domingo, 11 de setembro de 2016

CONSCIÊNCIA AMBIENTAL NA ESCOLA

Jovens representando a fauna brasileira

Degelo das calotas polares, aquecimento global, reciclagem, calor e frio em excesso, água em falta, poluição do ar. Nunca os temas ambientais ocuparam tanto espaço na mídia e nas discussões em todos os lugares - das universidades às ONGs, dos ambientes de trabalho às escolas. A palavra de ordem é diminuir os impactos negativos do ser humano sobre o mundo. Como? Mudando atitudes pessoais e coletivas para salvar o mundo da ameaça (cada vez mais real) de colapso.

A boa notícia é que já há muitas escolas desenvolvendo essa mentalidade. Trabalhando com consistência e continuidade e usando conceitos de Educação Ambiental, as escolas estão ajudando suas turmas a formar uma cultura de defesa do planeta, envolvendo as comunidades nesse processo de reflexão, atraindo colegas de outras áreas em tarefas multidisciplinares e, assim, construindo novos jeitos de se relacionar com a realidade à sua volta.
Nesta postagem, você vai conhecer a experiência do Colégio Patronato Padre Luiz Barbosa Moreira que pode inspirar outras escolas a realização de atividades para ajudar a melhorar a relação com a natureza.   Com o tema ECOARTE o colégio desenvolve a formação do "sujeito ecológico" - nome usado para definir o que seria o modelo ideal de um ser humano "que dissemina valores éticos, atitudes e comportamentos ecologicamente orientados.
O Colégio Patronato procurou trabalhar a Educação Ambiental criando na escola um ambiente capaz de envolver os professores de todas as disciplinas, estudantes e seus familiares.

Otília (coord.Fund. II), prof ªSandra,
 Narciza (coord.Médio),Prof Antônia (artista plástica)
Os jovens fizeram pesquisas, elaboraram trabalhos escritos e apresentações artísticas e demonstrações de como o planeta está e como podemos mudar a atual situação planetária.
Utilizando materiais recicláveis nos figurinos, maquetes e decoração, os estudantes aprendem na prática como evitar o uso desnecessário de materiais que demoram a se decompor na natureza, a transformá-los em algo útil.
A abordagem das equipes destacou desde o comportamento dos moradores do bairro onde a escola se situa, Messejana- Fortaleza-CE, até o desastre ambiental em Mariana (MG).
O colégio está de parabéns pela iniciativa.


 AGORA VAMOS ASSISTIR AOS VÍDEOS DAS

 APRESENTAÇÕES



A apresentação do Grupo Fauna foi publicada no Youtube sem áudio por questões de direitos autorais



APRESENTAÇÃO INICIAL



GRITO DE ALERTA GRUPO FAUNA

GRITO DE ALERTA GRUPO FLORA








Nenhum comentário:

Postar um comentário