência da América espanhola do rei da Espanha.[1][2]
    Somente uma parte menor destes confrontos se deu no território da Argentina atual. A maior parte ocorreu nos territórios do antigo Vice-Reino do Rio da Praia, e que ao fim da guerra ficaram de fora das Províncias Unidas, ou em outras regiões do continente que nunca pertenceram a esse vice-reino, tal como o Chile, Peru e Equador. Não obstante, em todos os casos considera-se que os grupos que se enfrentaram lutavam não só pela situação de destes territórios, mas também pela soberania nacional sobre o território que havia pertencido ao Vice-Reino da Prata. Também houve confrontos marítimos, em algumas ocasiões em águas muito distantes do continente americano.

    ResponderExcluir
  15. Matheus Cordeiro N°23 8°Ano.

    A independência da América espanhola está relacionada às transformações que ocorreram no século XVIII na Europa e que levaram à ruína o Absolutismo.

    A independência das colônias inglesas na América do Norte, a Revolução Industrial, o Iluminismo e a Revolução Francesa causaram um grande impacto na América Espanhola.

    Entre o final do século XV e o inicio do século XVI, a Espanha constituiu na América um imenso império colonial, riquíssimo em metais preciosos e que, até o final do século XVIII, foi a principal fonte de sustento da Coroa espanhola. A Coroa dividiu a administração em quatro vice-reinos; Nova Granada, Nova Espanha, Rio do Patra e Peru. Junto foram criadas quatro capitanias com função de defesa: Guatemala, Chile, Cuba e Venezuela.

    ResponderExcluir
  16. gustavo henrique
    escola istituto frei joao pedro de sexto
    numero 11 serie:8ºano Cuba, oficialmente República de Cuba, é um país insular do Caribe. A nação de Cuba consiste na principal ilha de Cuba, a Isla de la Juventud, e em vários arquipélagos. Havana é a maior cidade de Cuba e a capital do país. Santiago de Cuba é a segunda maior cidade. Ao norte de Cuba se encontra os Estados Unidos e as Bahamas; a oeste está o México; as ilhas Cayman e a Jamaica estão ao sul e o Haiti e a República Dominicana estão no sudeste.
    Em 1492, Cristóvão Colombo descobriu e reivindicou a ilha, hoje ocupada por Cuba, para o Reino de Espanha. Cuba permaneceu como um território da Espanha até a Guerra Hispano-Americana, que terminou em 1898, e ganhou a sua independência formal dos Estados Unidos em 1902. Entre 1953 e 1959 ocorreu a Revolução Cubana, que removeu a ditadura de Fulgencio Batista.
    Cuba é o lar de mais de 11 milhões de pessoas e é a nação-ilha mais populosa do Caribe. Seu povo, sua cultura e seus costumes foram formados a partir de fontes diversas, tais como os povos Taíno e Ciboney, o período do colonialismo espanhol, a introdução de escravos africanos e a sua proximidade com os Estados Unidos.
    Cuba tem uma taxa de alfabetização de 99,8% uma taxa de mortalidade infantil inferior apenas a de alguns países desenvolvidos, e uma expectativa de vida média de 77,64. Em 2006, Cuba foi a única nação no mundo que recebeu a definição da WWF de desenvolvimento sustentável; ter uma pegada ecológica de menos de 1,8 hectares per capita e um Índice de Desenvolvimento Humano de mais de 0,8 em 2007.

    ResponderExcluir
  17. A INDEPENDENCIA DA VENEZUELA
    NOME REBECA APOLONIO RIBERIO
    N26
    DEPOIS DO FRACASSO DE MANUEL GUAL,FRANCISCO DE MIRANDA COM UM PEQUENA EXPEDIÇÃO ORganizada no ESTADOS UNIDOS COM O FINACIAMENTO DA INGLATERRA EM 1806.A ESPANHA CAIO EM PODER EM RELAÇÃO A NAPOLEÃO,OS CRIOLLOS DE CARACAS DEPUSERAM OS ESPANHOES PARA ESTABELEZER JUNTO AO GOVERNO LOCAL COM A FINALIDADE DE ESTABELEZER OS DIREITOS DO O REI FERNANDO VII PREÇO NA FRAÇA
    NO ANO DE 1803 AJUNTA REVOLUSIONARIA NOMEO BOLIVAR COMANDANTE DAS FORÇAS VENEZUELANAS

    ResponderExcluir
  18. lara fernanda n-17 ,8 ano.

    Argentina, oficialmente República Argentina é o segundo maior país da América do Sul,constituída como uma federação de 23 províncias e uma cidade autônoma, Buenos Aires. É o oitavo maior país do mundo em área territorial e o maior entre as nações de língua espanhola, embora México,Colômbia e Espanha sejam mais populosos.Argentina é uma das maiores economias da América do Sul, com uma classificação alta no Índice de Desenvolvimento Humano. Na América Latina, a Argentina possui o quinto maior PIB per capita e o maior PIB per capita em paridade do poder de compra. Analistas argumentam que o país tem uma base "para o crescimento futuro, devido ao tamanho do seu mercado, níveis de investimento direto estrangeiro e o percentual de exportações de alta tecnologia como parte do total bens manufaturados" e é classificado pelos investidores como uma economia emergente.
    O desenvolvimento dos paises colonizados pela colonia espanhola é bem maior do que os paises colonizados pelo portugual , por isso nosso pais não tem todo esse desenvolvimento do que os demais.

    ResponderExcluir

Respeite as diferenças. Lembre-se: todos são iguais perante a lei. Preconceito é crime. Seja legal.

Respeite as diferenças. Lembre-se: todos são iguais perante a lei. Preconceito é crime. Seja legal.