sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

BRASIL ANIMADO: O PRIMEIRO FILME 3D DO BRASIL



Muito interessante esse filme. Além de ser o primeiro em 3D , ainda faz uma viagem pelo Brasil contando um pouco de nossa história e mostrando nossa cultura e as belezas naturais de nossa terra. 

Ahhhh!! E como sou cearense, não poderia deixar de destacar o meu querido Ceará, que é retratado no trecho abaixo , dá uma olhada!!!




Agora vamos saber como foi feito o filme.


Depois do sucesso de Avatar, e muitos outros filmes que já saltaram das telonas por aqui, recentemente esteve em cartaz o primeiro longa metragem em três dimensões produzido no Brasil. Combinando 3D e animação, o “Brasil Animado” viajou pelos principais cartões postais do país. O resultado são imagens como estas. Por trás das câmeras, o desafio foi grande para estes marinheiros de primeira viagem. Afinal, além de toda a produção necessária para rodar um filme, existem outras preocupações na hora de captar as imagens em 3D. 

"A maior diferença para gravar em 3D é que você tem que fazer cálculos para cada cena. No momento em que eu defino o enquadramento eu falo para o estereógrafo, que é uma função nova no cinema. Ele tem que calcular o que vai estar mais próximo e distante da câmera. Com base nesse cálculo, a gente vai ajustar a distância das câmeras", explica Mariana Caltabiano, diretora do "Brasil Animado".

Tudo é gravado com duas câmeras, simulando a visão dos nossos olhos direito e esquerdo. O resultado é aquela profundidade, e noção de espaço, que só o cinema 3D proporciona. Quem já assistiu sabe do que a gente está falando. Mas quem vê talvez não faça idéia do trabalho que dá na hora da gravação... 

"Não pode ter uma sujeirinha na câmera, porque como você enxerga um olho por vez, se tiver uma sujeirinha de um lado tinha que ter no outro também", conta a cineasta. 


Por causa de detalhes como este, algumas cenas tiveram que ser gravadas diversas vezes. Para a precursora do cinema 3D brasileiro, uma peça foi essencial para que o resultado fosse alcançado. 

"Acabou de gravar a cena, eu dava o play, soltava as imagens dos dois olhos, então o espelho convertia e eu, automaticamente, já via lá mesmo como a cena ficaria no cinema", lembra.   

Longe dos obstáculos que enfrenta para emplacar nas TVs, o 3D vem fazendo sucesso nas salas de cinema mundo afora. A tecnologia está sendo usada em diferentes linguagens e hoje existe até filme de arte sendo produzido em três dimensões. Essa sensação de “janela do mundo” e das personagens e objetos saltando para fora da tela estão conquistando até os cineastas mais conservadores. Mas será que o 3D funciona em qualquer tipo de filme?


"Acho que o 3D deve ser usado com cuidado, porque tem alguns filmes que não pedem o 3D. No caso do Brasil Animado, ele é uma viagem pelo Brasil, por isso é interessante que você tenha a sensação de estar viajando pelo país. Acho que se eu fosse o Woody Allen, que faz filmes em cima de diálogos, talvez não precise do 3D. A não ser que seja um lugar com cenário que justifique esse trabalho todo", conclui.



Para quem ainda não assistiu, RECOMENDO!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário