quinta-feira, 25 de maio de 2017

A ERA VARGAS - 1930 - 1945














- Anos 1920 - Itália - Fascismo em curso
- Anos 1920 - Brasil - Oligarquias
- Revoltas no campo e na cidade
- Em 1921 o presidente do Brasil era Epitácio Pessoa


A PRIMEIRA REVOLTA TENENTISTA

- 05/07/1922



Arthur Bernardes
- Estopim: cartas atribuídas a Arthur Bernardes (candidato ao governo nas eleições de 1922)


- Conteúdo das cartas: ofensas aos militares e a Hermes da Fonseca, chamado de SARGENTÃO SEM COMPOSTURA.


- As cartas eram falsas
- O governo manda prender Hermes da Fonseca, acusado de agitador.
- 05/07/1922 - Tenentes do Forte de Copacabana pegam em armas



- Os tenentes diziam que iriam SALVAR A HONRA DO EXÉRCITO
- O governo obrigou militares a se render.
- Alguns militares se renderem mas outros estavam dispostos a tudo.
- O tiroteio aconteceu na Avenida Atlântica (RJ)
- Somente dois militares envolvidos  na revolta sobreviveram: Siqueira Campos e Eduardo Gomes





A SEGUNDA REVOLTA TENENTISTA - 1924

- Os tenentes exigiam:
- A deposição de Arthur Bernardes (eleito presidente da República brasileira)
-Voto secreto
-Ensino Primário obrigatório
-Melhoria do ensino público       

- Líderes:

General Isidoro Dias Lopes

Major Miguel Costa















 
A falsa morte do major Miguel Costa

- Tentaram conquistar São Paulo
- Aconteceram levantes também em:
  • Mato Grosso
  • Sergipe
  • Amazonas
  • Pará
  • Rio Grande do Sul   

- O governo venceu os tenentes (forças numerosas e apoio da aviação militar)
- Os tenentes não desistiram
- Formara a COLUNA PAULISTA (mil soldados)

Coluna Paulista

- Seguem de SP a Foz do Iguaçu - PR
- Os gaúchos formaram a COLUNA GAÚCHA -líder: Luís Carlos Prestes
- Paulistas e gaúchos se encontram em Foz do Iguaçu
- Nasce a COLUNA PRESTES (paulistas + gaúchos)


COLUNA PRESTES

Coluna Prestes


- 1800 homens
- guerra de movimento
- interior do Brasil
- buscavam apoio popular
- em alguns locais eram bem recebidos
- queriam livrar o povo do abuso do governo
- conseguiram munição e armamento dos inimigos
- evitavam as grandes cidades
- percorreram 25 mil km
- passaram por 12 estados brasileiros
-  1927-  alguns membros da coluna decidiram se retirar para a Bolívia

1930- UM MARCO NA HISTÓRIA DO BRASIL

Whashington Luí

- Whashington Luís era o presidente do Brasil 
(SÃO PAULO)
- Indicou Júlio prestes a candidato à presidência 
( SÃO PAULO)
- Antônio Carlos , governador de MG, reagiu e se aliou ao RS. (esperava ser o escolhido)
- Forma-se a ALIANÇA LIBERAL ( MG+RS)





ELEIÇÕES 1930

- Candidatos:
Getúlio Vargas - RS (presidente) X Júlio Prestes - SP
João Pessoa- PB ( vice)

Júlio Prestes

















* PROPOSTAS POPULARES DE GETÚLIO



- voto secreto
- incentivo à indústria nacional
- leis trabalhistas




A CRISE DE 1929 ATINGE O BRASIL


Queima dos estoques de café


- o Brasil não conseguiu vender todo o estoque de café produzido
- cafeicultores e empresários arruinados
- desemprego
- descontentamento com o presidente Whashington Luís
- Vargas ganha popularidade

AS ELEIÇÕES

- Fraude e violência
- Vargas obtém quase 100% dos votos
- Júlio Prestes vence por conta de fraude
- A oposição a Prestes conspira contra o governo eleito
- O governador de MG (Antônio Carlos) convocou seus partidários para tomar o poder
 FAÇAMOS A REVOLUÇÃO, ANTES QUE O POVO A FAÇA!





- Julho de 1930 - João Pessoa é assassinado (a mando de um rival da PB)
- 03/10/1930- Vargas e os rebeldes marcham do RS ao RJ, para derrubar o governo
- Uma junta militar tomou o poder antes da chegada de Getúlio
- Getúlio, líder civil do movimento, assume o poder

O GOVERNO DE VARGAS SE DIVIDE EM 
ETAPAS:

- 1930-1934 – governo provisório
- 1934-1937 - Vargas eleito por voto indireto
- 1937-1945 – Vargas ditador



- A indústria avançou
- as cidades cresceram
- o Estado se fortaleceu
- O Estado interveio na economia
- surge uma nova relação de trabalho (trab. Urbanos)


O GOVERNO PROVISÓRIO – 1930-1934


- Getúlio procura fortalecer o Estado e a si.
- Queria enfraquecer as oligarquias
- afastou os governadores
- nomeou interventores de sua confiança

A OPOSIÇÃO PAULISTA

- As elites não gostaram da nomeação de interventores por Getúlio
- Em SP o interventor era o tenente João Alberto
- Os paulistas formaram a FRENTE ÚNICA PAULISTA – FUP



- Exigiam uma nova Constituição
- Exigiam a nomeação de um interventor civil e paulista
- Vargas, pressionado, nomeou Pedro de Toledo
- Mesmo assim, os paulistas continuaram na oposição







A TRAGÉDIA DE SÃO PAULO – 

REVOLUÇÃO CONSTITUCIONALISTA



Roberto Simonsen
- quatro estudantes: MARTINS, MIRAGAIA, DRÁUSIO e CAMARGO

-foram mortos quando atacavam a sede de um jornal pró-Vargas

- surge o MMDC (siglas com as iniciais dos nomes dos mortos)

- 09/07/1932 – o movimento paulista MMDC , liderado pelo general Isidoro Dias Lopes e o civil Pedro de Toledo pegaram em armas contra Vargas

- alguns estados chamaram a revolução paulista de GUERRA PAULISTA

- jovens de classe média se alistaram para fazer parte da revolução

- os industriais também se engajaram na revolução

- líder dos empresários: Roberto Simonsen

- produziram armas e munições

- lançaram a campanha: OURO PARA O BEM DE SP. (para arrecadar fundos )

- o estado do MATO GROSSO apoiou a revolução

- o governo federal tinha mais poder de fogo e soldados

- Vargas vence a revolução em poucos meses

- 16/071934- Vargas convoca uma Assembleia Constituinte

- aprovaram a 3ª constituição brasileira.


A CONSTITUIÇÃO DE 1934


- voto secreto
- voto universal e direto
- voto obrigatório para brasileiros maiores de 18 anos e alfabetizados
- voto feminino
- Justiça eleitoral
 - ensino primário gratuito
- nacionalização das minas, jazidas minerais e quedas d´água
- criação da Justiça do Trabalho
- direitos trabalhistas
- mandato de 4 anos
- reafirmou a obrigatoriedade do serviço militar


Bancada mineira do Partido Progressista na
Assembleia Nacional Constituinte de 1934.


























QUAIS OS DIREITOS TRABALHISTAS DA CONSTITUIÇÃO DE 1934?



- 8 horas de trabalho
- descanso semanal remunerado
I indenização por dispensa sem justa causa
- proteção ao trabalho do menor
- proteção ao trabalho da mulher
- férias anuais remuneradas
- estabilidade à gestante
- o próximo presidente seria eleito por eleições INDIRETAS

GETÚLIO VARGAS É ELEITO INDIRETAMENTE

EM 1934


- O Brasil sofria os efeitos da Crise de 1929
- falências de empresas
-desemprego
-tensão social
- radicalização política
- surgem os Integralistas e os Aliancistas


INTEGRALISTAS – (fundada em 1932)



- Líder: Plínio Salgado (escritor)

- Lema: DEUS , PÁTRIA E FAMÍLIA

- Fundaram a AIB – Ação Integralista Brasileira

-Seguiam o Fascismo de Mussolini

- Defendiam um governo autoritário

- Defendiam um partido único

- o interesse da nação estaria acima do direito do indivíduo

- Censura nos meios de comunicação

- Usavam violência contra os adversários

- Perseguiam os comunistas

- Eram apoiados pela classe média, alto clero, empresários e Forças Armadas

- Possuiu mais de 100 mil filiados

- Mais de mil núcleos pelo Brasil.

OS ALIANCISTAS - 1935



- Fundaram a ANL – ALIANÇA NACIONAL LIBERTADORA

- Líderes comunistas

- Chefe:  Luís Carlos Prestes

- Defendiam o não pagamento da dívida externa

- nacionalização de empresas estrangeiras

- reforma agrária

- governo popular

- Prestes propôs a derrubada de Vargas

- propor formação de um governo revolucionário

- Vargas reage e fecha a ANL  e seus núcleos

- sargentos iniciam a INTENTONA COMUNISTA ( Natal – RN)

- aconteceram levantes em Recife e no RJ

- Vargas prende e tortura membros da ANL, comunistas ou não

- cadeias lotadas de presos políticos em todo o Brasil

- Graciliano Ramos e Olga Benário (mulher de Prestes) foram presos


Olga Benário Prestes





















O ESTADO NOVO



- Vargas não quis esperar as eleições de 1938

- anunciou que descobriu o PLANO COHEN

- Plano Cohen, iriam provocar greves, incêndios em igrejas e o assassinato do presidente.

- MENTIRA DE VARGAS

- foi apenas um pretexto para VARGAS  dar o golpe e implantar a DITADURA

- 10/11/1937- ESTADO NOVO

- Congresso Nacional é fechado

- Nova Constituição – 1937

- Vargas governa por leis impostas por ele – (decretos-leis)

- eleições suspensas

- greves proibidas

- sindicatos controlados pelo governo

- extinção dos partidos políticos

- maio de 1938, Integralistas atacaram o Palácio da Guanabara (residência do presidente)

- Vargas sofreu um atentado a bala e foi protegido pelos seguranças

- mandou prender os adversários

- Vargas dizia ter políticas públicas para o trabalho, educação e saúde

- investiu em propaganda para facilitar seu domínio


ECONOMIA



- Na Primeira República (1889-1930) a agricultura dominava
- Com Vargas, a INDÚSTRIA passou a liderar a economia
- Com a Crise de 1929, o Brasil foi forçado a fabricar seus produtos
- Industrialização por substituição de importações
- Vargas emprestou dinheiro a indústrias com juros reduzidos
- reduziu impostos sobre bens e equipamentos industriais
- aboliu impostos interestaduais
- fixou um valor para o salário mínimo
- amenizou conflitos entre empresários e trabalhadores

EMPRESAS NACIONAIS DA ERA VARGAS

·         CONSELHO NACIONAL DO PETRÓLEO – 1938 (1º poço de petróleo do Brasil – Bahia)

Primeiro poço produtor de petróleo no Brasil, em Lobato, na Bahia. Foto: CPDOC/Fundação Getúlio Vargas


·      COMPANHIA SIDERÚRGICA NACIONAL – 1941 (construção da usina de Volta Redonda  - RJ)



·         COMPANHIA VALE DO RIO DOCE – 1942 – MG (ferro para a indústria)



·          COMPANHIA HIDRELÉTRICA DO SÃO FRANCISCO – 1945




AGRICULTURA

Getúlio Vargas, Bento Munhoz da Rocha e João Café Filho
durante evento em Curitiba

  • ·         Defendeu o preço do café
  • ·         Mandou queimar ou lançar ao mar 30 milhões de sacas de café (1931-1939)
  • ·         Criou o imposto por pé de café ( para inibir novos plantios)
  • ·         Importou máquinas e equipamentos
  • ·         Diversificou a agricultura (algodão, açúcar, borracha, cacau e mate
  • ·         O café deixou de ser o único líder nas exportações

O TRABALHISMO


  • ·         Gerava vínculos entre Vargas e o trabalhador
  • ·         Objetivo: trabalhador produtivo e ordeiro
  • ·         Beneficiou trabalhadores
  • ·         Fez propaganda dos benefícios
  • ·         Desejava a gratidão dos trabalhadores
  • ·         Divulgou a CLT – Consolidação das Leis do Trabalho
  • ·         Criou o DIP – Departamento de Imprensa e Propaganda
  • ·         Usou técnica de propagandas fascistas
  • ·         Programas de rádio (A Hora do Brasil)

  • ·         Documentários cinematográficos
  • ·         Cartazes, folhetos e cartilhas
  • ·  O presidente sempre era mostrado com crianças, dando esmolas ou exaltando o patriotismo
  • ·         A DIP (Departamento de Imprensa e Propaganda) censurava rádio, cinema, jornais e manifestações culturais
  • ·         1940- a DIP negou registro de 420 jornais e 346 revistas.
  • ·         Cassou  registros de jornalistas contrários ao governo
  • ·         Sempre no Dia do Trabalho, se encontrava com trabalhadores e fazia um discurso comovente



O QUEREMISMO E O FIM DO ESTADO NOVO



  • ·         Brasil X fascistas na Segunda Guerra
  • ·         Críticas ao Estado Novo
  • ·         Universitários falavam em combater a ditadura interna de Vargas
  • ·  1943, outubro – MG – MANIFESTO DOS MINEIROS a favor da democratização do Brasil
  • ·         1943- dezembro – UNE (União Nacional dos Estudantes) fazem passeatas contra Vargas
  • ·         1945- Vargas anistiou condenados políticos
  • ·         Liberou atividade partidária
  • ·         Marcou eleições presidenciais para dezembro de 1945
  • ·         Fazia jogo duplo: apoiava os militares e o QUEREMISMO
  • ·         Militares: General Eurico Gaspar Dutra
  • ·         Queremismo: movimento pró-Vargas
  • ·         Civis e militares se unem para derrubar Vargas
  • ·         29/10/1945- tropas do general Góis Monteiro forçam Vargas a renunciar
  • ·         Chega ao fim o Estado Novo
  • ·         Vargas volta ao poder nas eleições de 1950