quarta-feira, 13 de março de 2013

INDEPENDÊNCIA DAS COLÔNIAS ESPANHOLAS


AULA DIA 20/03/2013 - ASSUNTO: BELLE ÉPOQUE

A Belle Époque é normalmente compreendida como um momento na trajetória histórica francesa que teve seu início no final do século XIX, mais ou menos por volta de 1880, e se estendeu até a eclosão da Primeira Guerra Mundial, em 1914. Mas, na verdade, não é possível demarcar tão rigorosamente seus limites, uma vez que ela é mais um estado espiritual do que algo mais preciso e concreto.
No Brasil, por exemplo, este período tem início em 1889, com a Proclamação da República, e vai até 1922, quando explode o Movimento Modernista, com a realização da Semana da Arte Moderna  na cidade de São Paulo. A Belle Époque brasileira é, no entanto, instaurada lentamente no país, por meio de uma breve introdução que começa em meados de 1880, e depois ainda sobrevive até 1925, sendo aos poucos minada por novos movimentos culturais.
VEJA O VÍDEO ABAIXO COM IMAGENS DE FORTALEZA DURANTE A BELLE ÉPOQUE.

















ATENÇÃO!
SÓ SERÃO ACEITAS RESPOSTAS COM JUSTIFICATIVA.

1- Na primeira metade do século XIX, diversos movimentos pela independência eclodiram nas colônias espanholas da América, marcando a luta de seus povos contra o domínio da metrópole Ibérica. Marque a opção que se refere, corretamente, a um desses movimentos:
a) Na Argentina, os comerciantes portenhos aliados ao líder militar Manuel Belgrano extinguiram os Cabildos e as Juntas Governativas, controladas por representantes da Coroa Espanhola.
b) No Chile, a forte presença militar inglesa aquartelada no norte do país impediu o avanço do movimento de independência formado por segmentos populares liderados por Bernardo O. Higgins que, derrotado, exilou-se na Venezuela.
c) No México, a elite "criolla", que ocupava os altos cargos da administração colonial, aliada aos espanhóis da metrópole, proclamou Fernando VII da Espanha como Imperador do México, sobrevivendo a monarquia mexicana até o advento da Revolução Zapatista.
d) No Peru, o principal centro de resistência espanhola tornou-se independente após a tomada conjunta de Lima pelos exércitos de Bolívar e San Martin, tornando-se este último o primeiro presidente perpétuo da República Peruana.
e) No Uruguai, a conquista da independência não encerrou o poder personalista dos caudilhos, mas fortaleceu os segmentos burgueses atuantes em Montevidéu.

2- Em meados do século XVI, o processo de submissão dos territórios americanos à Coroa Espanhola cedeu lugar à implementação de várias formas da administração metropolitana sobre a sociedade colonial, entre as quais pode(m)-se apontar:
a) a Casa de Contratação, que distribuía os cargos públicos e nomeava os representantes da nobreza local para os altos cargos da administração dos vice-reinados e das capitanias gerais.
b) a "Encomienda", que formava uma magistratura vinculada às capitais dos vice-reinados com o objetivo de arrecadar e fiscalizar tributos devidos à Coroa Espanhola.
c) o Real e Supremo Conselho das Índias, encarregado da fiscalização e do controle das mercadorias que passavam pelas fronteiras coloniais.
d) as Audiências, que eram assembléias deliberativas com poder de legislação sobre questões ligadas às disputas fundiárias e comerciais entre os colonos.
e) os Cabildos, que eram órgãos encarregados da administração local, em seu âmbito político, sendo, em geral, controlados pelos segmentos "criollos" regionais.



3- O continente americano - O NOVO MUNDO - é um conjunto de sociedades complexas e multifacetadas. Quanto a sua formação étnico-cultural, é CORRETO afirmar que:
a) a miscigenação inter-racial é intensa, produzindo uma sociedade racialmente democrática.
b) os cruzamentos multirraciais gestam sociedades caracterizadas por um forte traço de homogeneidade.
c) o padrão cultural do mundo ocidental-cristão, representado pelos dominadores europeus, é hegemônico.
d) a influência étnica-cultural do indígena é secundária em toda a América devido ao massacre a ele imposto.
e) a pluralidade das influências religiosas promove um clima de intolerância e conflitos étnico-religiosos.



4- A formação de comunidades econômicas, hoje, é um imperativo que ocorre com a revolução das comunicações e dos transportes e com a unificação financeira. Na América Latina, esse processo se complica, porque:
a) os conflitos nacionalistas são uma realidade a ser considerada.
b) as disparidades econômicas entre os países são muito acentuadas.
c) a maioria da população está à margem do mercado de consumo.
d) as diferenças culturais bloqueiam o intercâmbio econômico.
e) o capital norte-americano apresenta obstáculos intransponíveis.

5- A dominação espanhola sobre seus territórios coloniais, no continente americano, ao longo dos séculos XVI e XVII, caracterizou-se por uma:
a) ocupação descentralizada do território americano, baseada na fundação de colônias de povoamento, com a divisão da terra em pequenas e médias propriedades agrícolas.
b) expansão das atividades comerciais coloniais, em virtude da implantação de um sistema de "portos livres" nas colônias, que desenvolveram o comércio e a troca de produtos entre as diversas regiões coloniais.
c) transferência da autoridade e das atribuições administrativas e jurídicas da Coroa espanhola para os Cabildos, que representavam a justiça real nas colônias.
d) organização da produção colonial a partir da exploração da mão-de-obra nativa em trabalhos agrícolas e nas minas através da "encomienda" e da "mita".
e) criação de diversos órgãos autônomos responsáveis pelos governos provinciais e municipais, controlados pelos segmentos sociais coloniais "criollos" e mestiços.

6- Sobre a estrutura social e econômica da América colonial espanhola, podemos afirmar que:
a) os "criollos" formavam uma aristocracia econômica local, sendo donos de propriedades rurais e de minas.
b) os "chapetones" eram mestiços que monopolizavam as funções administrativas e religiosas nos vice-reinados.
c) os indígenas estavam protegidos por uma rigorosa legislação real, que proibia que trabalhassem para os peninsulares.
d) o trabalho através da "mita" incidia sobre as populações negras escravas das grandes fazendas de gado.
e) a "encomienda" surgiu nas missões e reduções jesuíticas, vinculando a catequese ao trabalho indígena nas propriedades da Igreja.

7- Túpac Amaru - nome assumido por um líder rebelde que se chamava Condorcanqui - chefiou em 1780 -1781 uma rebelião nas terras altas do Peru. Assinale a frase que exprime características verdadeiras de tal revolta.
a) Foi uma revolução social que pretendeu instalar nos Andes uma sociedade tribal e igualitária, sem propriedade privada.
b) O movimento consistiu em uma traição aos ideais indígenas, já que o seu líder descendia parcialmente de espanhóis, estudara na Espanha e era casado com uma espanhola.
c) Trata-se de um movimento fracassado de independência do Peru, que reivindicava a restauração do Império Inca.
d) Túpac Amaru descendia de um líder Inca executado pelos espanhóis no século XVI e pretendia obter para si o cargo de vice-rei do Peru.
e) O movimento sempre proclamou lealdade ao deus cristão e ao rei da Espanha, voltando-se contra os abusos dos funcionários e exigindo impostos menores, melhor sistema de justiça e economia inter-regional mais aberta.



8- Sobre a maior mobilidade espacial dos habitantes de São Paulo, no século XVII, Sérgio Buarque de Holanda escreveu, em O EXTREMO OESTE: "Apartados das grandes linhas naturais de comunicação com o Reino e sem condições para desenvolver de imediato um tipo de economia extrovertida [para o exterior], que torne compensadora a introdução de africanos, [os paulistas] devem contentar-se com as possibilidades mais modestas que proporciona o nativo, o negro da terra, como sem malícia costumam dizer, e é para ir buscá-lo que correm o sertão." Comente e interprete este texto.

9- Assinale a alternativa que caracteriza o sistema de trabalho conhecido como "mita".
a) Trabalho escravo de negros nas plantações de açúcar do Caribe.
b) Trabalho forçado de índios e mestiços nas plantações de café da Colômbia.
c) Trabalho forçado de índios nas minas de ouro e prata do Peru e Alto Peru.
d) Trabalho escravo de índios nas minas de salitre e cobre do Chile.

10- As relações comerciais entre a Espanha e suas colônias, até a primeira metade do século XVIII, se caracterizaram por:
a) um sistema de portos únicos, responsáveis por todas as transações comerciais legais.
b) um pacto colonial igual àquele que se desenvolvia entre o Brasil e sua metrópole.
c) um sistema de liberdade de comércio, sem qualquer controle metropolitano.
d) um sistema de comércio livre triangular, envolvendo a Espanha, a América e a África.
e) um sistema que concedia privilégios aos comerciantes da região do Prata.

11- A colonização espanhola:
a) fundamentou-se na divisão da colônia em vice-reinos diretamente ligados à Espanha, destacando-se a Casa de Contratação e o Conselho das Índias.
b) utilizou quase que exclusivamente a mão-de-obra negra, devido ao fato de a população indígena ter sido dizimada durante a conquista.
c) desenvolveu nas colônias uma produção diversificada, produzindo-se manufaturas na região setentrional e algodão na região meridional.
d) baseou-se nas culturas tropicais de exportação, nos minifúndios e na mão-de-obra servil.
e) criou uma organização administrativa centralizada com sede em Lima.


12- A administração colonial hispânica estava centralizada de forma a permitir o controle da Coroa sobre seus territórios americanos. O órgão máximo da política administrativa colonizadora da Monarquia Espanhola era denominado
a) Casa de Contratação.
b) Audiência.
c) Consulado.
d) "Pueblo".
e) Conselho Real e Supremo das Índias.

9 comentários:

  1. Karolayne Landim 2°ano E.M Seráfico15 de março de 2013 20:59

    1. item "e"- que mesmo conseguindo a independência do Brasil e da Argentina, eles não acabaram com a forma de agir dos caudillos(tipo de governo da America latina, com lideres autoritários, paternalistas e conservadores, representantes da elite), mas com a sua independência ajudou a fortalecer a burguesia, ou seja, aumentar o comercio e os lucros.
    2. item "e"- pois foram corporação criados na America Espanhola, durante o período colonial, tava representatividade legal a cidade, fazendo assim que os habitantes resolvessem os problemas administrativos, econômicos e políticos.
    3. item "c"- pois se destacava o poder hegemônico, onde um povo mostra ser melhor que outro, como na separação dos povos, que dividir de acordo com as condições financeiras.
    4. item "b"- essa dificuldades foram encontradas pois a economia dos países se encontrava de forma muito desigual, o que dificulto a revolução das comunicações e dos transportes e com a unificação financeira.
    5.
    6. item "a"- pois era formado de espanhóis nascidos na America, era a elite colonial, possuíam grandes propriedades e eram grande comerciantes, fazendo parte do sistema dos cabildos.
    7.
    8. Bandeirantes conjugue dos fatos referentes a época das bandeiras destinadas a conquista do povo do sertão do Brasil. Esse bandeirantes quando não encontravam nenhuma atividade para se sustentar começavam a caçar e prender índios para vender como escravos.
    9. item “c”- foi uma forma de trabalho indígena utilizada na America na época do período colonial. Nesse sistema de mita existia o recebimento de renumeração e os índios eram escolhidos por meio de sorteios.
    10. item “ a”- pois o ouro, prata e outros produtos explorados pela colonia era exclusivo da Espanha.
    11. item “a”- pois as colonias se dividiram, criando vice-reinos, que continuaram ligados a ela, mas com um pouco mais de autonomia.
    12- item “ e”- pois eram órgãos controlado da colonização centralizada na Espanha e era representado pelos chapetones.

    ResponderExcluir
  2. Gabriela Marques 2ºano Colégio Seráfico

    1- (E): porque a época da colonização do Uruguai foi marcada pela constante disputa entre espanhóis e portugueses.Montivideu foi fundada por espanhois,com tempo surgiu sentimento nacionalista entre os uruguaios o que fez eles causarem uma luta armada.

    2- (E)- Criollos eram brancos nascidos na américa e descendentes de espanhois,,eram ricos e proprietários de terras,eles tinham dinheiro porém não tinha os altos cargos,so os Chapetones tinham.Entre tudo dominavam a economia e admistração local,por isso eram os controladores.

    3- (C):Era supremacia dos europeus ou EUA queriam exercer mais sua cultura sobre boa parte da america do sul e da europa

    4- (B) - Porque havia alguns países como os EUA que tinha maior poder aquisitivo sobre os outros.

    5- (D) : Eles queria mão de obra barata,mercado consumidor,eles faziam esse povo trabalhar nas minas para eles.

    6- (A) - Pois os Criollos eram tipo a base economica na sua colonia,então eles dominavem a grande parte dos trabalhos rumdimentares e de propriedades que descem lucro a eles de forma fácil e sem gastar muito em dinheiro para seus trabalhadores.

    7- (E) : Eram contra abusos de impostos,além do que queriam mais espaço e livre "liberdade" a mais para economia.

    8- Fala do bandeirismo que foi o conjunto dos fatos referentes à época das bandeiras destinadas à conquista e povoamento do sertão brasileiro. A prática de atos que caracterizam os bandeirantes á caça e apresamento de indígenas, para vendê-los depois como escravos.

    9- (C)- Era trabalho nas minas que comandada pelos criollos donos dessas certas.

    10- (A) : Porque era usada a exportação por meio dos portos para fora e dentro da colonia,porque houve pacto para que tivessem liberdade ao passar por outros portos."o pacto colonial"

    11- (A) : Divida em vice-reinos,conselho das indias eram a adminstração local espanhol e casa de contratação era empresa de monopolio espanhola.

    12- (E) - Porque ambos eram adminstradores da colonia espanhola,reino junto com supremo das indias chefiavam em geral .

    ResponderExcluir
  3. Fernanda Freitas Sousa - 2º ano do Ensino Médio - Colégio Seráfico19 de março de 2013 13:19

    1 - E - Com a sua independência ajudou a fortalecer a burguesia, que mesmo conseguindo a independência do Brasil e da Argentina, eles não acabaram com a forma de agir dos tipos de governo da America latina, com lideres autoritários, paternalistas e conservadores, representantes da elite.

    2 - E - Criollos eram brancos nascidos na América e descendentes de espanhóis, eram ricos e proprietários de terras, eles tinham dinheiro porém não tinha os altos cargos, só os Chapetones tinham. Entre tudo dominavam a economia e administração local, por isso eram os controladores.

    3 - C - Estados Unidos queria exercer mais sua cultura sobre boa parte da América do sul e da Europa, que dividir de acordo com as condições financeiras.

    4 - B - A economia dos países se encontrava de forma muito desigual, o que dificultou a revolução das comunicações e dos transportes e com a unificação financeira.

    5 - D - A mão de obra barata, mercado consumidor, eles faziam esse povo trabalhar nas minas para eles.

    6 - A - Formado de espanhóis nascidos na America, era a elite colonial, possuíam grandes propriedades e eram grande comerciantes, fazendo parte do sistema dos cabildos.

    7 - E - Eram contra o alto pagamento de impostos.

    8 - Bandeirantes quando não encontravam nenhuma atividade para se sustentar começavam a caçar e prender índios para vender como escravos. Bandeirantes conjugue dos fatos referentes a época das bandeiras destinadas a conquista do povo do sertão do Brasil.

    9 - C - Uma forma de trabalho indígena utilizada na America na época do período colonial. Era trabalho nas minas que comandada pelos criollos donos dessas certas.

    10 - A - Produtos explorados exclusivos da Espanha.

    11 - A - Pois se dividiram criando vices-reinos, diminuindo a autonomia.

    12 - Pois eram órgãos controlado pela Espanha e era representado pelos chapetones.

    ResponderExcluir
  4. Ana Beatriz Costa de Souza21 de março de 2013 16:46

    1°(E) porque a época da colonização do Uruguai foi marcada pela constante disputa entre espanhóis e portugueses.Montivideu foi fundada por espanhois,com tempo surgiu sentimento nacionalista entre os uruguaios o que fez eles causarem uma luta armada.

    2°(E) Criollos eram brancos nascidos na América e descendentes de espanhóis, eram ricos e proprietários de terras, eles tinham dinheiro porém não tinha os altos cargos.

    3°(C) Essa dificuldades foram encontradas pois a economia dos países se encontrava de forma muito desigual, o que dificulto a revolução das comunicações e dos transportes e com a unificação financeira.
    4°(B) Porque havia alguns países como os EUA que tinha maior poder aquisitivo sobre os outros

    5°.(D) A mão de obra barata, mercado consumidor, eles faziam esse povo trabalhar nas minas para eles.
    6°(E) Eram contra abusos de impostos,além do que queriam mais espaço e livre "liberdade" a mais para economia.

    7°(E)Eram contra o alto pagamento de impostos.



    9° (C) Uma forma de trabalho indígena utilizada na America na época do período colonial. Era trabalho nas minas que comandada pelos criollos donos dessas certas.

    10° (A) Produtos explorados exclusivos da Espanha.

    11°(A) Divida em vice-reinos,conselho das indias eram a adminstração local espanhol e casa de contratação era empresa de monopolio espanhola.

    12° (E) Pois eram órgãos controlado da colonização centralizada na Espanha e era representado pelos chapetones.

    ResponderExcluir
  5. Denilson Nascimento de Paulo13 de agosto de 2013 17:14

    1- (E)- que mesmo conseguindo a independência do Brasil e da Argentina, eles não acabaram com a forma de agir dos caudillos(tipo de governo da America latina, com lideres autoritários, paternalistas e conservadores, representantes da elite), mas com a sua independência ajudou a fortalecer a burguesia, ou seja, aumentar o comercio e os lucros.
    2- (E)- Criollos eram brancos nascidos na américa e descendentes de espanhois,,eram ricos e proprietários de terras,eles tinham dinheiro porém não tinha os altos cargos,so os Chapetones tinham.Entre tudo dominavam a economia e admistração local,por isso eram os controladores.
    3- (c)- pois se destacava o poder hegemônico, onde um povo mostra ser melhor que outro, como na separação dos povos, que dividir de acordo com as condições financeiras.
    4- (B)- A economia dos países se encontrava de forma muito desigual, o que dificultou a revolução das comunicações e dos transportes e com a unificação financeira.
    5- (D) - Eles queria mão de obra barata,mercado consumidor,eles faziam esse povo trabalhar nas minas para eles.
    6- (A)- Pois os Criollos eram tipo a base economica na sua colonia,então eles dominavem a grande parte dos trabalhos rumdimentares e de propriedades que descem lucro a eles de forma fácil e sem gastar muito em dinheiro para seus trabalhadores.
    7- (E)- Eram contra abusos de impostos,além do que queriam mais espaço e livre "liberdade" a mais para economia.
    8. Bandeirantes conjugue dos fatos referentes a época das bandeiras destinadas a conquista do povo do sertão do Brasil. Esse bandeirantes quando não encontravam nenhuma atividade para se sustentar começavam a caçar e prender índios para vender como escravos.
    9- (C)-Uma forma de trabalho indígena utilizada na America na época do período colonial. Era trabalho nas minas que comandada pelos criollos donos dessas certas.
    10- (A)- Porque era usada a exportação por meio dos portos para fora e dentro da colonia,porque houve pacto para que tivessem liberdade ao passar por outros portos."o pacto colonial"
    11- (A)- Divida em vice-reinos,conselho das indias eram a adminstração local espanhol e casa de contratação era empresa de monopolio espanhola.
    12- (e)- pois eram órgãos controlado da colonização centralizada na Espanha e era representado pelos chapetones.

    ResponderExcluir
  6. Eduardo-8ºAno- IFJPS15 de agosto de 2013 11:54

    1-(E)Mesmo com a conquista da independência o poder personalista dos caudilhos não acabou.
    2-(E)Porque os Cabildos eram controlados pelo segmento “Criollos” regionais e também eram encarregados da administração local.
    3-(C)O padrão cultural do mundo ocidental-cristão, representado pelos dominadores europeus, é hegemônico.
    4-(B)Pois alguns países tinham mais poder sobre os outros.
    5-(D) Eles queriam mão de obra com baixo custo e mercados consumidores
    6-(A) Os Criollos faziam parte da economia e davam lucro.
    7-(E) Eram contra os abusos de impostos e queriam mais espaço livre.
    8- Bandeirantes conjugue dos fatos referentes a época das bandeiras destinadas a conquista do povo do sertão do Brasil. Esse bandeirantes quando não encontravam nenhuma atividade para se sustentar começavam a caçar e prender índios para vender como escravos.
    9-(C) O trabalho indígena utilizado na América No período Colonial e eram comandados pelos criollos.
    10-(A) A exportação era usada nas colônias por causa do pacto colonial
    11-(A) Divisão em vice-reinos e conselho das índias que era a administração local.
    12-(E) Eram controlados da colonização centralizada na Espanha.

    ResponderExcluir
  7. Ana Beatriz Teles Oliveira. 8º ano.I.F.J.P.S15 de agosto de 2013 13:37

    1-(Item E)Mesmo tendo conseguido a conquista da independência do Brasil e da Argentina, eles não acabaram com a forma de agir dos caudillos,mas a independência favoreceu a burguesia ,pois aumentou o comercio e os seu lucros.
    2-(Item E)Pois os Cabildos eram controlados pelos criollos regionais (que eram ricos, proprietários de terras mas, não tinham os mesmos privilégios dos Chapetones)e eles eram encarregados pela administração local.
    3-(Item C)Novo Mundo é um dos nomes dados ao hemisfério ocidental, mais especificamente ao continente americano. O termo tem as suas origens nos finais do século XV aquando da descoberta da América por Cristóvão Colombo.E se destacava o poder hegemônico, onde um povo mostra ser melhor que outro, como na separação dos povos, que dividir de acordo com as condições financeiras.
    4-(Item B)Havia essas desigualdades pois a economia desses países estava de modo desigua pois um tinha mais poder do que os outros,e isso dificultou muito a revoluçãos das comunicações e os transportes com a unificação financeira.
    5-(Item D)Caracterizou-se pela mão de obra barata,o mercado consumidor,e eles obrigavam a população trabalhar nas minas em busca de riquezas para eles.
    6-(Item A)Os criollos viviam uma condição econômica abastada, podendo praticar o comércio, deter a propriedade de terras e a exploração da força de trabalho nativa e escrava.Faziam parte do sistema dos cabildos.Eles dominavam a grande parte dos trabalhos feitos de forma artesanal ou caseira ,e de propriedades que descem lucro a eles de forma fácil e sem gastar muito em dinheiro para seus trabalhadores.
    7-(Item E)Esse movimento proclamou a lealdade ao deus cristao e ao rei,eles eram contra ao aumento abusivo dos impostos e queriam mais espaço livre.
    8-Refere-se ao bandeirismo que foi o conjunto dos fatos referentes à época das bandeiras destinadas à conquista e povoamento do sertão brasileiro. A prática de atos que caracterizam os bandeirantes, ou a prática desses atos pelos próprios bandeirantes.Na ausência de uma atividade rentável, dedicavam-se á caça e apresamento de indígenas, para vendê-los depois como escravos.
    9-(Item C)Era uma forma de trabalho compulsório herdada dos incas pelos espanhóis à época colonial. Consistia basicamente na superexploração da mão de obra indígena.
    10-(Item A)As exportações eram causadas pelo Pacto colonial.
    11-(Item A) As colonias se dividiram, criando vice-reinos, que continuaram ligados a ela, mas com um pouco mais de autonomia.
    12-(Item E)Pois os órgãos controlados da colonização centralizada na Espanha e eram representado pelos chapetones.

    ResponderExcluir