domingo, 22 de abril de 2018

A GRANDE DEPRESSÃO, O FASCISMO E O NAZISMO

Cena do Filme O Grande Ditador (1940), de Charlie Chaplin


O QUE ACONTECEU NO MUNDO APÓS A PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL?

Mapa da Europa em 1914



  • A Europa foi a região mais atingida pela Primeira Guerra
  • Os EUA saíram do conflito prestigiados e ricos 
  • Os EUA vendiam armas e alimentos para a Europa

QUAIS AS MUDANÇAS NOS EUA NO PÓS GUERRA?

Mapa da Europa após a Primeira Guerra Mundial

  • Cresceu economicamente
  • Capitais acumulados durante a guerra
  • Leis que aumentavam os impostos
  • Torna-se a maior economia do mundo

ANOS FELIZES NOS EUA

Anúncio da Coca-Cola de julho de 1920

Uma típica dona de casa norte americana e seus
 bens de consumo nos anos de 1920

O carro e a liberação feminina nos anos de 1920
Os anos de 1920 foram chamados de Anos Loucos e a geração da
época foi denominada Geração Perdida.

  • Década de 1920
  • Prosperidade e otimismo
  • Investiram em pesquisas científicas
  • Usaram novas fontes de energia 
  • Aumentaram a produção industrial
  • As pessoas são induzidas ao consumo pelo rádio e cinema
  • O consumo passou a ser o estilo de vida das famílias norte americanas
  • Em 1920 criam a primeira estação de rádio dos EUA

A GRANDE DEPRESSÃO

Fila de desempregados em New York


Entre 1929 e 1932, os Estados Unidos da América conheceram a realidade das favelas, chamadas “Hooverville”, uma “homenagem” ao presidente da época, Herbert Hoover.

Filas se formavam para receber uma ração de pão em Nova York. 
Não havia trabalho e a busca por emprego era desesperadora.



Foi nesta época que surgiram os “sopões”– estes mesmos que hoje se distribuem 
pelas ruas das grandes metrópoles. Outro detalhe bem interessante, é que a 
ideia partiu de ninguém menos que Al Capone.



Em frente ao “Union Bank”, a multidão frenética se reuniu, tentando sacar suas poupanças. Naquele período, mais de 5 mil bancos fecharam e o pessimismo se abateu sobre a população.

Manchete do jornal “Brooklyn”: “Wall Street em pânico com a quebra do mercado acionário” (livre tradução). As manchetes refletiam o que, para muitos, foi o início da Grande Depressão, a crise econômica que abalou fortemente os países industrializados, no período de 1929 a 1941.



  • Nos anos 1920 houve muito investimento na Bolsa de Valores
  • Comprava-se e vendia-se ações de empresas gerando com grandes lucros
  • Os empresários passaram a aumentar a especulação das ações
  • Os preços aumentavam constantemente e perderam o controle
  • Uma grande empresa inglesa faliu gerando desconfiança dos investidores
  • Em 24/10/1929 - não havia mais compradores para as ações das empresas
  • Os preços das ações despencam
  • Houve a Quebra da Bolsa de Valores de Nova York 
  • Inicia-se a Grande Depressão    


RAZÕES DA GRANDE DEPRESSÃO
  • Concentração de riquezas nas mãos de poucos (13% da pop. dos EUA possuía toda a riqueza do país)
  • A crise agrícola - alta produção agrícola por conta de novas máquinas, preços baixos, os agricultores pediam dinheiro em bancos e sem ter com que pagar perdiam suas terras.
  • A concorrência dos produtos europeus
  • Crise da superprodução - não havia mercado consumidor para os produtos
  • Falência de empresas
  • Desemprego
  • A crise atingiu outros países. Ex.: Brasil

O NEW DEAL - NOVO ACORDO


  • 1932 - Franklin Delano Roosevelt - eleito presidente dos EUA
  • Fez um novo acordo para melhorar a economia dos EUA
  • Investiu em obras públicas
  • Destruiu estoques de gêneros agrícolas para evitar a queda de preços. ex.: algodão
  • Reduziu a jornada de trabalho para abrir novas vagas de emprego
  • O desemprego diminuiu
  • A indústria e agricultura começam a se recuperar
  • Os salários pararam de cair
  • 1934 -  a renda nacional voltou a crescer

E O RESTO DO MUNDO?


Queima de café em Santos, no Litoral de São Paulo, patrocinada 
pelo governo Vargas, no início dos anos 30

  • Milhões de pessoas desempregadas
  • Surgem políticos e partidos autoritários
  • Os liberais são vistos como incompetentes
  • Buscavam um salvador da pátria
  • Surgem os regimes fascistas (Itália e Alemanha)

O QUE É O FASCISMO?


  • Fascismo, por seu turno, é um regime autoritário criado na Itália, que deriva da palavra italiana fascio, que remete para uma aliança ou federação: foi um movimento político fundado por Benito Mussolini em 1919 e no seu início era composto por unidades de combate (fasci di combattimento) até que, em 1921, tornou-se um partido político.

  • Desde essa altura, a palavra fascista é usada para mencionar uma doutrina política autoritária, que defende a exclusiva autossuficiência do Estado e de suas razões. 
  • Diferencia-se das ditaduras militares porque o seu poder está fundamentado em organizações de massas, sendo seus membros na sua grande maioria provenientes da classe operária e da pequena burguesia rural e urbana, ou seja, daqueles que se sentem ameaçados pela interveniência do grande capital e do sindicalismo comunista. 
  • A aspiração destes regimes é de um domínio absoluto daqueles sob seu jugo e, nas suas últimas consequências, o domínio universal, sem a restrição imposta pela noção de Estado-nação. 
  • A máquina governamental, na visão de alguns autores, aparece como mero instrumento para fins desse domínio total e universal aspirados por movimentos totalitários.

  • O fascismo é caracterizado por uma reação contra o movimento democrático que surgiu graças à Revolução Francesa, assim como pela completa oposição às concepções liberais e socialista.

  • O termo fascismo passou a ser usado para englobar tanto os regimes diretamente ligados ao eixo Roma-Berlim e seus aliados, como os sistemas de autoridade que atribuíam ao estado funções acima daquelas que as democracias lhe entregavam.


 O QUE SÃO REGIMES TOTALITÁRIOS?





  • Um povo
  • Um império
  • Um líder
  • Surge como uma terceira via para o Capitalismo e o Socialismo

A ASCENSÃO DO FASCISMO ITALIANO


  • A Itália perdeu dinheiro e vidas durante a Primeira Guerra
  • Aumento das dívidas com os EUA
  • Desemprego
  • Não ganharam território no pós guerra
  • Benito Mussolini se lança na política
  • 1919 - Mussolini fundou uma organização que deu origem ao Partido Fascista

A MARCHA SOBRE ROMA

Camisas Negras

  • Empresários apoiam o fascismo italiano
  • O Socialismo e o Comunismo crescem nas eleições italianas
  • O fascismo é visto como meio para manter a ordem social
  • O fascismo favorecia os empresários italianos
  • Desempregados, camponeses, ex-combatentes, professores...apoiavam o fascismo
  • 1921- Partido Nacional Fascista
  • 300 mil integrantes do Partido Fascista
  • Obedientes a Mussolini
  • 1922 - greve geral de comunistas e socialistas
  • Mussolini ameaça tomar o poder para manter a ordem na Itália
  • 1922- Liderou a Marcha sobre Roma
  • Fascistas (camisas negras), invadem a capital (Roma) e tomam o poder
  • O rei da Itália, Vittorio Emanuelle III convidou Mussolini para compor o governo


QUEM ERA MUSSOLINI?


  • Nasceu na Itália em 29/07/1883
  • Foi professor, jornalista e sargento do Exército
  • Torna-se o Primeiro Ministro da Itália após a Marcha Sobre Roma
  • Teve apoio do rei da Itália, Victor Emanuel III
  • Através de fraudes consegue maioria no parlamento
  • 1925- torna-se DUCE - condutor supremo
  • Lia Nietzsche
  • Para ele a violência transforma a sociedade
  • Defendeu a França e Grã-Bretanha na Primeira Guerra
  • Fundou um jornal para defender a entrada da Itália na Segunda Guerra
  • 1945- é julgado e condenado por guerrilheiros italianos quando tentava fugir para a Suíça
  • Foi fuzilado juntamente com sua amante Claretta Petacci
  • Os corpos dos dois foram levados para a praça de Loreto em Milão e pendurados de cabeça para baixo
O corpo de Mussolini (segundo a partir da esquerda) próximo 
a Claretta Petacci (no meio) e outros fascistas na Piazzale Loreto, Milão, 1945



O GOVERNO DE MUSSOLINI

Assinatura do Tratado de Latrão- Papa Pio XI -  Igreja Católica-
o Vaticano seria um estado independente em troca do apoio da Igreja Católica

  • 1924 - usou de fraude para vencer as eleições
  • Recebia apoio do rei da Itália
  • Implantou uma ditadura
  • Eliminou os partidos de oposição
  • Existiria somente um partido - Partido Nacional Fascista
  • Fechou jornais
  • Prendeu jornalistas
  • Criou polícia secreta - OVRA
  • Perseguia a assassinava os adversários
  • Fez aliança com a Igreja Católica
  • Usou a propaganda de massas
  • 1929- assinou acordo com o Papa Pio XI, Tratado de Latrão
  • O Vaticano seria um estado independente em troca de apoio da igreja
  • Interveio na economia
  • Favoreceu grandes empresas e bancos
  • Operários sem sindicatos e baixos salários
  • Desemprego



O NAZISMO NA ALEMANHA

Suástica Nazista

  • 1919 - Alemanha punida pelo Tratado de Versalhes
  • Crise econômica: inflação, desemprego, dívidas
  • Desvalorização da moeda italiana  (marco italiano)
  • Socialistas e comunistas crescem nas eleições
  • Surgem partidos com promessas de soluções rápidas
  • 1919- Partido Nazista 
  • Hitler - ex-cabo do exército italiano entra no partido. 
  • Hitler culpava os liberais pela derrota da Alemanha na guerra e pelas punições do Tratado de Versalhes
  • Hitler usava o nacionalismo extremado
  • Hitler odiava os democratas, os judeus e os comunistas
  • Torna-se líder dos nazistas
  • 1920- Surgem as Tropas de Assalto (SA) - para proteger o Partido Nazista
  • 1923- Hitler tenta dar um golpe de estado
  • Foi preso (condenado a 5 anos mas só cumpriu 8 meses)
  • Escreveu na prisão parte do livro Minha Luta (ideias básicas do Nazismo)

IDEIAS NAZISTAS


A fábrica de filhotes nazistas. Veja AQUI

  • Superioridade da raça ariana - alemães vistos como superiores a outras raças
  • Necessidade de um espaço vital - conquistar território
  • Antissemitismo - ódio aos judeus
A ASCENSÃO DOS NAZISTAS



  • 1925- General Paul von Hindenburg junto aos EUA lança programa de recuperação econômica da Alemanha
  • 1929- A produção caiu
  • Aumenta inflação, desemprego e fome
  • Hitler de apresenta como salvador da pátria
  • Conquista a simpatia dos alemães
  • 1933- Hitler assumia o cargo de Chanceler na Alemanha
HITLER NO PODER



  • 1933- Os nazistas conseguiram 44% dos votos nas eleições
  • Tinham a maioria no Parlamento
  • Hitler implantou uma das mais cruéis ditaduras da humanidade
  • Queimavam livros
  • Demitiam democratas e comunistas
  • Perseguiam os judeus
  • 1934- Morre General Paul von Hindenburg
  • Hitler assume o poder com o título de FÜHRER (condutor)
  • Não cumpre suas promessas
  • Congela salários
  • Não faz a Reforma Agrária
  • Os trustes ganham liberdade de agir 
  • Intensifica a propaganda e a violência aos adversários
  • 1936- Se alia à Itália fascista
QUEM FOI HITLER?


O bebê Adolf Hitler


Hitler aos 12 anos


Hitler queria ser padre quando era criança. Em “Mein Kampf”, 
ele fala muito sobre o mosteiro local

  • Nasceu na Áustria em 20/04/1889
  • Não era estudioso
  • Gostava de artes e de animais
  • 1914- Alistou-se no exército alemão
  • 1919- Surge o Partido Nazista
  • 1920- se filia no Partido Nazista
  • 1923- tenta assumir o poder na Alemanha e é preso
  • 1929- crise mundial
  • 1930- torna-se cidadão alemão
  • 1933- torna-se chanceler
  • 1941- rompe o pacto com a URSS (Stálin)
  • 1943- EUA e URSS X Alemanha
  • 30/04/1945- se suicida com um tiro na cabeça juntamente com sua esposa Eva Broun que tomou um comprimido mortal (casou-se com ela nas vésperas do suicídio depois de 17 anos de união)
Hitler e Eva Broun

SOBRE O ANTISSEMITISMO NAZISTA


A impressão generalizada é de que o nazismo era anticristão e que os cristãos eram antinazistas. A verdade é que os cristãos alemães apoiaram o nazismo porque acreditavam que Adolf Hitler tinha sido um presente de Deus para o povo.

  • 1933- casamento de judeus e arianos era proibido por lei
  • 1935- o Partido Nazista declara que judeu era quem tinha 2 avós judeus, seguisse a fé judaica ou fosse casado com judeu
  • Funcionários públicos judeus foram aposentados
  • Judeus não podiam atuar na imprensa, tribunais, na saúde
  • Estudantes judeus usavam um número de identificação
  • 1936- judeus expulsos do Exército
  • 1938- judeus obrigados a usar documentos e passaportes especiais
  • 1938- Judeus tiveram seus bens bloqueados
  • 09/11/1938- NOITE DOS CRISTAIS - militares nazistas atacam as lojas dos judeus destruindo vitrines e vidraças
  • Centenas de sinagogas incendiadas
  • Milhares de judeus enviados para campos de concentração
  • Desenvolveu indústrias de base
  • Estimulou fábricas de armamentos
  • Reduziu o desemprego
  • 1938- Hitler assume o comando das forças Armadas
  • Queria preparar a Alemanha para a Segunda Guerra
  • Várias nações seguiram as ideias nazi-fascistas: Espanha, Portugal e Brasil
Dormitório coletivo de judeus em campo de concentração alemão na Polônia, 1943. (A Polônia na época foi ocupada pelos alemães)

Soldado nazista ridiculariza os cabelos do jovem e aflito judeu polonês. 
Observe que ele carrega uma tesoura na mão esquerda.

Prisioneiro britânico frente a Heinrich Himmler, um dos grandes
 idealizadores do Holocausto.

Crianças ciganas em estágio avançado de desnutrição. 
Elas foram usadas como cobaias em experimentos médicos em Auschwitz, Polônia, ocupada pelos alemães, 1943.

Trem lotado de judeus a caminho de Auschwitz, 1942. 
(Polônia ocupada pelos alemães nazistas)

A figura acima mostra um gráfico com as marcações de prisioneiro usados em campos de concentração alemão. A lista de categorias de marcas verticais para os seguintes tipos de presos: político, criminoso profissional, emigrante, Estudantes da Bíblia (como as Testemunhas de Jeová eram então conhecidas), homossexuais, e outras nacionalidades. As categorias horizontais começam com as cores básicas, e depois mostram os reincidentes, os judeus, judeus que tenham violado as leis raciais por ter relações sexuais com arianos e arianos que violaram leis raciais por ter relações sexuais com os judeus. No canto inferior esquerdo, P é para poloneses e T para tchecos. Os símbolos restantes dão exemplos de padrões de marcação.
Os campos de concentração nazistas, durante a Segunda Guerra Mundial, possuíam um sistema de figuras geométricas em forma de triângulos, para auxiliar na identificação do tipo de pessoa que a portava. Alguns historiadores dizem invertidos, contudo isso, é com respeito a cor, as inclinações e a sobreposição das figuras que se baseavam os critérios para classificação dos segregados em seus respectivos campos. Saiba mais AQUI



OLIMPÍADAS DE 1936


As Olimpíadas de Berlim tiveram grande êxito popular, tendo grande audiência não só nas arquibancadas mas também na televisão

  • Jogos em Berlim
  • Hitler manda construir um estádio para 100 mil pessoas
  • Teve que aceitar na equipe de atletas alemães duas atletas judias (salto em altura e esgrima)
  • O Comitê Olímpico Internacional obrigou Hitler a aceitar a participação das atletas judias
  • Quem mais brilhou naqueles jogos foram atletas negros dos EUA (salto a distância e em altura)
  • O corredor negro norte americano Jesse Owens ganhou 4 medalhas de ouro.
  • Hitler estava presente no estádio, mas saiu antes da prova terminar

James Cleveland Owens, conhecido por Jesse Owens (Oakville, 12 de setembro de 1913 — Tucson, 31 de março de 1980), foi um atleta e líder civil norte-americano. Ele participou nos Jogos Olímpicos de Verão de 1936 em Berlim, Alemanha, onde se tornou conhecido mundialmente por ganhar quatro medalhas de ouro nos 100 e 200 m rasos, no salto em distância e no revezamento 4x100 m. Em 2012, foi imortalizado no IAAF Hall of Fame, criado no mesmo ano como parte das celebrações pelo centenário da Associação Internacional de Federações de Atletismo (IAAF)









AGORA VAMOS ASSISTIR AO FILME 
" O GRANDE DITADOR"


Fontes de imagens: Google Imagens , História Ilustrada

segunda-feira, 19 de março de 2018

ÁFRICA: MALINESES, BANTOS E IORUBÁS

* ÁRABES NA ÁFRICA



  • Século VII -árabes muçulmanos conquistam terras no norte da África
  • Difundiram o Islamismo entre os povos do deserto do Saara (berberes)

  • Através do comércio, os berberes difundiram sua religião islâmica entre os povos sudaneses
  • Pontos de comércio deram origem a cidades prósperas
  • Algumas dessas cidades tornaram-se capitais dos reinos e impérios africanos (séc. VII e XV)
IMPÉRIO DE MALI


  • Maior e mais duradouro império africano
  • Sabemos sobre ele por conta de fontes : orais, arqueológicas e escritos árabes
  • Século XIII, África Ocidental
  • Povos de etnia mandinga se expandiram a leste e oeste da África
Os mandingos (em mandingo: Mandinka) são um dos 
maiores grupos étnicos da África Ocidental, com 
uma população estimada em 11 milhões.

  • Conquistaram terras e fundaram um império
  • Líder: SUNDIATA KEITA (recebeu o título de mansa, adotou o Islamismo)
Mali – Sundiata – Reprodução

  • SUNDIATA converteu-se ao Islamismo por causa do comércio com os árabes muçulmanos
  • SUNDIATA deslocou a capital do império para NIANI (sul) para proteger de invasões
  • Nas estradas que ligavam NIANI ao Nordeste da região, surgem cidades
  • Cidades: DJENNÉ, TOMBUCTU e GAO






TOMBUCTO


  • Localização: as margens do Rio Níger
  • Ponto de parada de caravanas comerciais que atravessavam o deserto
  • Por lá passavam o sal, ouro, tecidos e grãos, noz-de-cola, peles, plumas, marfim, instrumentos de metal.
  • Séc. XIV - Mali era cidade intelectual
  • 150 escolas  - estudo do Corão
  • Estudantes de vários lugares
Mesquita de Djenné - influênvia islâmica

Mesquita de Sankoré

  • Mesquita de SANKORÉ - onde funciona a Universidade de Sankoré 
Imagem recente de Tombuctu - UNESCO PÕE TOMBUCTU NA LISTA DO PATRIMÔNIO EM RISCO



OS GRIÔS


  • Bibliotecas vivas
  • Transmitiam o conhecimento histórico local
  • Preservavam histórias e canções africanas
  • No passado, quando faleciam eram enterrados dentro da árvore de BAOBÁ
  • Isso serviria para continuar a tradição das histórias e canções 





A ECONOMIA DO IMPÉRIO DE MALI - (ótimos comerciantes)



  • Maior produtor de ouro da África Ocidental
  • A pop. vivia da agropecuária (bovinos, ovinos, caprinos), artesanato (metal e madeira) e comércio.
  • Cultivavam arroz, milhete, feijão, inhame, algodão (vale do Rio Níger)
Milhete - saiba mais AQUI

  • Comércio: cobre (muito apreciado),ouro, sal (tão valioso quanto ouro) e noz-de-cola

A FORÇA E A DURAÇÃO DO IMPÉRIO DE MALI

Poderoso Exército Mali

  • Chegou a ter 45 milhões de habitantes
  • Durou 230 anos
  • Poderoso exército (arqueiros, cavaleiros e lanceiros)
  • Controle da extração do ouro
  • Reprimiam rebeldes nas revoltas
  • Respeitavam as tradições dos povos dominados
A CRISE


  • Conflito entre as lideranças
  • Surgem novos centros de poder (ex.: Reino de Songai)
  • 1470- Songai conquista Tombucto
  • Songai torna-se a principal força política da região
OS BANTOS

Os bantos formam um grupo étnico africano que habitam a região da África ao sul do Deserto do Saara

  • Localização: sul do Saara
  • Origem comum: mesma língua (banta)
  • 1500 a. C- se deslocaram de Camarões para o centro, leste e sul da África
  • O deslocamento durou 2.500 anos
  • Foi a maior migração da África Subsaariana
  • A região deixou de ser terra de nômades para se tornar agrícola e com técnicas de metalurgia
  • Organizaram reinos importantes. ex.: CONGO
REINO DO CONGO


  • Congo = Bacia do Rio Zaire
  • Recebeu o nome Congo dos portugueses
  • Habitantes: grupos bantos (ambundo, bacongo, luba e lunda)
  • Líder: NIMI-A-LUKENI
  • Época: séc. XIV (final) e séc. XV (início)
  • Atravessou o Rio Zaire e dividiu espaço com antigos moradores da região
  • NIMI  fez alianças por meio de casamentos
  • Fundou a cidade de MBANZA CONGO
Mbanza Congo - Capital do Reino do Congo

  • Controlam o território
  • NIMI recebeu o título de MANI CONGO  (senhor do Congo)
O império era governado por um monarca, o manicongo, consistia de nove províncias e três reinos (Ngoy, Kakongo e Loango), mas a sua área de influência estendia-se também aos estados limítrofes, tais como Ndongo, Matamba, Kassanje e Kissama

  • NIMI possuía 12 conselheiros (secretários reais, oficiais militares, coletores de impostos...)
  • 4 mulheres conselheiras representando o clã das avós do rei
Imagem da República do Congo atual

ECONOMIA



  • A moeda era o NZIMBU (concha marinha)
  • Homens: caça, pesca, coleta de alimentos
  • Mulheres: agricultura (lugumes, verduras, frutas..)
  • Principal cereal: SORGO
  • Criavam porcos, carneiros, cabras, bois
  • Faziam artesanato com RÁFIA (tipo de palmeira), cobre e ferro
  • Ferro: instrumentos de trabalho e armas. 
  • O fundador do reino era ferreiro, por isso, trabalho com ferro era reservado aos nobres
  • Comércio intenso (ferro e sal)
  • Pagavam impostos (em espécie ou dinheiro) ao Mani Congo
  • A moeda era o NZIMBU (concha marinha)
  • Só o rei poderia explorar essas conchas
  • O Mani Congo os protegia espiritualmente
OS PORTUGUESES NO CONGO


  • 1483- chegaram portugueses no Congo
  • Faziam comércio com líderes africanos
  • MANI CONGO NZINGA MBEMBA se aliou aos portugueses
  • Trocou seu nome para AFONSO I
  • Converteu-se ao Catolicismo
  • Se vestia como os portugueses. 
  • Pediu aos portugueses para enviar profissionais para modernizar o Congo
  • Foram enviado missionários para catequizar o povo
  • Mercadores portugueses começaram a frequentar o Congo
  • Mani Congo se sentiu ameaçado
  • Pediu aos portugueses para proibir o comércio em sua região
  • Os portugueses não atenderam
  • Portugueses passaram a explorar o Congo
  • Buscavam ouro e prata (séc. XVII)
  • 1655- BATALHA DE MBUWILA ( portugueses X Congo)
Saiba mais da Batalha de Mbuwila AQUI 

  • Portugueses venceram
  • Morreram:  MANI CONGO ANTÔNIO I , nobres e soldados
  • O Reino do Congo declinou e tornou-se principal fornecedor de escravizados para o Brasil.


BANTOS NO BRASIL


  • Séc. XVI  e XIX
  • Falavam línguas bantas: quimbundo, quicongo e umbundo
  • Essas línguas influenciaram o idioma português brasileiro.
  • Ex: Berimbau, caçula, canjica, carimbo, cochilo, dendê, fubá, jiló, moleque, quiabo, quitute, samba...


O JONGO


  • Canto, dança coletiva com percussão e tambores
  • Herança dos povos bantos que estiveram no Brasil
  • 2005 - Jongo foi registrado pelo IPHAN como patrimônio cultural imaterial do Brasil
OS IORUBÁS


  • África Ocidental
  • Civilização urbana
  • Cidades, ruas e avenidas retas
  • Mercados movimentados
  • Principais cidades: Ifé, Keto, Oió (capital política)
  • Comerciantes - homens e mulheres - circulavam por terra e rios
  • Canoas carregadas de produtos das florestas: pele de leopardo, pimenta, marfim, noz-de-cola...
  • Artesanato: objetos de couro, metal e marfim.
  • Cidade de Oió havia bairros especializados em : curtume, serralheria e fundição
  • Séc. XII e XV, Ifé - Capital religiosa
  • Oni: líder religioso, administrava a cidade e era juiz.
  • Oni: escolhia os líderes das cidades. ex.: Ifé e Oió
A ARTE IORUBÁ


  • Esculturas realistas
  • Cabeças humanas em bronze em tamanha natural
  • Influenciou a arte do Reino de Benin

O REINO DE BENIN (sudoeste de Ifé)

Selo nigeriano com imagem de uma máscara de 
madeira típica do reino de Benin

  • Século XII
  • Fundador: Oranyan
  • O rei (obá): governava a cidade e era líder religioso
  • Ao chegar ao poder o rei teria que ir a Ifé para ter seu título reconhecido como rei pelo Oni
  • Cidade mais importante: Benin
  • Ruas e avenidas retas, maiores que muitas cidades europeias
  • Comércio: peixe seco, inhame, cobre, sal, dendê, couro , carne e escravizados (guerras)
  • A cidade era bem localizada para o comércio
  • O palácio do Obá era enorme e luxuoso
  • Séc. XV - os artistas passaram a representar os mercadores, marinheiros e soldados europeus em suas artes
  • Século XIX (final) - ingleses dominam a África e o Reino de Benin
  • Ingleses saquearam as obras de arte do Reino de Benin e hj elas estão no Museu Britânico
Ingleses saquearam a arte do Reino de Benin

  • A arte IORUBÁ alcançou a Europa e a América (Cuba e Brasil)






IORUBÁS NO BRASIL






  • 1830- vieram para o Brasil
  • Os muçulmanos destruíram sua capital (OIÓ)
  • Chegaram no Brasil pelo porto de Salvador
  • Entre os IORUBÁS vieram: sacerdotes, príncipes, líderes políticos, artistas...
  • Os reis, artistas e intelectuais iorubás foram empregados no Brasil em trabalhos domésticos e urbanos
  • Ficaram na cidade de Salvador e no Recôncavo Baiano
  • A arte iorubá pode ser vista em todo Brasil, principalmente na Bahia
  • Na Bahia nasceram alguns dos principais representantes da música a artes plásticas iorubás.
  • Música: Olodum e Ilê Aiyê, Carlinhos Browm, Margareth Menezes
  • Artes Plásticas escultores: Manuel Araújo, Mestre Didi
  • Pintores: Cerybé e Menelaw Sete (Picasso do Brasil)