quarta-feira, 18 de maio de 2011

Projeto Sertanejo Nordestino - 6 ano- Bahia







Dança Regional - Podemos destacar a Capoeira



Comidas Típicas
Cocada                                                    Acarajé


                                              
Costumes e tradições baianos têm grande influência da cultura africana. Dentre essas influências podemos destacar:

Tradição das baianas do acarajé que é patrimônio cultural imaterial















Personalidades importantes












Jorge Amado: Jorge Leal Amado de Faria nasceu em Itabuna (Bahia) em 10 de agosto de 1912 e faleceu em  Salvador, 6 de agosto de 2001. Foi um dos mais famosos e traduzidos escritores brasileiros de todos os tempos.
Ele é o autor mais adaptado da televisão brasileira, verdadeiros sucessos como Tieta do Agreste, Gabriela, Cravo e Canela e Teresa Batista Cansada de Guerra são criações suas, além de Dona Flor e Seus Dois Maridos e Tenda dos Milagres. A obra literária de Jorge Amado conheceu inúmeras adaptações para cinema, teatro e televisão, além de ter sido tema de escolas de samba por todo o Brasil. Seus livros foram traduzidos em 55 países, em 49 idiomas, existindo também exemplares em braille e em fitas gravadas para cegos.
Dentre seus livros podemos destacar “Dona Flor e seus dois maridos”



Uma das mais hilariantes histórias desenvolvidas por esse magnifico escritor baiano e brasiliero: Jorge Amado.
A história se passa na cidade de Salvador, e se inicia numa 3ª feira de carnaval, quando o malandro Vadinho, marido de Dona Flor, tem um ataque cardíaco no meio da rua, em plena folia e morre alí mesmo com um sorriso no rosto, como todo bom malandro sonha morrer: no meio da farra !
Dona Flor se conforma com sua viuvez e procura retomar sua vida simples e modesta. Para sobreviver, aproveitando seus dotes de excelente coziheira, inicia um curso de arte culinária.
Dona Flor, porem não consegue esquecer o seu querido Vadinho, ela uma mulher fogosa e sensual, começa sentir muita falta das noites de amor que viveram...
Uma noite Vadinho aparece diante de Dona Flor, totalmente nú, ela o aceita da forma mais natural possivel, sem se espantar com a presença do falecido....fazem um amor selvagem ali mesmo na sala....
-Vamo Flô, vamo vadiá !!!! diz o malandro com um sorriso sínico....
A partir daí as incursôes do malandro se tornam cada vez mais frequentes. Ninguem mais consegue ve-lo, somente Dona Flor percebe sua presença.....até mesmo nas suas aulas de culinária o malandro se mete, muitas vezes passando a mão no trazeiro das moças, que sentem o toque, mas nada veêm. Dona Flor se apavora e não sabe o que fazer.
A noite, Vadinho percorre os cabaré de moda, o Bataclã, mexendo com todas as mulheres que conhecera em suas noites de boemia; sempre bem humorado, chega mesmo a colocar a bolinha da roleta no número que seu amigo havia jogado, fazendo com que o mesmo ganhasse um bom dinheiro no jogo. E sempre rindo das molecagens que aprontava seguia curtindo sua condição de fantasma alegre e sem responsabilidade.
Com o decorrer do tempo as amigas e vizinhas de Dona Flor, começam a convence-la que ela era ainda muito jovem e que não deveria continuar sozinha... assim conseguem aproxima-la do Dr. Teodoro, próspero farmacêutico da cidade, um senhor de meia idade, com sólida posição social e financeira . Tanto fazem que Dona Flor e o Dr. Teodoro resolvem se casar.
Na noite de núpcias, Dona Flor que estava acostumada com a irreverência de Vadinho, se vê totalmente tolhida pelas atitudes do novo marido, o qual se deita ao lado dela com um pijama totalmente fechado, um discreto olhar e um respeito ao qual ela não estava acostumada. Antes de qualquer coisa, apaga a luz, deixando apenas uma réstia de luz e assim mesmo, sem tirar qualquer peça de roupa, faz amor com a esposa cobertos pelo lençol.... a seguir, dá-lhe um casto beijo na testa e lhe desejando uma boa noite, vira-se para o lado e dorme.
Dona Flor permanece calada, desapontada ....nesse momento ela ve Vadinho totalmente nú sentado sobre o guarda roupa, rindo a "bandeiras despregadas", do encontro amoroso que ela acabara de ter com o Dr. Teodoro,,,,,e ao mesmo tempo dizia, : - Minha Flô, é assim que voce vai fazer amor agora ? Vamos minha Flô, vamo vadiá minha nega.
E sem mais esperar, ali mesmo ao lado do Farmacêutico que dormia e roncava, Vadinho e Flor se entregam totalmente ao mais louco amor....
Dessa maneira Dona Flor, parece que conseguiu completar sua vida...de um lado um marido trabalhador, respeitador, que lhe dava a segurança de senhora casada, uma posição sólida dentro da sociedade;...e a noite na cama, ela recebia o espirito do malandro Vadinho, que sabia como ninguem leva-la aos píncaros da satifação carnal.....vadiando como ele dizia ...e assim até o final dos dias Dona.Flor sem que ninguem mais soubesse tinha seus dois maridos.




Dentre os cantores baianos podemos destacar Maria Betânia


Pontos turísticos

Elevador Lacerda localiza-se na cidade de Salvador, estado da Bahia, no Brasil. Um dos principais pontos turísticos e cartão postal da cidade, este equipamento urbano fica na Praça Cayru no bairro do Comércio próximo ao Mercado Modelo, e liga a Cidade Baixa àCidade Alta.



PelourinhoDá-se o nome de "Pelourinho" ao centro histórico da cidade de Salvador, no estado da Bahia, classificado como Patrimônio Mundial pela UNESCO. O pelourinho da cidade esteve localizado em vários lugares, até sua remoção definitiva no século XIX. O último local de implantação do pelourinho foi um largo, ainda conhecido como Largo do Pelourinho devido a esse fato.

Nenhum comentário:

Postar um comentário