domingo, 24 de fevereiro de 2013

UNIÃO IBÉRICA E INVASÃO HOLANDESA NA AMERICA PORTUGUESA


Uniao iberica slide from Isabel Aguiar











1- Entre 1580 e 1640, Portugal enfrentou uma delicada situação política: de um lado, passou a pertencer à União Ibérica e, de outro, viu os holandeses dominarem Pernambuco, através da Companhia das Índias Ocidentais, a partir de 1630.
a) O que foi a União Ibérica?
b) Dê três motivos para a invasão holandesa no Brasil.

2- Quais os interesses do rei espanhol Filipe II com a união entre as coroas portuguesa e espanhola?
3- Produza um pequeno texto relacionando a consolidação da União Ibérica e a ocorrência das invasões holandesas ao Brasil.
4- Aponte as motivações que incentivaram os portugueses a darem fim à União Ibérica, no ano de 1640.
5- Qual problema aconteceu na monarquia portuguesa após o desaparecimento do rei Dom Sebastião?


6- "(...) Por esse tempo, agitava-se importante controvérsia entre os dirigentes da Companhia (Cia. Das Índias Ocidentais), a qual se travou principalmente entre as câmaras da Holanda e da Zelândia. Versava sobre se seria proveitoso à Companhia franquear o Brasil ao comércio privado, ou se devia competir a ela tudo o que se referisse ao comércio e às necessidades dos habitantes daquela região. Cada um dos partidos sustentava o seu parecer. Os propugnadores do monopólio escudavam-se com o exemplo da Cia. Ocidental, usando o argumento de que se esperariam maiores lucros, se apenas a Cia. comerciasse, porque, com o tráfico livre, dispersar-se-ia o ganho entre muitos, barateando as mercadorias pela concorrência. In: BARLÉU, Gaspar. História dos feitos recentemente praticados durante oito anos no Brasil. São Paulo, Ed. Itatiaia, 1974, p. 90
Ao longo dos séculos XVI, XVII e início do XVIII, várias potências europeias invadiram a América Portuguesa. Houve breves invasões e atos de pirataria ao longo do litoral no início do século XVI. Posteriormente, outras invasões adquiriram características diferenciadas. As formas de invasão e ocupação, assim como estratégias e interesses econômicos seriam diversos.
Com base nas informações oferecidas, identifique o principal interesse da Cia. das Índias Ocidentais na invasão de Pernambuco, em 1634.

7- A dominação espanhola (1580-1640) provocou mudanças no império colonial português; por isto mesmo, D. João IV, que subiu ao trono com a Restauração ocorrida em 1640, teria dito que "o Brasil é a vaca leiteira de Portugal".
a) Quais mudanças do império derivaram da dominação espanhola?
b) Que relação há entre as mudanças e a ideia de que o Brasil se tornou a "vaca leiteira" de Portugal?

8-Entre as mudanças ocorridas no Brasil Colônia durante a União Ibérica (1580 - 1640), destacam-se:
a) a introdução do tráfico negreiro, a invasão dos holandeses no Nordeste e o início da produção de tabaco no Recôncavo Baiano.
b) a expansão da economia açucareira no Nordeste, o estreitamento das relações com a Inglaterra e a expulsão dos jesuítas.
c) a incorporação do Extremo-Sul, o início da exploração do ouro em Minas Gerais e a reordenação administrativa do território.
d) a expulsão dos holandeses do Nordeste, a intensificação da escravização indígena e a introdução das companhias de comércio monopolistas.
e) a expansão da ocupação interna pela pecuária, a expulsão dos franceses e o incremento do bandeirismo.

9- Leia o texto:
"Nassau chegou em 1637 e partiu em 1644, deixando a marca do administrador. Seu período é o mais brilhante de presença estrangeira. Nassau renovou a administração (...) Foi relativamente tolerante com os católicos, permitindo-lhes o livre exercício do culto, como também com os judeus (depois dele não houve a mesma tolerância, nem com os católicos, nem com os judeus — fato estranhável, pois a Companhia das Índias contava muito com eles, como acionistas ou em postos eminentes). Pensou no povo, dando-lhe diversões, melhorando as condições do porto e do núcleo urbano (...), fazendo museus de arte, parques botânicos e zoológicos, observatórios astronômicos."
(Francisco lglésias)
A que o texto se refere:

10- Quais foram, respectivamente, fatores importantes na ocupação holandesa no Nordeste do Brasil e na sua posterior expulsão.



17 comentários:

  1. Vinícius de souza lima 8º ano nº:23 I.F.J.P.S28 de fevereiro de 2013 17:34

    A União Ibérica(entre Portugal e Espanha) ocorreu de 1580 a 1640, e foi quando Felipe II, rei da Espanha, assumiu o trono português, fazendo com que Portugal pertencesse a Espanha.Naquela época quem também pertencia a Espanha era a Holanda mais depois das lutas pela independência iniciadas em 1572, Holanda tornou-se independente.Como consequência a Espanha provoca um embargo econômico que afeta Portugal,Holanda e Brasil,sendo que em 1621, Holanda cria a Companhia das Índias Ocidentais para combater o embargo, e em 1624 planeja a invasão de Salvador. Assim Holanda invade Salvador em 1624 e prende O governador Diogo de Mendonça Furtado, fazendo com que uma resistência fosse organizada pelos colonos, e como reação Espanha manda uma esquadra de 12 mil homens a Bahia.Já em 1630 Holanda tenta invadir Pernambuco,criando novamente focos de resistência, como o Arraial de Bom Jesus, que através da tática militar guerra de guerrilhas foi capaz de destruí-lo totalmente em 1635.As consequências da invasão holandesa até aquele período(1630-1635)foram:destruição de Olinda, destruição de engenhos, fuga de escravos,destruição das plantações e a dominação do litoral nordestino.Do período de 1637 a 1644, em que Nassau chega Pernambuco,um período conhecido como pacífico, foram feitas diversas relações de caráter econômico, religioso e também alguns obras infraestruturais.Já em 1640 Portugal torna-se independente, assumindo o trono D. João IV, Maurício de Nassau retorna de sua estadia em Pernambuco, e inicia-se a Insurreição Pernambucana. Durante a terceira fase do domínio holandês(1645-1654), iniciaram-se conflitos de ordem religiosa e econômica, e em três de agosto de 1645 ocorreu a Batalha dos Montes das Tabocas.Teve como líderes: João Fernandes Vieira,Henrique Dias e Felipe Camarão.Enfim em agosto de 1661 foi feito um acordo de paz com a Holanda, em que Holanda teria que deixar as pretensões sobre o Brasil e deixasse Recife definitivamente(feito em 26/01/1654), ganhando em troca uma indenização de 4 milhões de cruzados,o Ceilão e Molucas na Indonésia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. REFAZER ENUMERANDO AS QUESTÕES PROPOSTAS. LEMBRE-SE QUE SÃO 10 QUESTÕES.

      Excluir
  2. Ana Beatriz Teles Oliveira. 8º ano.I.F.J.P.S4 de março de 2013 13:48

    1-a) A União Ibérica foi um período em que os espanhóis se apossaram do trono português, mediante a falta de um sucessor que pudesse assumir o governo de Portugal. Em termos gerais, a Espanha acreditava que o processo de unificação pudesse ampliar as divisas dos cofres hispânicos e reforçar o papel de liderança da Espanha no processo de evangelização dos nativos americanos.
    b) Entre os motivos que explicam a invasão holandesa ao Brasil, podemos salientar o interesse holandês em explorar a economia açucareira em terras brasileiras, combater o embargo comercial hispânico, a participação dos flamencos da indústria açucareira e enfraquecer economicamente a Espanha, então, maior opositora do recém-formado Estado holandês.
    2-A União Ibérica era vista por Filipe II como um fácil meio de enriquecimento dos cofres espanhóis, que sofriam uma grande carência gerada pela dependência do país em relação aos produtos manufaturados de outras potências européias. Paralelamente, os espanhóis também buscavam ampliar seu prestigio junto a Igreja, já que a união das coroas colocaria a Espanha como grande promotora da fé católica em terras americanas.
    3-O domínio espanhol em Portugal acabou transformando o Brasil em mais uma das possessões hispânicas no continente americano. Um pouco antes disso, os holandeses haviam conquistado a sua independência travando guerra contra aos hispânicos. Por conta da derrota a Espanha, assim que se tornou metrópole do Brasil, proibiu a antiga participação que os holandeses tinham no transporte e financiamento do açúcar brasileiro. Prejudicados com tal retaliação, os holandeses optaram por invadir o Brasil e controlar diretamente a economia açucareira no território nordestino.
    4-Em termos gerais, a crise que deu fim à União Ibérica aconteceu na medida em que os espanhóis de envolviam em diversas lutas contras as nações européias. O enorme gasto com os conflitos levou a adoção de uma política de cobrança de impostos que desagradou profundamente a nobreza lusitana. Ao mesmo tempo, o envolvimento em tais guerras constituiu uma grave ameaça à manutenção dos domínios coloniais na América. De tal modo, a restauração do trono português se fazia urgente naquele período.
    5-Após o desaparecimento do rei D. Sebastião, durante a batalha contra os árabes em Alcácer-Quibir, o trono português não tinha nenhum herdeiro direto que pudesse ocupar o seu lugar. Em um primeiro instante o trono foi entregue ao cardeal do Henrique, seu tio-avô e parente mais próximo, que também faleceu em pouco tempo sem também deixar um herdeiro para o trono. De tal modo, o trono português ficou sem a figura de um governante que pudesse assumi-lo.
    6-Do ponto de vista histórico, notamos que a Holanda nutria grandes interesses comerciais pelo desenvolvimento da economia açucareira no Brasil. De tal modo, assim que a Espanha vetou a tradicional participação holandesa nos negócios do açúcar brasileiro, o desejo da invasão do território pernambucano se despertou como uma solução à manutenção dos interesses holandeses e à ampliação dos lucros do seu governo através da Companhia das Índias Ocidentais.
    7-a-)Países como França, Inglaterra e Holanda passaram a dominar territórios coloniais antes pertencentes aos ibéricos, os limites impostos pelo Tratado de Tordesilhas passara a não ter valor legal, os portugueses se aproximaram da Inglaterra com o objetivo de superar os seus antigos problemas econômicos.
    b)Essa expressão utilizada reforça o processo de recuperação desenvolvido em Portugal após a União Ibérica. Interessados em retomar o crescimento do país, os portugueses aprimoraram os mecanismos que sustentavam a cobrança de impostos e a arrecadação de recursos na colônia. De tal modo, vemos que a dependência econômica de Portugal em relação ao Brasil se reforçou mediante os problemas políticos e econômicos gerados pela União.

    ResponderExcluir
  3. (CONTINUAÇÃO)Ana Beatriz Teles Oliveira. 8º ano.I.F.J.P.S4 de março de 2013 13:49

    (CONTINUAÇÃO)
    8-Letra E. Com a invalidação do Tratado de Tordesilhas, a União Ibérica reforçou as ações coloniais que promoveram a interiorização do nosso território.
    9-Á invasão holandesa no Brasil, no período de União lbérica, e à fundação da Nova Holanda no nordeste açucareiro.
    10-A participação da Holanda na economia do açúcar e o endividamento dos senhores de engenho com a Companhia das Índias Ocidentais.

    ResponderExcluir
  4. Fatima Santos De Souza,8ºano,Instituto Frei João Pedro De Sexto4 de março de 2013 14:25

    1-a-União ibérica foi a unidade política que regeu a Península Ibérica a sul do Pirinéus de 1580 a 1640, resultado da união dinástica entre as monarquias de Portugal e de Espanha após a Guerra da Sucessão Portuguesa.
    b-O interesse na produção de açúcar no Brasil, as divergências políticas entre Holanda e Espanha e o fim da participação holandesa no comércio do açúcar brasileiro após a União Ibérica.
    2-A União Ibérica era vista por Filipe II como um fácil meio de enriquecimento dos cofres espanhóis, que sofriam uma grande carência gerada pela dependência do país em relação aos produtos manufaturados de outras potências européias. Paralelamente, os espanhóis também buscavam ampliar seu prestigio junto a Igreja, já que a união das coroas colocaria a Espanha como grande promotora da fé católica em terras americanas.
    3-O domínio espanhol em Portugal acabou transformando o Brasil em mais uma das possessões hispânicas no continente americano. Um pouco antes disso, os holandeses haviam conquistado a sua independência travando guerra contra aos hispânicos. Por conta da derrota a Espanha, assim que se tornou metrópole do Brasil, proibiu a antiga participação que os holandeses tinham no transporte e financiamento do açúcar brasileiro. Prejudicados com tal retaliação, os holandeses optaram por invadir o Brasil e controlar diretamente a economia açucareira no território nordestino.
    4-Em termos gerais, a crise que deu fim à União Ibérica aconteceu na medida em que os espanhóis de envolviam em diversas lutas contras as nações européias. O enorme gasto com os conflitos levou a adoção de uma política de cobrança de impostos que desagradou profundamente a nobreza lusitana. Ao mesmo tempo, o envolvimento em tais guerras constituiu uma grave ameaça à manutenção dos domínios coloniais na América. De tal modo, a restauração do trono português se fazia urgente naquele período.
    5-Após o desaparecimento do rei D. Sebastião, durante a batalha contra os árabes em Alcácer-Quibir, o trono português não tinha nenhum herdeiro direto que pudesse ocupar o seu lugar. Em um primeiro instante o trono foi entregue ao cardeal do Henrique, seu tio-avô e parente mais próximo, que também faleceu em pouco tempo sem também deixar um herdeiro para o trono. De tal modo, o trono português ficou sem a figura de um governante que pudesse assumi-lo.

    ResponderExcluir
  5. Fatima Santos De Souza,8ºano,Instituto Frei João Pedro De Sexto4 de março de 2013 14:36

    (CONTINUAÇÃO)
    6-Do ponto de vista histórico, notamos que a Holanda nutria grandes interesses comerciais pelo desenvolvimento da economia açucareira no Brasil. De tal modo, assim que a Espanha vetou a tradicional participação holandesa nos negócios do açúcar brasileiro, o desejo da invasão do território pernambucano se despertou como uma solução à manutenção dos interesses holandeses e à ampliação dos lucros do seu governo através da Companhia das Índias Ocidentais.
    7-a-Países como França, Inglaterra e Holanda passaram a dominar territórios coloniais antes pertencentes aos ibéricos, os limites impostos pelo Tratado de Tordesilhas passara a não ter valor legal, os portugueses se aproximaram da Inglaterra com o objetivo de superar os seus antigos problemas econômicos.
    b-Essa expressão utilizada reforça o processo de recuperação desenvolvido em Portugal após a União Ibérica. Interessados em retomar o crescimento do país, os portugueses aprimoraram os mecanismos que sustentavam a cobrança de impostos e a arrecadação de recursos na colônia. De tal modo, vemos que a dependência econômica de Portugal em relação ao Brasil se reforçou mediante os problemas políticos e econômicos gerados pela União.
    8-Letra E. Com a invalidação do Tratado de Tordesilhas, a União Ibérica reforçou as ações coloniais que promoveram a interiorização do nosso território. Sob esse aspecto, destacamos a grande contribuição dada pelo bandeirantismo e o desenvolvimento da atividade pecuarista. Paralelamente, destacamos o processo de expulsão dos colonos franceses que tentaram invadir as terras brasileiras na região do Rio de Janeiro.
    9-A invasão holandesa no Brasil, no período de União lbérica.
    10- A questão aponta as motivações centrais para a invasão e a expulsão dos holandeses no Brasil. No primeiro momento, os holandeses viram a invasão como a única alternativa viável para que seus investimentos e lucros na economia açucareira não fossem perdidos. No segundo, a cobrança dos empréstimos contraídos pelos senhores de engenho acabou por desestabilizar as relações entre os colonos e a Companhia das Índias Ocidentais.

    ResponderExcluir
  6. CARLA LETICIA MELO BRITO 8°ANO I.F.J.P.S5 de março de 2013 16:20

    1.a)União ibérica foi a unidade política que regeu a Península Ibérica a sul do Pirinéus de 1580 a 1640, resultado da união dinástica entre as monarquias de Portugal e de Espanha após a Guerra da Sucessão Portuguesa.
    b)foi em explorar a economia açucareira em terras brasileiras, combater o embargo comercial hispânico, a participação dos flamencos da indústria açucareira e enfraquecer economicamente a Espanha, então, maior opositora do recém-formado Estado holandês.Principalmente nas sociedades açucareiras rural.
    2;o grande enriquecimento dos cofres espanhóis, que sofriam uma grande carência gerada pela dependência do país em relação aos produtos manufaturados de outras potências européias.
    3-O domínio espanhol em Portugal acabou transformando o Brasil em mais uma das possessões hispânicas no continente americano. Por conta da derrota a Espanha, assim que se tornou metrópole do Brasil, proibiu a antiga participação que os holandeses tinham no transporte e financiamento do açúcar brasileiro.
    4-O enorme gasto com os conflitos levou a adoção de uma política de cobrança de impostos que desagradou profundamente a nobreza lusitana. Ao mesmo tempo, o envolvimento em tais guerras constituiu uma grave ameaça à manutenção dos domínios coloniais na América.DE TAL MODO OUVE MODO MUDANÇAS NO COMPORTAMENTO DOS EUROPEUS.
    5.o trono foi entregue ao cardeal do Henrique, seu tio-avô e parente mais próximo, que também faleceu em pouco tempo sem também deixar um herdeiro para o trono. De tal modo, o trono português ficou sem a figura de um governante que pudesse assumi-lo.

    ResponderExcluir
  7. CARLA LETICIA MELO BRITO 8°ANO I.F.J.P.S5 de março de 2013 16:37

    CONTINUAÇÃO------De tal modo, assim que a Espanha vetou a tradicional participação holandesa nos negócios do açúcar brasileiro, o desejo da invasão do território pernambucano se despertou como uma solução à manutenção dos interesses holandeses e à ampliação dos lucros do seu governo através da Companhia das Índias Ocidentais.No primeiro momento, os holandeses viram a invasão como a única alternativa viável para que seus investimentos e lucros na economia açucareira não fossem perdidos. No segundo, a cobrança dos empréstimos contraídos pelos senhores de engenho acabou por desestabilizar as relações entre os colonos e a Companhia das Índias Ocidentais.
    7-A-ESSE 3 PAÍSES PASSARAM A DOMINAR NO CONTINENTE AMERICANO E COMEÇARAM A PRATICAR VARIAS ATIVIDADES ECONÔMICAS FAZENDO ASSIM MUITAS MÃOS DE OBRAS.
    B)Interessados em retomar o crescimento do país, os portugueses aprimoraram os mecanismos que sustentavam a cobrança de impostos e a arrecadação de recursos na colônia. De tal modo, vemos que a dependência econômica de Portugal em relação ao Brasil se reforçou mediante os problemas políticos e econômicos gerados pela União..
    8-e) a expansão da ocupação interna pela pecuária, a expulsão dos franceses e o incremento do bandeirismo.
    9- invasão holandesa no Brasil, no período de União lbérica.
    10-No primeiro momento, os holandeses viram a invasão como a única alternativa viável para que seus investimentos e lucros na economia açucareira não fossem perdidos. No segundo, a cobrança dos empréstimos contraídos pelos senhores de engenho acabou por desestabilizar as relações entre os colonos e a Companhia das Índias Ocidentais.

    ResponderExcluir
  8. Ana Beatriz Teles Oliveira. 8º ano.I.F.J.P.S7 de março de 2013 15:54

    1-a)Foram criadas com o objetivo de colonizar o Brasil, evitando as invasões estrangeiras para o país.
    b)De forma para centralizar o poder na colônia e finalizar a desorganização administrativa.
    c)Controlar.
    2-a) Pecuária.
    b) No sertão do nordeste para atender às procura por alimentos e transporte de carga nos engenhos que ficam localizados na Zona da Mata.
    c) O trabalho livre.
    3-a) O apresamento de indígenas e a busca de metais e pedras preciosas são os principais objetivos das bandeiras

    b) As expedições que utilizavam as vias fluviais foram chamadas de monções,usando os rios Tietê,Paraná e Paraguai ,levando mercadorias para serem vendidas ao longo desses rios até Cuiabá.
    4-a-. Os interesses da burguesia mercantil portuguesa, relacionados aos lucros provenientes do tráfico escravo intercontinental;
    b-O aumento do tráfico escravo interprovincial. Grandes proprietários de escravos e de terras do nordeste em dificuldades econômicas vendiam a preços crescentes escravos para os plantadores de café do sudeste que procuravam crescimento de mão-de-obra no momento de expansão da lavoura cafeeira;
    5-a) Nas áreas rurais-tropeiro ; nas áreas urbanas- artesão especializado.
    b) O ensino superior direcionado a elite.
    6-A Sociedade colonial açucareira era caracterizada pela falta de mobilidade social, portanto uma sociedade onde não há possibilidade de mobilidade social e onde o indivíduo assume sua devida posição pelo nascimento.. Além disso, destaca-se seu caráter oligárquico/aristocrático, onde uma elite rural exerce pleno poder sobre os demais grupos sociais.
    7- a-Era o escravo que cujo o senhor estabelecia uma quantia em dinheiro a ser paga de forma regular, diária, semanal,a quinzenal etc.., em geral diária, pelo escravo que ia ganhar esse dinheiro trabalhando por conta própria.
    b- Tinham a posse de coisas de que se tiram vantagens de uma vida menos desumana.Tinham várias concessões e até pequenas recompensas.

    ResponderExcluir
  9. [CONTINUAÇÃO]Ana Beatriz Teles Oliveira 8 ºano.I.F.J.P.S7 de março de 2013 15:55

    8- a A União Ibérica foi um período em que os espanhóis se apossaram do trono português, mediante a falta de um sucessor que pudesse assumir o governo de Portugal. Em termos gerais, a Espanha acreditava que o processo de unificação pudesse ampliar as divisas dos cofres hispânicos e reforçar o papel de liderança da Espanha no processo de evangelização dos nativos americanos.
    b- Entre os motivos que explicam a invasão holandesa ao Brasil, podemos salientar o interesse holandês em explorar a economia açucareira em terras brasileiras, combater o embargo comercial hispânico, a participação dos flamencos da indústria açucareira e enfraquecer economicamente a Espanha, então, maior opositora do recém-formado Estado holandês.
    9-a- Para o declínio da produção aurífera contribuíram, principalmente, o caráter predatório dessa exploração e o esgotamento das jazidas.
    b- Transferiu o eixo econômico da colônia do nordeste para o centro-sul.Contribuiu para a criação de uma economia de mercado interno.Dinamizou a economia de subsistência(expansão da pecuária).
    10-a- Conjuração Baiana de 1798.
    b) Movimento Iluminista; Independência do EUA e Revolução Francesa
    c) Fim da liderança português na Bahia; Proclamação da República; Liberdade
    de comércio na região; Fim da escravidão e Fim das diferenças raciais.
    d) Revoltosos mais pobres, como Faustino e Nascimento, foram condenados
    imediatamente à morte por enforcamento, enquanto que os intelectuais e mais
    abastados Barata e o professor Francisco Moniz foram absolvidos pela Coroa.
    11- a) Inconfidência Mineira.
    b) A opressiva cobrança de impostos na região de Minas Gerais. O estopim para a deflagração do movimento seria a decretação da derrama, ou seja, cobrança dos impostos atrasados.
    12- Estes dois movimentos tiveram por principal objetivo a separação destes atuais estados do domínio português, ou seja, buscavam a independência. Acreditavam também que poderiam estender a independência para todo o Brasil. Ambas foram influenciadas pelo movimento iluminista europeu que chegava ao Brasil através das obras trazidas pelos estudantes brasileiros recém chegados das universidades europeias. Outro fator encorajador foram os movimentos internacionais mais importantes da época, a Independência dos Estados Unidos (influenciou a Inconfidência Mineira) e a Revolução Francesa (influenciou a Conjuração Baiana). Estes movimentos se caracterizaram, em seus planos, pela ação armada contra as autoridades portuguesas no Brasil.
    Apesar de algumas semelhanças, havia algumas diferenças ideológicas entre estes movimentos.Enquanto a baiana era liderada pelas populações mais pobres e almejavam a abolição da escravidão, o movimento mineiro era dirigido pelas elites que, por isso, defendiam a permanência da escravidão após a conquista da independência. Estes movimentos foram denunciados antes de colocarem em prática seus planos explicando o fracasso de seus objetivos. Joaquim da Silva Xavier, o Tiradentes, se transformou em Herói Nacional por perder a vida em defesa dos ideais da Inconfidência Mineira.

    ResponderExcluir
  10. [CONTINUAÇÃO]Ana Beatriz Teles Oliveira 8 ºano.I.F.J.P.S7 de março de 2013 15:56

    13- construção de novos prédios na cidade do Rio de Janeiro,aumento da entrada de produtos vindos de outras praças comerciais, proporcionada pela Abertura dos Portos decretada em 1808,vinda da Missão Francesa,criação da Biblioteca Nacional,criação do Jardim Botânico, criação de instituições de ensino superior.
    14-a-Com essa decisão, Dom Pedro, demonstrava contrariar as Cortes de Lisboa, que pediam seu retorno a Portugal. As tensões entre as Cortes e dom Pedro fazem parte do processo que conduziu o Brasil à independência.
    b- A Revolução do Porto foi um movimento influenciado pelas ideias iluministas, que buscou acabar com o absolutismo. Entretanto, ese movimento tinha aspectos contraditórios: ao mesmo tempo em que reivindicava princípios liberais, como a monarquia constitucional, passou a defender a colonização do Brasil nos moldes do que acontecia antes da vinda da família real - resquício do Antigo Regime. O projeto dos revolucionários portugueses era também convocar as Cortes, assembleia que redigiria a cosntituição de Portugal.

    ResponderExcluir
  11. Vinícius de souza lima 8º ano nº:23 I.F.J.P.S11 de março de 2013 17:26

    1-a)Foi o período em que Espanha tomou posse de Portugal, devido a falta de alguém que ocupasse o trono, Felipe II, rei da Espanha o assumiu, Espanha assim acreditando que poderia ampliar as divisas dos cofres hispânicos e reforçar ainda mais o papel de liderança espanhol no processo de evangelização dos nativos americanos.
    b)1:O interesse holandês em explorar a economia açucareira em terras brasileiras;2:Combater o embargo comercial hispânico;3:a participação dos flamencos da indústria açucareira e enfraquecer economicamente a Espanha.
    2-Para Felipe II a União Ibérica era vista como um fácil meio de enriquecimento dos cofres espanhóis, que sofriam uma grande carência gerada pela dependência do país em relação aos produtos manufaturados de outras potências europeias. Paralelamente, os espanhóis também buscavam ampliar seu prestigio junto a Igreja, já que a união das coroas colocaria a Espanha como grande promotora da fé católica em terras americanas.
    3-O domínio espanhol de Portugal, acabou por transformá-lo em uma posse espanhola na América.Antes disso os holandeses já haviam se tornado independentes da Espanha, travaram guerras contra os espanhóis ,fazendo assim que, devido a derrota a Espanha, assim que se tornou metrópole do Brasil , proibiu a antiga participação que os holandeses tinham no transporte e financiamento do açúcar brasileiro. Prejudicados com isso, os holandeses optaram por invadir o Brasil e controlar diretamente a economia açucareira no território nordestino.
    4-Em termos gerais, a crise que deu fim à União Ibérica aconteceu na medida em que os espanhóis se envolviam em diversas lutas contras as nações europeias. O enorme gasto com os conflitos levou a adoção de uma política de cobrança de impostos que desagradou profundamente a nobreza lusitana. Ao mesmo tempo, o envolvimento em tais guerras constituiu uma grave ameaça à manutenção dos domínios coloniais na América. De tal modo, a restauração do trono português se fazia urgente naquele período.
    5- Após o desaparecimento do rei D. Sebastião, durante a batalha contra os árabes em Alcácer-Quibir, o trono português não tinha nenhum herdeiro direto que pudesse ocupar o seu lugar. Em um primeiro instante o trono foi entregue ao cardeal do Henrique, seu tio-avô e parente mais próximo, que também faleceu em pouco tempo sem também deixar um herdeiro para o trono. De tal modo, o trono português ficou sem a figura de um governante que pudesse assumi-lo.
    6-Do ponto de vista histórico, notamos que a Holanda nutria grandes interesses comerciais pelo desenvolvimento da economia açucareira no Brasil. De tal modo, assim que a Espanha vetou a tradicional participação holandesa nos negócios do açúcar brasileiro, o desejo da invasão do território pernambucano se despertou como uma solução à manutenção dos interesses holandeses e à ampliação dos lucros do seu governo através da Companhia das Índias Ocidentais.
    7-a) Países como França, Inglaterra e Holanda passaram a dominar territórios coloniais antes pertencentes aos ibéricos, os limites impostos pelo Tratado de Tordesilhas passara a não ter valor legal, os portugueses se aproximaram da Inglaterra com o objetivo de superar os seus antigos problemas econômicos.
    b)Essa expressão utilizada reforça o processo de recuperação desenvolvido em Portugal após a União Ibérica. Interessados em retomar o crescimento do país, os portugueses aprimoraram os mecanismos que sustentavam a cobrança de impostos e a arrecadação de recursos na colônia. De tal modo, vemos que a dependência econômica de Portugal em relação ao Brasil se reforçou mediante os problemas políticos e econômicos gerados pela União.
    8-e) a expansão da ocupação interna pela pecuária, a expulsão dos franceses e o incremento do bandeirismo.
    9- à invasão holandesa no Brasil, no período de União ibérica, e à fundação da Nova Holanda no nordeste açucareiro.
    10- a participação da Holanda na economia do açúcar e o endividamento dos senhores de engenho com a Companhia das Índias Ocidentais.




    ResponderExcluir

Respeite as diferenças. Lembre-se: todos são iguais perante a lei. Preconceito é crime. Seja legal.

Respeite as diferenças. Lembre-se: todos são iguais perante a lei. Preconceito é crime. Seja legal.